Cresol Sarandi
Empório Colonial
Grossi Combustiveis
Cesurg Sarandi
  • Empório Colonial
  • Cesurg Sarandi
  • Grossi Combustiveis
  • Cresol Sarandi
  • Drággon Artigos Esportivos
  • X & Cia
  • COGMED
  • ZF Colchões Bio Magistral
  • Barbearia 84
  • Laboratório Sarandi
  • Farmácia Nossa Senhora de Fátima
  • Cotrisal
  • Teloken Engenharia LTDA
  • Restaurante 4 Ases
  • Casarotto Imóveis
  • Hiper Mercado Wagner
  • Taura Auto Peças
  • Gostinho Della
  • Bortoluzzi Odontologia
  • Rômulo De Cezaro
  • Rembecker Estruturas Metálicas
  • Salute
  • VS Gráfica Expressa
  • Nina Comunicação Visual
  • Signomar Comércio de Bebidas
  • Milani Corretora de Seguros
  • Clínica Estética Vitallitá
  • Xok's Sarandi
  • Sicredi
  • Home
  • Cidades
  • Frederico Westphalen
  • Frederico Westphalen - Seminário apresenta projetos do Curso de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar

Frederico Westphalen - Seminário apresenta projetos do Curso de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar

 

0000a0aed 15Tiveram início nesta quinta-feira (18) as apresentações dos projetos desenvolvidos pelos alunos do curso de especialização promovida pela Fundação para o Desenvolvimento de Recursos Humanos (FDRH) e ofertada pela Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI), campus de Frederico Westphalen. O curso de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar teve início em novembro de 2012 e está encerrando suas atividades com a apresentação dos projetos desenvolvidos ao longo do curso, no Seminário promovido pela URI, FDRH e Emater/RS-Ascar, responsável pela publicação dos trabalhos apresentados.

A programação do Seminário estende-se ao longo desta sexta-feira (19), após apresentação dos 31 projetos desenvolvidos no curso. Os trabalhos foram divididos em 11 diferentes temáticas relevantes para o debate sobre o desenvolvimento rural e os desafios da agricultura familiar. Para iniciar esse debate os mais de 70 participantes do Seminário acompanharam a palestra que abordou as estruturas agrárias da América Central, situações e tendências, ministrada pelo professor do Instituto Centroamericano de Estudos Sociais e Desenvolvimento, Eduardo Antonio Baumeister. As características produtivas e sociais e das zonas rurais da América Central, a evolução do modelo agrário e da segurança alimentar, a produção de alimentos, o uso do solo e os rendimentos por unidade de área, além das tendências da agricultura familiar, foram questões abordadas pelo pesquisador.

Na sequência da palestra, foi iniciada a apresentação dos projetos. Os 31 trabalhos foram agrupados nas seguintes temáticas: políticas públicas; agricultura familiar e produção leiteira; agroindústria familiar; gestão de unidades de produção familiares; sucessão familiar rural; pecuária familiar; extensão rural; questões sociais e de gênero; cooperativismo e associativismo; sustentabilidade e culturas alternativas; e desenvolvimento rural. A cada temática apresentada, permitia-se o debate e a discussão de ideias a cerca do assunto.

Para a diretora geral da URI, Silvia Canan, este é o momento em que se encerra uma etapa e se inicia uma nova. “O nosso desafio é de não parar com as ações que estamos desenvolvendo. Este é o final acadêmico de uma etapa do curso. Foram dois anos de esforços empreendidos em prol do desenvolvimento rural e agricultura familiar”, exclamou Silvia, lembrando que um dos objetivos do curso é a promoção de ações junto às comunidades, atuação nos municípios e na região, com apoio das lideranças, buscando o desenvolvimento do setor.

A diretora-presidente da FDRH, Sandra Bittencourt, apresentou alguns dados desse projeto de ensino que está sendo desenvolvido em todo o Estado. Este trabalho iniciou no final de 2011 e, até agora, já envolveu mais de 20 mil servidores e agentes sociais. Foram dez cursos de pós-graduação, 172 de extensão, 22 programas de formação continuada, com a participação de 33 instituições de ensino vinculadas à rede. “É essa pluralidade de saberes que queremos fomentar. Nossa visão é de um Estado eficiente, do tamanho dos seus desafios, construído por seus protagonistas. A eficiência está na reflexão do conhecimento disseminado”, declarou Sandra, destacando o desenvolvimento da agricultura nesse processo.

Para a Emater/RS-Ascar, a realização do curso de especialização faz parte de uma proposta estratégica que proporciona suporte ao trabalho realizado com os atores sociais do campo. “A Emater é uma das instituições que se coloca neste cenário. A formação é uma necessidade, por isso, este momento marca o início de um processo que deve ter continuidade. Estes projetos baseiam-se nas realidades vivenciadas no campo. São produtos que nos permitem refletir junto aos agricultores sobre as dificuldades enfrentadas, para superá-las, chegando ao desenvolvimento rural sustentável”, enfatizou o gerente de Recursos Humanos da Emater/RS-Ascar, Décio Cotrim.

Texto e foto: Marcela Buzatto

DiárioRS

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

  • SCT Construtora e Incorporadora LTDA
  • Estação Fitness
  • Eficaz
  • Lancheria Grenal do Tainha
  • Confecções Helenice
  • Vimesq
  • Drago Restaurante e Pizzaria
  • Revista Spelho