Cresol Sarandi
Empório Colonial
Grossi Combustiveis
Cesurg Sarandi
  • Cesurg Sarandi
  • Cresol Sarandi
  • Grossi Combustiveis
  • Empório Colonial
  • Casarotto Imóveis
  • ZF Colchões Bio Magistral
  • Milani Corretora de Seguros
  • Farmácia Nossa Senhora de Fátima
  • Sicredi
  • Cotrisal
  • Rembecker Estruturas Metálicas
  • Teloken Engenharia LTDA
  • Gostinho Della
  • Bortoluzzi Odontologia
  • X & Cia
  • Salute
  • Restaurante 4 Ases
  • Taura Auto Peças
  • Drággon Artigos Esportivos
  • Rômulo De Cezaro
  • Nina Comunicação Visual
  • Hiper Mercado Wagner
  • Signomar Comércio de Bebidas
  • Barbearia 84
  • Clínica Estética Vitallitá
  • Xok's Sarandi
  • COGMED
  • Laboratório Sarandi
  • VS Gráfica Expressa
  • Home
  • Cidades
  • Liberato Salzano
  • Liberato Salzano - Suíços conhecem trabalho de citricultores de Liberato Salzano

Liberato Salzano - Suíços conhecem trabalho de citricultores de Liberato Salzano

Um grupo de suíços visitou Liberato Salzano, na última terça-feira (31/03), para conhecer de perto o trabalho realizado pela Associação dos Citricultores do município e pelas famílias de pequenos produtores de laranja e da Indústria de Sucos Alto Uruguai (Isau). A matéria-prima produzida pelos agricultores locais e previamente processada pela Isau é adquirida pela importadora Fruitag AG e vendida na Europa, através do Comércio Justo, pela indústria de sucos Nigros.

Três representantes da Nigros, juntamente com representante da Fruitag AG, estiveram em Liberato Salzano para conhecer o local de onde eles importam o suco e puderam visitar algumas propriedades de agricultores familiares envolvidos com a citricultura. A Emater/RS-Ascar e os membros da Associação de Citricultores de Liberato Salzano acompanharam a visita.

O objetivo da visitação foi fazer um levantamento de informações para a elaboração de um projeto que consiste na divulgação da origem do produto que será comercializado no Comércio Justo, garantindo aos consumidores finais que aquele produto é advindo da agricultura familiar e pode ser certificado como tal. “A empresa quer criar um produto rastreável, para que o consumidor saiba a origem e de qual produtor veio aquele produto que está consumindo”, explicou o chefe do escritório municipal da Emater/RS-Ascar, Valtemir Bazeggio.

Após essa visita, a empresa fará uma análise da possibilidade de rastreabilidade do produto e, futuramente, poderá fechar um contrato com a Associação. Nesse contrato, levando em consideração o valor do dólar hoje, resultaria ao pequeno produtor o valor de R$ 0,45 pelo quilo da fruta. Para Bazeggio, a rastreabilidade do produto é possível se a indústria de Liberato processar as frutas separadamente, garantindo a origem da laranja.

Foram visitadas duas propriedades, a da família de Izaquiel Federizzi e Tadeu Záfari, as dependências da Isau e o escritório da Associação. Para os citricultores e para o município de Liberato Salzano, a comercialização de sucos no Comércio Justo significa a retomada do crescimento da citricultura e uma maior renda que permite ao produtor permanecer no meio rural com qualidade de vida.

Liberato Salzano conta, hoje, com uma área de 1,2 mil hectares de citros e uma produção anual de 22 mil toneladas da fruta, envolvendo 455 famílias na atividade. Destas, apenas 90 fazem parte da Associação dos Citricultores. A adesão de outras famílias está sendo incentivada pelo município.

No final de junho, Liberato Salzano sediará o Encontro Mundial do Comércio Justo, que contará com a presença de representantes de toda a cadeia que envolve a comercialização de sucos de diversos países, como Suíça, Holanda, Alemanha, entre outros.

unnamed copiar

Assessoria de Imprensa Emater/RS-Ascar – Regional de Frederico Westphalen

DiárioRS

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e  fique informado sobre as notícias da região.

whats rodape

natal

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

  • Confecções Helenice
  • SCT Construtora e Incorporadora LTDA
  • Revista Spelho
  • Eficaz
  • Estação Fitness
  • Drago Restaurante e Pizzaria
  • Lancheria Grenal do Tainha
  • Vimesq

natal