Grossi Combustiveis
Follow - Liv - G8 Pub
Empório Colonial
Cresol Sarandi
  • Grossi Combustiveis
  • Empório Colonial
  • Cresol Sarandi
  • Follow - Liv - G8 Pub
  • Home
  • Colunistas
  • Fernando L. Concatto
  • Passo Fundo - Cassiano Pertile é ordenado na Paróquia São Cristóvão no município

Passo Fundo - Cassiano Pertile é ordenado na Paróquia São Cristóvão no município

 

Em missão: Cassiano Pertile é ordenado na paróquia São Cristóvão

PASSO FUNDOORDENADO201216 copyO jovem, que recebeu o último grau da Ordem no último domingo, 18 de dezembro de 2016, agradeceu o apoio da família, dos formadores e das comunidades.

O lema presbiteral escolhido por Cassiano Pertile - “O Bom Pastor dá a vida por suas ovelhas”- orientou não apenas a caminhada vocacional do jovem, mas, também, a cerimônia de ordenação que aconteceu no último domingo, 18, na paróquia São Cristóvão, em Passo Fundo. Com a presença de sacerdotes, dos familiares e, também, das comunidades onde atuou, Cassiano disse, mais uma vez, “sim” ao chamado de Deus e se comprometeu, diante do povo, com a missão de levar o Evangelho às diferentes realidades sociais.

Presidida por dom Rodolfo Luís Weber, a celebração foi centrada no evangelho de Mateus e recordou a essencialidade do serviço à Igreja. “Deus usa da mediação humana para chegar até nós e, por isso, precisa contar com pessoas que se disponham a colaborar neste projeto”, iniciou o arcebispo que complementou sua fala acolhendo o novo padre. “Te acolhemos confiantes não apenas nas tuas capacidades, mas na graça de Deus. O projeto de Deus é surpreendente e às vezes dá medo. Mas o Senhor fala através de mensageiros: seja através do Anjo Gabriel, de sonhos ou pelos formadores e pastorais pelas quais passamos ao longo da caminhada vocacional. O grande desafio é esse: se colocar como participante do seu projeto”, completou.

Além das palavras de dom Rodolfo, Cassiano vivenciou, durante o rito de ordenação, a experiência da doação, do serviço e do comprometimento. O novo padre foi ungido pelo arcebispo, professou seus compromissos e foi revestido pela túnica e estola sacerdotal. Ainda, os padres presentes na celebração também receberam com alegria o novo irmão, abençoando-o pela imposição das mãos e acolhendo-o com um fraterno abraço.  Em sua fala, Cassiano agradeceu e, mais uma vez, se colocou pronto para viver a nova missão. “É com o desejo de vivenciar o lema escolhido – O Bom Pastor dá a vida por suas ovelhas - em meu ministério presbiteral que me confio à Maria”, iniciou.

O jovem, que é natural da comunidade Posse Boa Vista, ressaltou, também, três palavras: gratidão, preocupação e esperança. “Primeiro preciso agradecer: muito obrigado, Senhor Deus, pelo chamado que se renova em mim em cada amanhecer”, continuou Cassiano que, ainda, emocionou-se ao lembrar dos pais e dos avós que, durante toda a sua caminhada, o apoiaram e estiveram presentes. Também, o novo padre demonstrou sua preocupação diante do cenário político, econômico e social em que as comunidades estão inseridas. “Questiono-me como ser padre em meio aos desafios e as angústias do povo de Deus hoje? Como ser um padre atento ao Evangelho? Como fazer frente, de modo evangélico, à realidade que vivemos em nosso país?”.

Por fim, encerrando sua fala, Cassiano reafirmou que, apesar do cenário, a esperança no projeto de Deus persiste. “Sim, há esperança. E essa esperança, construída a partir de nossas comunidades, possibilitará que o Reino de Deus seja não apenas uma categoria, mas uma realidade. Mais do que preocupações, a realidade nos mostra, também, e acima de tudo, o lado bom da vida que é formado por tantas pessoas que lutam por um mundo novo. Sou um vocacionado, não sou um privilegiado. Sou um pecador. Conto com vossas orações”, concluiu.

Por Sammara Garbelotto\Fernando Luiz Concatto - Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Passo Fundo


CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.