Grossi Combustiveis
Empório Colonial
Cresol Sarandi
Tubos Sarandi
  • Tubos Sarandi
  • Cresol Sarandi
  • Grossi Combustiveis
  • Empório Colonial
  • Home
  • Colunistas
  • Fernando L. Concatto
  • Dom Adilson Busin realizou visita missionária em Moçambique - Fernando Luiz Concatto

Dom Adilson Busin realizou visita missionária em Moçambique - Fernando Luiz Concatto

 

O Bispo Auxiliar de Porto Alegre, sarandiense Dom Adilson Pedro Busin realizou  visita Pastoral e Missionária em Moçambique norte da África nos dias 11 a 20 de julho de 2017. Na terça-feira (11), Depois de uma calorosa acolhida em sua chegada em Moma, conheceu os trabalhos desenvolvidos localmente pela equipe missionária em Moçambique.

 O bispo auxiliar de Porto Alegre, que esteve  em Moçambique até o dia 20 de julho, conheceu nestes dias a alegria e a hospitalidade do povo moçambicano. Na programação da visita à equipe missionária esteve  celebrando  nas paróquias de Larde e Micane e no campo de refugiados de Maratane, em Nampula. Além disso, Dom Adilson conheceu durante a visita  os projetos sociais desenvolvidos pelos missionários na Vila de Moma. No local, a equipe acompanha uma associação de fotocopiadoras, uma biblioteca comunitária e um projeto de alfabetização e reforço escolar para crianças.

Criada como uma alternativa de autonomia econômica, a Associação de Fotocopiadoras conta com três unidades e oferece serviços de qualidade e preço justo às comunidades de Moma e Micane. Além disso, os empreendimentos disponibilizam materiais escolares, buscando sempre um preço justo e não visando o lucro, mas o acesso das pessoas a estes utensílios.

Outra iniciativa desenvolvida no local, a Bibliteca Comunitária Watana, é um espaço de acolhida e estudo para os jovens da vila, já que disponibiliza livros didáticos e um ambiente para estudo de segunda a sábado. Atualmente, a biblioteca conta com cerca de 1400 alunos e professores cadastrados. Murima Wa Mwana (coração de criança) é o terceiro projeto acompanhado pela equipe missionária em Moma. A ação tem como objetivo promover o desenvolvimento integral de crianças que ainda não frequentam a escola e oferecer reforço escolar para 40 crianças e adolescentes regularmente matriculados.Além destas iniciativas,  também foi oportunidade para dom Adilson conhecer o Lar Vocacional de Moma. A casa conta com 8 meninos das paróquias de Larde e Micane que são acompanhados pela equipe missionária no discernimento vocacional para o sacerdócio.

Para a equipe missionária, a visita de Dom Adilson assinala a sintonia e a preocupação do Regional Sul 3 com o projeto em Moma e garante o necessário acompanhamento do Rio Grande do Sul ao projeto que já existe há 24 anos na Arquidiocese de Nampula. Além disso, a presença do bispo também é motivo de grande animação para as duas paróquias, Dom Adilson esteve também visitando  e celebrando  no campo de refugiados assistido pelos missionários Scalabrinianos em Nampula, Moçambique. Crianças nascem e crescem ali, realidades humanas que nos questionam e denunciam um mundo injusto. As crianças nos fazem sonhar um futuro diferente. Todos pela mesma humanidade. Paz e bem.

História de Moçambique

Moçambique é um país da África Austral, situado na costa do Oceano Índico, com cerca de 20 milhões de habitantes (2004). Foi uma colónia portuguesa, que se tornou independente em 25 de Junho de 1975. A história de Moçambique encontra-se documentada pelo menos a partir do século X, quando um estudioso viajante árabe, Al-Masudi descreveu uma importante atividade comercial entre as nações da região do Golfo Pérsico e os "Zanj" (os negros) da "Bilad as Sofala", que incluía grande parte da costa norte e centro do atual Moçambique.

No entanto, vários achados arqueológicos permitem caracterizar a "pré-história" de Moçambique (antes da escrita) por muitos séculos antes. Provavelmente o evento mais importante dessa pré-história terá sido a fixação nesta região dos povos bantu que, não só eram agricultores, mas introduziram aqui a metalurgia do ferro, entre os séculos I a IV.

A penetração portuguesa em Moçambique, iniciada no início do século XVI, só em 1885 - com a partilha de África pelas potências europeias durante a Conferência de Berlim - se transformou numa ocupação militar, ou seja, na submissão total dos estados ali existentes, que levou, nos inícios do século XX a uma verdadeira administração colonial.

Depois de uma guerra de libertação que durou cerca de 10 anos, Moçambique tornou-se independente em 25 de Junho de 1975.

 

 concattocoluina

 

Fernando Luiz Concatto


CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.