Cesurg Sarandi
Palazzo Ambientes
Farmácia Nossa Senhora de Fátima
Grossi Combustiveis
  • Home
  • Colunistas
  • Kerley Carvalhedo

Livro digital - Kerley Carvalhedo

 

26 livros digitais no aprendizado de idiomas Que a tecnologia nos facilitou muito a vida – isso é indiscutível! Mas quando o assunto é livro ainda sou um Neanderthal. O livro digital foi um avanço e conquistou a garotada que não desgruda das telinhas. Já imaginou você ter uma biblioteca virtual onde você pode acessar qualquer enciclopédia ou qualquer best-seller que quiser? Melhor ainda – poder carregá-la para qualquer parte do mundo? Isso já é possível graças a tecnologia.

A cena é engraçada – eu na frente da universidade do Rio de Janeiro conversando com um desconhecido sobre literatura, falávamos de alguns clássicos literários e enquanto minha carona não chegava puxei um dos clássicos da minha mochila e achei a mais pura ostentação. O rapaz também retirou o smartphone do bolso e disse: “tenho centenas de clássicos bons em versão digital”. Ele me mostrou um vasto acervo, tudo em uma telinha. Olhei em volta e percebi que apenas eu estava com um livro físico em mãos. Todos estavam com os olhos vidrados na tela do celular. Tive a sensação de ter sido transportado do século primitivo para a era digital. Sou fã dos avanços tecnológicos. Confesso que achei mais prático, porém ainda não me habituei a essas novas demandas.

Além de ler, adoro organizar minha estante de livros. Nunca fui de acumular qualquer outra coisa, contudo sou acumulador número 1 de livros e viagens. Minhas estantes estão abarrotadas de livros que quase não cabem mais. A cada viagem que faço sempre compro mais um e digo pra mim mesmo, dessa vez vou comprar só mais esse! Depois de lido o livro, começa a procura de lugarzinho para o novo membro da família.

Adoro organizar por autores, editoras, assuntos, gêneros, cores e tamanhos. Quem é um leitor compulsivo como eu, sabe do que estou falando.
Tanto quem ler em formato digital, quanto quem ler em formato físico desfruta de um só sentimento: o prazer na leitura. O meio que você usa para ler é apenas uma questão pessoal. O importante mesmo é ler. Ler te traz conhecimento, acrescenta vida à sua medíocre e limitada existência. Ler é sinônimo de enriquecimento, crescimento e significados. É a forma que encontramos para fugir da dolorida realidade para qualquer parte do mundo. Basta folear algumas páginas para você viver outra história.

Seja ficção, não-ficção, romance, fantasia, poesia... Não importa o seu gosto literário ou quais ferramentas para você ler. Faça um bom proveio de cada frase, cada parágrafo, cada capítulo, cada livro. Aproveite-o bem para deixar sua vida um pouco mais interessante. Use as palavras sem limites.

Kerley Carvalhedo

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.
O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.