Palazzo Ambientes
Assembleia
Grossi Combustiveis
Conffiare
  • Palazzo Ambientes
  • Conffiare
  • Grossi Combustiveis
  • Assembleia
  • Home
  • Colunistas
  • Pe Ezequiel Dal Pozo

Eu ainda acredito na força das palavras!

 

O que faz mesmo o ser humano feliz? Uma pessoa pode ter aparentemente tudo, mas terá pouca alegria se não for atingida pela palavra. É a palavra que constrói o ser humano. É a palavra que nos faz compreender o que somos. É através dela que, desde cedo, aprendemos o que é certo e errado, o que devíamos seguir ou não para sermos felizes.

Somos resultado da palavra desde o ventre materno. Acolhemos as manifestações de amor ou agressividade de nossos pais desde o princípio. Na escola, nos relacionamentos, com amigos, na empresa, a construção da vida passa pela mediação da palavra. E as atitudes? Não somos formados também pelas atitudes que presenciamos e pelas nossas próprias atitudes? Sim, isso é verdade. Mas as atitudes expressam um jeito de compreender a vida. As atitudes também são comunicação. Elas expressam o que somos.  E o que somos é o resultado das muitas palavras que ouvimos, atitudes que presenciamos, experiências que nos tocaram e foram nos formando.

Ainda, o que somos é resultado daquilo que nós mesmos fizemos por nós e daquilo que outros fizeram por nós. Por isso, a palavra que ouvimos e as atitudes que presenciamos formam o nosso jeito de compreender a vida e de viver a vida. Normalmente, a pessoa não vive uma vida diferente daquilo que aprendeu. Alguém pode até dizer: “mas eu ensinei diferente para esse meu filho”. Mas o que garante que aquilo que você quis ensinar, ele de fato aprendeu? Vai perceber somente observando a vida que ele vive. Por isso, dá para dizer que a vida se constrói pela mediação da palavra. E mais, a vida feliz acontece pela força da palavra boa, palavra de sentido, que eu recebo. Não há sentido para a vida sem o alimento da comunicação, isto é, da boa comunicação. Da comunicação que fala a verdade e expressa a verdade que o ser humano é. Não basta falar a verdade. É preciso buscar a verdade daquilo que o ser humano é. E aqui não há respostas prontas e acabadas. Precisamos estar sempre na busca, no empenho, para compreender melhor o mundo e o ser humano. E nessa busca compreenderemos também o sentido de Deus para a vida. Isso passa por aquilo que ouvimos, falamos e lemos. Que palavras você costuma ouvir no seu trabalho, com seus amigos, nos seus ambientes de vida? Que tipo de palavras saem de sua boca?

Pensemos nisso!  

 

poder das palavras

 

Padre Ezaquiel Dal Pozzo

 

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.