Grossi Combustiveis
Farmácia Nossa Senhora de Fátima
Palazzo Ambientes
Cesurg Sarandi
  • Home
  • Entretenimento
  • Curiosidades

10 coisas fascinantes que acontecem com nosso corpo enquanto dormimos

 

snoPor mais que a ciência saiba que o sono é essencial e vital para os seres vivos, ninguém sabe explicar porque ele realmente acontece. Apesar de termos a sensação de ter mais energia após dormir, na verdade estamos queimando mais do que quando estamos acordado, em alguns momentos.

A explicação para os sonhos também é um mistério na ciência. Existem teorias que dizem que eles são estímulos neurais aleatórios, mas não existe comprovação para isso. Uma famosa hipótese sugere que, ao dormir, consolidamos memórias e damos uma espécia de reiniciada nas células cerebrais, permitindo novas atividades ao longo do próximo dia.

Podemos não saber tudo sobre esse hábito que é um dos favoritos de muita gente por aí, mas sabemos que enquanto ele acontece, muitas outras coisas estão em andamento no corpo humano, mesmo que parece que estamos completamente desligados durante o descanso. Vamos conferir!

1 – Seu cérebro faz uma faxina

Durante o sono, especialmente durante o REM (a fase do sono na qual ocorrem os sonhos mais vívidos), o cérebro pode ficar quase tão ativo como quando estamos acordados. Entre outras coisas, ele utiliza o momento para remover toxinas que poderiam causar problemas, como o mal de Alzheimer, por exemplo. Também é nesse momento que o cérebro cria memórias, processando informações e filtrando o que realmente é necessário.

2 – Seu corpo funciona mais lentamente

Se o cérebro utiliza o sono para ficar bem ativo, outras partes do corpo fazem o caminho inverso. A maior parte dos processos fisiológicos do corpo repousa durante o sono, diminuindo o ritmo da pulsação ou da respiração, por exemplo. Além disso, os intestinos também funcionam mais lentamente e o fígado diminui a função de desintoxicação do corpo e passa a sintetizar materiais durante o sono. Já que você está dormindo, o corpo também libera menos adrenalina nas veias.

3 – Sua temperatura corporal diminui

Quando especialistas sugerem que você durma num quarto arejado e fresco, se inspiram no fato de que o ritmo natural do seu corpo também segue o mesmo caminho. Durante o sono, a temperatura corporal diminui um pouco, em cerca de até dois graus. Os cientistas não sabem porque isso acontece, mas sabem que é um processo natural e entendem que refrescar o ambiente do sono favorece a sintonia com o corpo e promove uma melhor noite de descanso.

4 – Seu corpo fica paralisado

Durante a fase REM, em que há muita atividade cerebral, você é incapaz de mover quaisquer músculos, com exceção dos olhos que se movem rapidamente e dão nome ao processo, e dos órgãos internos, é claro. A paralisia é uma forma de evitar que você reaja aos pensamentos que estão tomando conta de seu cérebro durante essa fase, garantindo que você não faça movimentos bruscos que possam ser perigosos para você ou quem estiver ao seu lado na cama. A paralisia é apenas temporária e pode durar até 20 minutos, quando o corpo começa a voltar ao funcionamento normal.

5 – Seus hormônios de crescimentos são liberados…

Mesmo que você não esteja em fase de crescimento, o seu corpo ainda libera hormônios de crescimento durante o sono. Eles são necessários para a construção de novas células dos músculos depois de exercícios físicos ou cicatrizações em feridas e cortes pelo corpo. Por conta disso, o sono é importante para a recuperação não só de jovens em fase de crescimento, mas de todo mundo que quer manter um corpo saudável e em funcionamento perfeito.

6 – …e os da fome regulados

A maioria das pessoas possui desejos por comidas com muitas calorias quando passam por noites de pouco sono, o que pode acabar levando a muito ganho de peso. Acredita-se que isso seja causado pois as hormônios que regulam o apetite, leptina e grelina, ficam desregulados no corpo com a falta de sono.

7 – Você pode andar, falar, dirigir…

-

Nós falamos da paralisação dos músculos durante o sono, mas isso não impede que hábitos estranhos que envolvem muito movimento aconteçam durante a noite. Falar durante o sono, andar ou mesmo sair de casa geralmente acontece por problemas do sono ou efeitos colaterais de medicamentos. A condição é mais comum em crianças, mas também pode ser percebida em até cerca de 15% dos adultos.

8 – Seus músculos sofrem espasmos

Talvez você não seja daqueles que realmente se levanta e anda pela casa durante o sono, mas já deve ter sentido aquela sensação estranha de perceber um músculo se movendo de forma inesperada e te acordando com todos os tipos de questionamentos. Os espasmos são apenas reações normais dos músculos sendo colocados em estado de repouso e podem acontecer com qualquer pessoa durante o estágio inicial do sono, apesar de ainda não serem tão bem esclarecidos pela ciência.

9 – Seu sistema imunológico fica mais forte

Algumas pesquisas já conseguiram perceber que pessoas vacinadas não apresentaram os anticorpos necessários para se proteger contra gripes depois de ficar sem dormir. Isso porque o corpo utiliza o momento de repouso para se fortalecer e se recuperar de condições, o que quer dizer que a sua mãe sempre esteve certa quando te dizia que “dorme que passa.”

10 – Você acorda várias vezes durante a noite

Durante as mudanças entre os diferentes estágios do sono, como por exemplo da fase dos sonhos para a do sono profundo, é normal que as pessoas acordem durante a noite. Normalmente, no entanto, esses momentos acontecem de forma tão breve que nem mesmo somos capazes de ver ou perceber essa mudança de estado de consciência e achamos que ainda estamos dormindo sem nenhuma interrupção.

E aí, o que achou das aventuras do corpo humano durante o sono? Por mais que pareça que ele esteja quietinho, está mais do que ativo para garantir a sua saúde e a disposição para um novo dia.

Fonte: Fatos Desconhecidos

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.
O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.