Grossi Combustiveis
Assembleia
Palazzo Ambientes
Farmácia Nossa Senhora de Fátima
  • Home
  • Entretenimento
  • Curiosidades

Curiosidades - 7 Histórias mais bizarras de Gênios da humanidade

 

No mundo existem milhares de cientistas que trabalham incansavelmente na busca por respostas, ou mesmo por inovações. Estão sempre atentos e investindo em estudos e pesquisas que possam abrir novos caminhos e esperanças para a humanidade. Quem é que nunca ouviu falar de Albert Einstein, por exemplo? Isaac Newton? Sem dúvidas, grandes nomes da ciência mundial.

Muitos cientistas tiveram papel fundamental para a evolução humana, independente de sua área de atuação, mas o que poucos sabem é que existem histórias bizarras que envolvem alguns deles, seja por algo que fizeram, ou por alguma mania que tinham. Pensando nisso, separamos 7 dessas histórias bizarras que envolvem pesos pesados da ciência. Confere aí!

1- Diário de 82 metros

diario1

Buckminster Fuller foi um renomado arquiteto e cientista que era considerado um grande visionário. Ele ficou conhecido principalmente por desenvolver a cúpula geodésica, que possui um ar futurista, e o carro chamado de Dymaxion, na década de 30. Fuller usava sempre 3 relógios de pulso, que segundo ele, cada um estava adaptado a um fuso horário diferente, já que viajava pelo mundo todo constantemente.

Ele também tinha uma espécie de diário, em que costumava narrar sempre como eram seus dias. Fazia isso em intervalos de 15 minutos, incansavelmente, entre os anos de 1915 a 1983, que foi quando ele morreu. O curioso é que seu diário pode atingir os 82 metros de altura se for empilhado, e foi chamado de Dymaxion chronofiles.

2- A simples palestra... 

palestra2

Robert Oppenheimer era um físico renomado, e convenhamos, bastante polêmico. Ele era fluente em 8 idiomas, e tinha interesses em poesia, filosofia e linguística. Certa vez, ele precisava dar uma palestra, então pediu ajuda a um de seus colegas da Universidade da Califórnia, para preparar tudo. Deu-lhe um livro escrito por ele mesmo, e achou que seria bastante simples. Mais tarde, seu colega voltou até ele bastante confuso, e o motivo? O livro estava escrito em holandês! Oppenheimer estranhou, afirmando que era muito fácil traduzir aquilo.

3- O compulsivo

compulsivo3

Nikola Tesla foi um grande cientista que trabalhou com Thomas Edison e deu grandes contribuições à robótica, eletricidade e ao rádio. Acontece que ele tinha o tão famoso Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC) e não suportava encostar em objetos sujos nem por um momento. Sem contar que sua obsessão com o número 3, fazia com que ele desse 3 voltas em torno de um prédio antes de entrar. Maluco, não? Usava ainda, exatamente 18 guardanapos em todas as suas refeições, que eram usados para limpar os talheres.

4- Pitágoras e o feijão 

pitagora4

Quem é que nunca ouviu falar do Teorema de Pitágoras? Ele pode até ter complicado um pouquinho sua vida na escola. Bom, a verdade é que o matemático grego Pitágoras adotou algumas filosofias de vegetarianismo, mas estranho mesmo, é que ele não podia nem mesmo tocar em feijões. Para ele, feijões deveriam mesmo ser abolidos.

Existe uma lenda que diz que certa vez, Pitágoras foi perseguido por algumas pessoas e sua única saída seria entrar em uma plantação de feijão. Ele preferiu morrer, e seus atacantes supostamente teria cortado sua garganta. Não existem registros dos motivos para o ataque.

 5- Ah, as maldades...

maldades3

Richard Feynman foi um dos mais famosos físicos do século 20 e esteve envolvido no Projeto Manhattan, onde foram produzidas as primeiras bombas atômicas durante a Segunda Guerra Mundial. O fato é que o físico era uma pessoa ruim por natureza e adorava fazer maldades com os outros. Ele inclusive, passava seu tempo tentando descobrir formas para mostrar o quanto o sistema poderia ser fácil de se quebrar.

6- O esquecido

esquecido6

Foi no ano de 1927 que o físico teórico alemão Werner Heisenberg, desenvolveu algumas famosas equações da mecânica quântica, que explicavam como era o comportamento de pequenas partículas subatômicas. Bom, o estranho é que ele quase foi reprovado em seu doutorado, porque por mais que tivesse sido ele o criador das equações, e elas de fato funcionassem, ele não conhecia as técnicas experimentais. Não sabia como funcionava!

7- O estranho

estranho7

Oliver Heaviside foi um engenheiro eletricista e matemático inglês, que desenvolveu complexas técnicas para a análise de circuitos elétricos. Acontece que ele começou a ter hábitos bastante estranhos, já que pintava suas unhas com tons de rosa brilhante, passou muitos dias bebendo apenas leite, e supostamente sofreu de hipergrafia, que é um comportamento impulsivo que faz com que a pessoas escreva de forma frenética, sem conseguir parar.

 

Fatos desconhecidos

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.