Cesurg Sarandi
Grossi Combustiveis
Cresol Sarandi
Empório Colonial
  • Cresol Sarandi
  • Empório Colonial
  • Cesurg Sarandi
  • Grossi Combustiveis

Perfil DiárioRS - Entrevista com a Advogada Dra. Eliamar Piazza

Atuando há vários anos na área jurídica, a Dra. Eliamar é a entrevistada da semana no quadro Perfil DiárioRs e responderá algumas perguntas  sobre a área jurídica.

Confira:

 

Qual o ramo em que atua?

Previdenciário, Civil, trabalhista e família.

 

Por que escolheu essa área?

Na verdade, eu ingressei na faculdade de Direito, pensando em concurso público para Cartório, pois, trabalhava nessa área. Fiz minha faculdade em Barra Mansa/RJ. Após, a conclusão do curso de Direito, passei na prova da Ordem e voltei a residir em Sarandi. No mês de agosto do ano de 2003, comecei a trabalhar no Escritório de Advocacia Pasqualotto, sendo que permaneci ali até o mês de outubro do ano passado, ou seja, foram 11 (onze) anos de muita experiência e aprendizado.

Atualmente, realizei meu sonho, de abrir meu próprio escritório de advocacia juntamente com o advogado Thiago Bonfanti – BONFATI PIAZZA – ADVOGADOS, o qual está localizado na Avenida Expedicionário, nº 744, 2º Andar.

Gosto muito da minha profissão. A advocacia na minha opinião, é  uma das mais belas e sublimes profissões. Defender a honra, a liberdade e o patrimônio das pessoas, que podem estar prestes a perder esses bens essenciais à natureza humana, é, sem dúvida, um trabalho que dignifica quem o faz de forma satisfatória. 

 

Quais características um bom advogado deve ter?

O profissional da área deve ser sério, responsável, honesto, competente e ético. Tem que ser determinado, disciplinado e perseverante. Jamais fugir dos preceitos éticos, indispensáveis para o exercício da profissão.

Se trata de uma profissão de muita responsabilidade porque estamos lidando com os problemas pessoais, financeiros, familiares e emocionais de nossos clientes e para tanto devemos estar muito preparados, pois, o o trabalho do advogado é buscar justiça para seu cliente.

Também, é preciso dedicação. Atuar no ramo do Direito pede atualização constante. É uma exigência do mercado. Quem não se atualiza, está fora dele.

 

Qual o limite da ética e da moral para um advogado?

Não há limite. Entendo, que todos os atos devem ser norteados e exercidos com observância a moral e a ética, inclusive ao Estatuto da OAB.

 

Qual o segredo para ter sucesso na profissão?

Vontade de trabalhar e se entregar integralmente aos clientes e ao escritório. Comprometimento acima de tudo. Creio que o melhor caminho é seguir a lei, a ética. O advogado deve ser um solucionador de problemas e não um litigante.

 

Já recusou a pegar algum caso por ir contra aos seus princípios morais?

Já tive alguns casos.

 

Como advogada, quais os problemas que você enfrenta no cotidiano?

A Advocacia enfrenta uma série de dificuldades para concretizar seu papel legal de garantir a todas as pessoas o direito constitucional à ampla defesa e ao contraditório dentro do devido processo legal.

Alguns dos principais dizem respeito à organização do poder Judiciário. A falta de estrutura em muitos cartórios é um dos exemplos. Em muitos lugares onde deveria haver 18 cartorários, há apenas dois ou três funcionários e, em muitos casos, um só cartório comporta várias Varas, sendo, criminal, cível, família, previdenciária. Isso gera mau atendimento aos advogados e lentidão na tramitação processual.

O problema agrava-se porque hoje, felizmente, a demanda por justiça cresceu. Dessa forma, milhões de novos conflitos estão sendo levados à análise e à resolução nos tribunais.

 

DSC 0019

Por Stefani Lorini

 

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e  fique informado sobre as notícias da região.rodape diario
CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.