Grossi Combustiveis
Empório Colonial
Cresol Sarandi
Casa Valoá
  • Grossi Combustiveis
  • Casa Valoá
  • Empório Colonial
  • Cresol Sarandi
  • Cesurg Sarandi
  • Milani Corretora de Seguros
  • X & Cia
  • Rômulo De Cezaro
  • Barbearia 84
  • Farmácia Nossa Senhora de Fátima
  • Hiper Mercado Wagner
  • Xok's Sarandi
  • Pet Salutem
  • Taura Auto Peças
  • Cotrisal
  • Restaurante 4 Ases
  • Signomar Comércio de Bebidas
  • Gostinho Della
  • Casarotto Imóveis
  • Bortoluzzi Odontologia
  • Salute
  • Sicredi
  • Clínica Estética Vitallitá
  • VS Gráfica Expressa
  • Drággon Artigos Esportivos
  • Laboratório Sarandi
  • Nina Comunicação Visual
  • Teloken Engenharia LTDA
  • Rembecker Estruturas Metálicas
  • Home
  • Notícias
  • Liberato Salzano - Evento marca a abertura da safra da citricultura

Liberato Salzano - Evento marca a abertura da safra da citricultura

 

A 15ª edição da Abertura da Safra da Citricultura foi realizada no município de Liberato Salzano na última sexta-feira (22/06) e reuniu um público superior a 500 pessoas no Salão Paroquial do município, contando com a presença de produtores, lideranças e entidades ligadas ao setor, que buscam o fomento da cadeia produtiva do citros na região. O evento foi uma promoção da Prefeitura, Secretaria Municipal da Agricultura, Emater/RS-Ascar, Associação dos Citricultores de Liberato Salzano e Embrapa Clima Temperado.

A citricultura é uma atividade de grande importância para o município de Liberato Salzano. Atualmente, são 400 produtores inseridos no setor, produzindo um total de 25 mil toneladas de fruta a cada safra. De acordo com o técnico em agropecuária da Emater/RS-Ascar, Valdinei Bazeggio, ações para o fomento e qualificação da citricultura estão sendo realizadas no município. No final do ano passado, foi criada a Comissão Municipal da Citricultura, grupo composto pela Emater/RS-Ascar, Secretaria Municipal da Agricultura, um representante da Indústria de Sucos do Alto Uruguai (Isau) e da Associação Municipal dos Citricultores, que se reúnem periodicamente para analisar e debater a situação da citricultura no município.

“Nós realizamos uma reunião mensal, e algumas extraordinárias, para debater justamente quais são os gargalos e como podemos desenvolver melhor a citricultura no município. E o que nós identificamos como necessidade, até por isso da realização do seminário, é essa parte de solos e de doença da planta, que precisamos evoluir muito mais, além de elevar a nossa produção, que tem uma média de 18 toneladas, mas podemos avançar ainda mais na produtividade e garantir resultados melhores para o município. Não necessariamente através da implantação de novos pomares, pois isso vem ocorrendo naturalmente, mas através do aumento da produtividade, o que garantirá maior retorno ao produtor, que é o mais importante”, explicou Bazeggio.

A Emater/RS-Ascar realiza a Assistência Técnica, acompanhando os produtores em todas as fases de produção, desde implantação, manejo, colheita e comercialização do fruto. A presença da indústria no município estimula os produtores, garante mercado e fomenta a atividade em toda a região. A organização dos produtores através da Associação dos Citricultores de Liberato Salzano, a entrada no Comércio Justo (Fair Trade), são algumas conquistas dos citricultores, que refletem diretamente na ascensão da cadeia produtiva da citricultura nos últimos anos no município.

O prefeito de Liberato Salzano, Gilson de Carli, ressaltou a importância da indústria para o município e a necessidade de expandir e mostrar ao Estado, às demais regiões do país e a outros países as potencialidades de Liberato Salzano na atividade da citricultura. “Essa é uma atividade que tem a capacidade de transformar a realidade das famílias nas propriedades rurais. Este é um evento dedicado exclusivamente a vocês produtores, que mostra o potencial dessa atividade, tão importante para o nosso município”, destacou de Carli.

A programação do seminário iniciou com o painel manejo conservacionista do solo e nutrição em citros, tema abordado pelos professores da Universidade Regional Integrada (URI) campus Frederico Westphalen, Lenio da Silva Santos e Paulo de Tarso Teixeira. Manejo nutricional foliar para altas produtividades foi assunto explanado pelo representante da Nutriceler, que também trouxe os resultados de um case de sucesso da citricultura de São Paulo, com base no manejo do solo e da planta. Seguindo com os painéis temáticos, o pesquisador da Embrapa Clima Temperado, Bernardo Ueno, ministrou uma palestra sobre controle de CVC e antracnose em citros.

Por fim, o tecnólogo em agropecuária da Indústria de Sucos Alto Uruguai (Isau), Valtemir Bazeggio, apresentou o programa de fomento que a Isau projetou pensando no desenvolvimento da citricultura na região. Segundo ele, o objetivo deste programa é incentivar o aumento da produtividade através da utilização de tecnologias disponíveis, adaptando-as às realidades de cada produtor. Da mesma forma, essa iniciativa pretende conscientizar e proporcionar ao produtor a colheita da fruta madura, o que gera um retorno maior. A intenção é processar 70 mil toneladas de fruta por ano, garantindo a produção de variedades para abastecer os 12 meses do ano, produzindo de forma sustentável ambiental, social e economicamente.

Entre as autoridades, participaram do evento o gerente do Escritório Regional da Emater/RS-Ascar de Frederico Westphalen, Clairto Dal Forno, o assessor da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), Ricardo Núncio, o coordenador da Câmara Técnica Setorial Estadual da Citricultura, Paulo Lippi, o vice-prefeito de Liberato Salzano, Valdir Antonio Zottis, o secretário Municipal da Agricultura, Valcir Sacon, o presidente da Associação dos Citricultores, Leandro Rubini, e demais lideranças.

 

985 Liberato Salzano Abertura safra citricultura

 

985 Liberato Salzano Abertura safra citricultura 2

 

Marcela Buzatto - AI Emater/RS-Ascar

 

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

  • Confecções Helenice
  • Vimesq
  • Lancheria Grenal do Tainha
  • Eficaz
  • Revista Spelho
  • Drago Restaurante e Pizzaria
  • Estação Fitness
  • SCT Construtora e Incorporadora LTDA

 feirao hoje