Cresol Sarandi
Cesurg Sarandi
Grossi Combustiveis
Empório Colonial
  • Grossi Combustiveis
  • Cesurg Sarandi
  • Cresol Sarandi
  • Empório Colonial
  • Hiper Mercado Wagner
  • Xok's Sarandi
  • X & Cia
  • Clínica Estética Vitallitá
  • ZF Colchões Bio Magistral
  • Drággon Artigos Esportivos
  • Gostinho Della
  • Signomar Comércio de Bebidas
  • Cotrisal
  • Rembecker Estruturas Metálicas
  • Sicredi
  • Barbearia 84
  • Taura Auto Peças
  • Salute
  • Milani Corretora de Seguros
  • Restaurante 4 Ases
  • VS Gráfica Expressa
  • Teloken Engenharia LTDA
  • Nina Comunicação Visual
  • Casarotto Imóveis
  • Bortoluzzi Odontologia
  • Laboratório Sarandi
  • Farmácia Nossa Senhora de Fátima
  • COGMED
  • Rômulo De Cezaro

Agricultura - Governo projeta salto de 30% na produção de grãos do Brasil em 10 anos

 

Segundo estudo, safra deve alcançar 300 milhões toneladas até 2028 e área plantada deve ter expansão de 13,3%.

safra brasileira de grãos e oleaginosas deve atingir 302 milhões de toneladas em 2027/2028, o que representará um crescimento de 30% na comparação com os atuais 232 milhões de toneladas, de acordo com o estudo Projeções do Agronegócio do Brasil, do Ministério da Agricultura, divulgado na segunda-feira (6).

A safra de soja do Brasil deve saltar para 156 milhões de t em 2027/2028, versus aproximadamente 120 milhões atualmente, enquanto a de milho crescerá para 113 milhões.

O ministério afirmou que a área com todas as lavouras passará de 75 milhões para 85 milhões de hectares, uma alta de 13,3% em 10 anos, com crescimento de plantio em pastagens ou em áreas degradadas.

"As maiores expansões devem ocorrer no plantio de soja, cana de açúcar e milho. Lavouras, como arroz, feijão, mandioca e laranja, devem ter redução de área plantada. Ganhos de produtividade deverão compensar as reduções, de modo que não haverá recuo de produção. O café deve apresentar certa estabilização da área e os ganhos de produtividade obtidos nos últimos anos permitem obter produção crescente, mesmo com tendência de redução de área", afirma o ministério.

O estudo projeta ainda uma produção de carnes de 34 milhões de toneladas em 2027/28, o que representa acréscimo de 7 milhões de toneladas sobre 2018, ou alta de 25%. O maior crescimento deve ocorrer nas carnes suína e de frango, seguidas por carne bovina.

A maior expansão deverá ocorrer no Centro Oeste e no Norte, com aumento de produção estimado em 34,8% e 34%, respectivamente. Os maiores avanços deverão ocorrer nos estados de Rondônia, Tocantins e Pará. Quanto à área plantada de grãos, os estados do Centro Oeste terão incremento de 28,2%; do Norte, 23% e do Sul, 7,5%.

Projeção de exportações

A pesquisa também projeta um crescimento de mais de 30% nas exportações até 2028. Soja, milho e carnes deverão continuar como destaque. Frutas, em especial manga, melão, mamão e uva, estão entre os potenciais destaques nos próximos anos.

Cerca de 70% das exportações de soja devem seguir para a China, segundo o estudo.

 

capa agricu

 

G1 - Globo.com

 

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

  • SCT Construtora e Incorporadora LTDA
  • Drago Restaurante e Pizzaria
  • Confecções Helenice
  • Estação Fitness
  • Revista Spelho
  • Vimesq
  • Lancheria Grenal do Tainha
  • Eficaz