Grossi Combustiveis
Cresol Sarandi
Empório Colonial
Tubos Sarandi
  • Cresol Sarandi
  • Empório Colonial
  • Grossi Combustiveis
  • Tubos Sarandi
  • Nina Comunicação Visual
  • Drággon Artigos Esportivos
  • Xok's Sarandi
  • Barbearia 84
  • Produtora Triângulo
  • Salute
  • Signomar Comércio de Bebidas
  • Bruna Soares Fotografia
  • Cotrisal
  • Milani Corretora de Seguros
  • Bortoluzzi Odontologia
  • X & Cia
  • Kumon Sarandi
  • Cesurg Sarandi
  • Laboratório Sarandi
  • VS Gráfica Expressa
  • Hiper Mercado Wagner
  • Rômulo De Cezaro
  • Teloken Engenharia LTDA
  • Sicredi
  • Restaurante 4 Ases
  • Rembecker Estruturas Metálicas
  • Gostinho Della
  • Farmácia Nossa Senhora de Fátima
  • Clínica Estética Vitallitá
  • Casarotto Imóveis
  • Taura Auto Peças

Presidente adia reunião sobre preço de combustíveis

 

Temer quer dar tempo ao recém-indicado presidente da Petrobras

Marcada para hoje (4), a reunião do Grupo de Trabalho composto por técnicos dos ministérios da Fazenda e de Minas e Energia (MME), além da Agência Nacional do Petróleo (ANP), foi adiada e ainda não tem uma nova data para ocorrer. A iniciativa foi anunciada na sexta-feira (1º) pelo MME. Na ocasião o ministério informou, por meio de nota oficial, que a reunião buscaria criar uma "política de amortecimento dos preços dos combustíveis ao consumidor".

A suspensão da reunião foi determinada pelo presidente Michel Temer, segundo apurou a Agência Brasil. Temer considerou inoportuno e indelicado o governo discutir eventuais mudanças nos prazos de reajustes de preços da gasolina e demais combustíveis, no momento em que o novo presidente da Petrobras, Ivan Monteiro, mal assumiu o cargo.   

O presidente Temer orientou seus auxiliares a conduzir os estudos internamente e compartilhá-los mais tarde com a Petrobras, antes de anunciar publicamente qualquer intenção ou proposta. A ordem no Palácio no Planalto é que se consolidem primeiramente a redução efetiva do preço do diesel nas bombas em todo o país e, em seguida, as medidas legais para compensação do desconto de R$ 0,46 por litro, antes de se iniciar o debate sobre a gasolina e gás.

Segundo o MME, a iniciativa não tocaria na política de preços da Petrobrás. Uma das possibilidades seria repassar as variações nos preços da gasolina mensalmente, em vez de acompanhar diariamente as variações do mercado. 

"Essa política de proteção terá que preservar a atual prática de preços de mercado para o produtor e importador, o que é tido pela atual administração como um ponto fundamental para a atração de investimentos para o setor. Vai trazer previsibilidade e segurança ao consumidor e ao investidor", sustentou o MME na última sexta-feira.

Ainda segundo o Ministério de Minas e Energia, seria formado um Grupo de Trabalho para ouvir especialistas sobre o assunto a fim de “ajudar a construir uma solução que permita, por um lado, a continuidade da prática de preços livres ao produtor/importador e, por outro, o amortecimento dos preços ao consumidor.”

 

temer reuniao adiada

 

Agência Brasil

 

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

  • Drago Restaurante e Pizzaria
  • Estação Fitness
  • Revista Spelho
  • Eficaz
  • Lancheria Grenal do Tainha
  • Vimesq
  • Confecções Helenice
  • SCT Construtora e Incorporadora LTDA