Conffiare
Palazzo Ambientes
Grossi Combustiveis
Assembleia
  • Conffiare
  • Palazzo Ambientes
  • Assembleia
  • Grossi Combustiveis
  • Laboratório Sarandi
  • X & Cia
  • Irmãos Ferronato
  • Signomar Comércio de Bebidas
  • Cresol
  • Milani Corretora de Seguros
  • Lunna Pub Bar
  • Jack's Steak Club
  • Benno's Bar
  • Gostinho Della
  • Restaurante 4 Ases
  • Sicredi
  • Farmácia Nossa Senhora de Fátima
  • Boohler Serigrafia
  • VS Gráfica Expressa
  • Bortoluzzi Odontologia
  • Drággon Artigos Esportivos
  • Rembecker Estruturas Metálicas
  • Casarotto Imóveis
  • Teloken Engenharia LTDA
  • Cotrisal
  • Sabor Natural
  • Barbearia 84
  • Rômulo De Cezaro
  • Cesurg Sarandi
  • Nina Comunicação Visual
  • Hiper Mercado Wagner
  • Bruna Soares Fotografia
  • MKSNet Telecomunicações
  • Clínica Estética Vitallitá
  • Taura Auto Peças

Operação Blindagem denuncia sonegação de ICMS em indústrias da região

 

operacao blindagemAs Promotorias de Justiça Especializada no Combate aos Crimes Contra a Ordem Tributária de Porto Alegre e de Casca, em conjunto com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado – Gaeco Segurança Alimentar e a Receita Estadual, cumprem nesta terça-feira, 16, seis mandados de busca e apreensão em Casca, Nova Araçá e São Domingos do Sul.

 

A Operação “Blindagem” tem o objetivo de desarticular um grupo empresarial voltado à sonegação de ICMS. Apenas uma das investigadas, a C&P Indústria de Laticínios Ltda., sonegou mais de R$ 66 milhões. 

 

Haverá entrevista coletiva à imprensa às 11h na Promotoria de Justiça de Passo Fundo (Rua Bento Gonçalves 720 - Centro), para ampliar as informações a respeito das investigações. 

 

Participam da Operação o Promotor de Justiça de Combate aos Crimes Contra a Ordem Tributária, Aureo Gil Braga; o Coordenador do Gaeco Segurança Alimentar Alcindo Luz Bastos da Silva Filho; o Promotor de Justiça de Casca, Damásio Sobiesiak; bem como fiscais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). As buscas e apreensões são executadas pelo Gaeco e por agentes fiscais da Receita Estadual.

 

De acordo com Aureo Gil Braga, que coordena a Operação, o esquema criminoso é comandado pelo suspeito Flávio Mezzomo, que havia sido preso preventivamente em 2012 e responde, junto a outros seis réus, a um processo-crime na Comarca de Casca por sonegação fiscal de ICMS, falsidade ideológica e formação de quadrilha.

 

Nas condutas criminosas, o grupo, através das empresas L&P Distribuidora de Laticínios, Laticínios Casquense, Laticínios Princesul e C&P Indústria de Laticínios, efetuou o calçamento de notas fiscais, utilizou créditos falsos, realizou vendas subfaturadas, omitiu ou escriturou valores inferiores nos documentos, notas, livros fiscais e condutas afins, ocultando as reais transações comerciais ao fisco gaúcho. 

 

Os trabalhos da Operação “Blindagem” buscam detectar outras fraudes fiscais e a utilização de laranjas e empresas de fachada pelo grupo. O apurado aponta ainda para os crimes de lavagem de dinheiro, ocultação de patrimônio e a “blindagem patrimonial”.

 

Além da concorrência desleal e do prejuízo causado ao segmento lácteo, os cofres públicos estaduais não receberam o ICMS pago pelos consumidores, que foi apropriado criminosamente pelos investigados. 

 

Os crimes fiscais e os de lavagem de capitais têm penas de prisão de dois a cinco anos e de três a dez anos, respectivamente, além de multa, sequestro e perdimento de bens.

 

Os trabalhos iniciaram a partir de informações obtidas pela Receita Estadual de Passo Fundo, que detectou as fraudes e lavrou os autos de lançamento. Posteriormente, o MP deu prosseguimento às investigações inerentes aos crimes fiscais, o que culminou com o início de processos-crime e o cumprimento das medidas em curso.  

 

Matéria - Ministério Público

Foto - Divulgação/MP

DiárioRS

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e  fique informado sobre as notícias da região.

rodape diario novo 05 12 15

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

  • Lancheria Grenal do Tainha
  • Estação Fitness
  • Confecções Helenice
  • SCT Construtora e Incorporadora LTDA
  • Eficaz
  • Vimesq
  • Revista Spelho
  • Drago Restaurante e Pizzaria