Cresol Sarandi
Grossi Combustiveis
Casarotto Imóveis
Tubos Sarandi
  • Cresol Sarandi
  • Casarotto Imóveis
  • Grossi Combustiveis
  • Tubos Sarandi
  • Signomar Comércio de Bebidas
  • Taura Auto Peças
  • Sicredi
  • Gostinho Della
  • Cesurg Sarandi
  • Salute
  • Nina Comunicação Visual
  • Clínica Estética Vitallitá
  • Cotrisal
  • VS Gráfica Expressa
  • Hiper Mercado Wagner
  • Rômulo De Cezaro
  • Farmácia Nossa Senhora de Fátima
  • Laboratório Sarandi
  • Drággon Artigos Esportivos
  • Restaurante 4 Ases
  • Milani Corretora de Seguros
  • Rembecker Estruturas Metálicas
  • Bortoluzzi Odontologia
  • Xok's Sarandi
  • Bruna Soares Fotografia
  • X & Cia
  • Teloken Engenharia LTDA
  • Barbearia 84
  • Home
  • Notícias
  • Saúde
  • Polícia Federal indicia donos da principal fornecedora de material cirúrgico para HSVP

Polícia Federal indicia donos da principal fornecedora de material cirúrgico para HSVP

 

A Polícia Federal e o Ministério Público Federal estão focados em combater as irregularidades cometidas dentro do Hospital São Vicente de Paulo em Passo Fundo, devido possível prática ilegal de desvio dos recursos do Sistema Único de Saúde – SUS. O cerco está se fechando.

Em levantamento feito pela Rádio Uirapuru, constatou-se  que um inquérito instaurado em 2013 pela Polícia Federal, apurou irregularidades e indiciou os donos de uma das maiores fornecedoras de material cirúrgico do HSVP.

A investigação começou no momento em que surgiu a denúncia de que empresas pagavam comissões para funcionários do hospital, desde que eles solicitassem a compra de produtos de forma preferencial.

Durante a investigação, foi solicitado à Auditoria Médica do Rio Grande do Sul que realizasse uma verificação nos procedimentos cirúrgicos feitos no hospital, em que o SUS tenha arcado com os custos de materiais especiais de sutura mecânica, ou seja, grampos e grampeadores.

Auditoria

Na auditoria, foi constatado que dos 313 prontuários investigados, todos com utilização de grampeadores de sutura mecânica pagas pelo SUS, 196 não continham descrição cirúrgica especificando a utilização do material. Ou seja, em 63% das cirurgias analisadas, os grampos e grampeadores foram cobrados do SUS, foi emitida nota fiscal, mas a utilização do material não foi mencionada pelo médico na descrição cirúrgica ou a sua assinatura estava ilegível.

A auditoria também verificou falhas no controle das etiquetas de identificação do material cirúrgico, onde consta o nome comercial, identificação do fabricante ou importador, código do produto, número do lote, etc. Verificou-se no decorrer do inquérito, que quatro empresas forneceram grampos e grampeadores ao Hospital São Vicente custeado pelo SUS. A JOMHÉDICA desponta como a principal fornecedora, tendo emitido 44% das notas fiscais analisadas.

No final da investigação, o Delegado Federal Guilherme Alves de Siqueira, indiciou os donos da JOMHÉDICA por corrupção ativa, por constatar diversas inconsistências nas declarações apresentadas e  incompatibilidade dos fatos durante a defesa.  A JOMHÉDICA tem a sua sede em Porto Alegre com filial em Santa Catarina.

Este é mais um capítulo que demonstra a crise no Hospital São Vicente de Paulo e que a Uirapuru vem retratando através de diversas matérias investigativas. O objetivo é auxiliar na depuração dos procedimentos, sempre preservando a instituição centenária.

A Polícia Federal e o Ministério Público Federal seguem trabalhando em silêncio sem nenhuma declaração até o momento.

 

hospital sao vicente de paulo

 

Rádio Uirapuru

 

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

  • Confecções Helenice
  • SCT Construtora e Incorporadora LTDA
  • Estação Fitness
  • Vimesq
  • Drago Restaurante e Pizzaria
  • Revista Spelho
  • Lancheria Grenal do Tainha
  • Eficaz