Conffiare
Grossi Combustiveis
Assembleia
Palazzo Ambientes
  • Palazzo Ambientes
  • Grossi Combustiveis
  • Conffiare
  • Assembleia
  • Laboratório Sarandi
  • Jack's Steak Club
  • Hiper Mercado Wagner
  • Taura Auto Peças
  • Bruna Soares Fotografia
  • Cesurg Sarandi
  • Farmácia Nossa Senhora de Fátima
  • Signomar Comércio de Bebidas
  • Teloken Engenharia LTDA
  • VS Gráfica Expressa
  • Barbearia 84
  • Rômulo De Cezaro
  • X & Cia
  • Bortoluzzi Odontologia
  • Drággon Artigos Esportivos
  • Sicredi
  • Clínica Estética Vitallitá
  • Cresol
  • Rembecker Estruturas Metálicas
  • Gostinho Della
  • Casarotto Imóveis
  • Nina Comunicação Visual
  • Cotrisal
  • Boohler Serigrafia
  • Restaurante 4 Ases
  • Milani Corretora de Seguros
  • Home
  • Notícias
  • Saúde
  • Com nanotecnologia, cientistas criam protetor solar que não penetra na pele

Com nanotecnologia, cientistas criam protetor solar que não penetra na pele

 

Produto não entra na corrente sanguínea, diminuindo riscos para saúde.

Pesquisadores encapsularam protetor comum em nanopartícula.

 

praia6 1 16Foto divulgação

Com a ajuda da nanotecnologia, cientistas da Universidade Yale desenvolveram um protetor solar que é capaz de bloquear os raios ultravioleta sem penetrar na pele. A vantagem é que, dessa forma, o produto não entra na corrente sanguínea, evitando possíveis riscos para a saúde.

Os pesquisadores encapsularam um protetor solar comum, o padimato O, dentro de uma nanopartícula, estrutura minúscula normalmente usada para transportar medicamentos para dentro do organismo.

As chamadas nanopartículas bioadesivas contendo o protetor solar são maiores do que os poros da pele, por isso se mantêm na superfície. Para testar se o produto realmente era incapaz de penetrar, ele foi aplicado na pele de porcos. Além de constatar que as nanopartículas realmente não penetraram nos animais, os cientistas também concluíram que o produto é resistente à água e permanece na superfície da pele por um dia ou mais.

Outros testes, feitos em camundongos, atestaram que a capacidade de bloquear os raios ultravioleta das nanopartículas com protetor era similar à capacidade do protetor aplicado diretamente na pele, fora das nanopartículas.

Efeitos nocivos pouco conhecidos

O professor de dermatologia de Yale Michael Girardi, um dos autores do estudo, observa que há pouca pesquisa sobre os efeitos do uso de protetor solar na geração de moléculas conhecidas como espécies reativas de oxigênio, que são capazes de provocar danos nas células. "Protetores químicos protegem contra os efeitos diretos dos raios ultravioletas no DNA, mas podem não proteger contra os efeitos indiretos", diz.

A pesquisadora Jessica Tucker, do Instituto Nacional de Imagem Biomédica e Bioengenharia dos Estados Unidos, órgão que financiou o estudo, ressalta que o potencial risco para a saúde da entrada do protetor solar na corrente sanguínea ainda é pouco conhecido. "Todos sabemos dos benefícios do protetor solar, mas as potenciais toxicidades devido à penetração no organismo e a criação de agentes capazes de danificar o DNA não são bem conhecidas", diz.

"Um protetor solar desenvolvido com bioengenharia para inibir a penetração e manter os componentes capazes de danificar o DNA isolados na nanopartícula é um ótimo exemplo de como uma tecnologia sofisticada pode ser usada para resolver um problema que pode estar afetando a saúde de milhões de pessoas", diz a cientista.

Fonte: G1 SP

DiárioRS

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e  fique informado sobre as notícias da região.

rodape diario novo 05 12 15

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

  • Drago Restaurante e Pizzaria
  • Confecções Helenice
  • SCT Construtora e Incorporadora LTDA
  • Eficaz
  • Estação Fitness
  • Vimesq
  • Lancheria Grenal do Tainha
  • Revista Spelho