Grossi Combustiveis
Casa Valoá
Empório Colonial
Cresol Sarandi
  • Empório Colonial
  • Cresol Sarandi
  • Casa Valoá
  • Grossi Combustiveis
  • Bortoluzzi Odontologia
  • Signomar Comércio de Bebidas
  • Sicredi
  • Nina Comunicação Visual
  • Laboratório Sarandi
  • Cesurg Sarandi
  • Drággon Artigos Esportivos
  • Clínica Estética Vitallitá
  • Rômulo De Cezaro
  • Casarotto Imóveis
  • Salute
  • Restaurante 4 Ases
  • Gostinho Della
  • Pet Salutem
  • X & Cia
  • Xok's Sarandi
  • Rembecker Estruturas Metálicas
  • Barbearia 84
  • Cotrisal
  • Milani Corretora de Seguros
  • Hiper Mercado Wagner
  • VS Gráfica Expressa
  • Teloken Engenharia LTDA
  • Taura Auto Peças
  • Farmácia Nossa Senhora de Fátima

Março Azul Escuro: Mês de prevenção ao câncer colorretal

 

Neste mês de prevenção o HOJE traz dicas para se prevenir contra o câncer colorretal, ou câncer de cólon, que atinge o intestino grosso de homens e mulheres. Os tumores causam elevação nos tecidos do intestino, causando lesões que se não tratadas pode levar a morte.

O que é o câncer colorretal?

Conhecido também como câncer de cólon, são necessariamente tumores que aparecem no intestino grosso que é dividido entre cólon e reto. Uma característica importante desses tumores é que a maioria deles surgem a partir dos pólipos (pequenas anomalias que nascem dentro do intestino, em formato de cogumelo) que crescem na parede do cólon e/ou do reto. Os pólipos crescem muito lentamente, podendo levar muitos anos para se tornarem tumores malignos. Isso permite que os especialistas possam identificá-los e retirados antes de se transformarem em tumores malignos, através da colonoscopia, que é um exame feito com uma pequena câmera dentro do intestino.

O que pode levar a esse câncer?

Caso sua alimentação não seja balanceada e você não pratica exercícios físicos, é hora de mudar sua rotina. Segundo os especialistas consumir muitas carnes vermelhas, alimentos processados (salsichas, mortadelas, linguiças) produtos que contém muita gordura e não praticar exercícios físicos; podem levar ao câncer colorretal. Além disso, pessoas com obesidade ou que enfrentam o tabagismo, o alcoolismo, também podem contribuir para o surgimento dos pólipos.

Homens e mulheres acima de 50 anos, ou com histórico de câncer na família também podem ser afetadas e contrair esse tipo de doença. Sendo recomendado uma visita periódica ao médico pelo menos uma vez ao ano.

Quais os sintomas e sinais desse tipo de câncer?

Os principais sintomas para o surgimento desse câncer são:

  • O sinal mais comum é o sangramento na hora defecar;
  • Anemia sem causa aparente, principalmente em pessoas com mais de 50 anos;
  • Alterações no hábito intestinal (diarreia ou intestino preso);
  • Dores abdominal com gases ou cólicas,
  • Vontade insistente de defecar, mesmo após já ter ido ao banheiro. Esse sintoma pode ser causado pela existência de um tumor;
  • Emagrecimento intenso e inexplicado;
  • Fraqueza;
  • Fezes pastosas e escuras;
  • Dores na região anal também pode estar relacionada aos tumores.

Caso apresente algum desses sinais e sintomas procure imediatamente um médico. Lembrando que outras doenças, não apenas o câncer, podem apresentar alguns desses sintomas.

Como posso prevenir este tipo de câncer?

Segundo o Dr. João Soares Nunes, Oncologista e especialista na área, algumas dicar podem prolongar a qualidade de vida das pessoas e evitar que este tipo de câncer apareça. “Se prevenir, quer dizer que você irá evitar os fatores que podem levar ao câncer colorretal”. Abaixo o Dr João lista algumas dicas que podem ajudar a reduzir os casos deste tipo de câncer e demais doenças:

  • Adotar uma dieta rica em frutas, verduras e vegetais;
  • Evitar o consumo abusivo de carnes vermelhas e embutidos;
  • Praticar exercícios físicos e combater a obesidade;
  • Não fumar;
  • Não ingerir bebidas alcoólicas em excesso, dentre outros, são atitudes importantes na prevenção.

Existe a necessidade de fazer uma consulta com um nutricionista para que uma dieta balanceada possa ser sugerida. Além disso, o Dr, explica que ” O exame mais importante e eficiente continua sendo a colonoscopia, que ao entrar em contato com o cólon e reto, pode localizar os pólipos, ou cogumelos, para que os mesmos sejam retirados ou tratados, evitando que eles evoluam para tumores”. O exame é recomendado para pessoas maiores de 50 anos, ou para qualquer outra idade, se existir casos na família.

Qual o tratamento mais indicado?

O tratamento na fase inicial do câncer geralmente é menos agressivo, são realizados procedimentos para a retirada dos pólipos e tratamento das lesões por meio da colonoscopia ou por cirurgias no local dos tumores. Já na fase avançada, nos tumores maiores do cólon há necessidade de cirurgia (convencional, laparoscópica ou robótica). Em caso de tumores no reto pode haver necessidade de radioterapia e quimioterapia antes de algum procedimento.

Conforme a gravidade dos tumores o tratamento envolve radioterapia e quimioterapia  para que outros órgãos não sejam atingidos. Todo cuidado deve ser tomado para que o câncer colorretal não evolua para uma metástase (aparecimento de tumores em outros órgãos, como fígado ou pulmão). Quanto mais precoce for o tratamento menor será a  agressividade e o tempo de tratamento. Procurar sempre um médico é ideal para proporcionar uma melhor qualidade de vida ao paciente.

 

cancer colorretal 840x590

 

Fonte: arturhoje.com.br

 

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

  • Vimesq
  • Eficaz
  • Drago Restaurante e Pizzaria
  • SCT Construtora e Incorporadora LTDA
  • Lancheria Grenal do Tainha
  • Estação Fitness
  • Revista Spelho
  • Confecções Helenice

 feirao hoje