menu
Colunas

Sarandi em Fatos - 05-03


Data de publicação: 5 de março de 2016
Coluna: José Leal
Colunista: José Leal



 



Iluminação I


A prefeitura revela que em 2016 terá um déficit de meio milhão de reais com o pagamento da iluminação pública após reajuste das taxas cobradas pela RGE. O secretário Piccini, em entrevista á Radio Sarandi, diz que a conta da prefeitura passou de 40 para 90 mil reais mensais com a iluminação pública. Um reajuste de 28 por cento. No final do ano passado a Câmara de Vereadores rejeitou, com os votos da oposição, o reajuste nas taxas que seriam cobradas pela prefeitura em 2016.


Iluminação II


O secretário disse ainda que além das contas mensais, a prefeitura está pagando mensalmente uma divida de fornecimaneto de energia para o município contraída nos anos de 2001 a 2006 no valor de três milhões de reais. Explica em conversa informal com o colunista também que na época o então prefeito estava cobrando da concessionária o uso do solo por parte da mesma para as redes de energia e por isso não pagou nesse tempo as dividas enquanto as negociações tramitavam judicialmente. Piccini diz que não há como afirmar que o ex-prefeito errou ou não pois se tivesse sido vencedor naquela ação o município sería beneficiado. Cabe ressaltar que se na época os valores devidos pela prefeitura tivessem sido pagos não haveria hoje esse débito.


Casa da Cultura I


Tema constante de discussões por ser uma das maiores obras públicas de Sarandi na ultimas décadas, a Casa da Cultura está agora gerando uma nova mobilização. O Rotary Clube abriu uma campanha para que no final do ano de 2016 as sobras do orçamento da Câmara de Vereadores seja revertida para a continuidade daquela obra. Dirigente da entidade e também líder politico diz já ter o apoio dos vereadores do PDT para a iniciativa. Comentários dão conta também que o deputado federal Pompeo de Mattos destinará esse ano mais uma verba de 400 mil reais para a continuidade da obra.


Casa da Cultura II


Muitos são os que reclamam da paralisação da Casa da Cultura, uns indicam culpados, outros alegam outras razões para a não continuidade da obra e há quem justifique por conotações politicas partidárias a paralisação da obra. Cabe lembrar que a alguns anos um grupo de pessoas ligadas as mais variadas correntes artísticas reuniu-se para a criação da Associação dos Artistas de Sarandi( foto). A iniciativa na época , talvez por interferências politicas , não prosperou . Caso a associação tivesse sido concretizada sería hoje uma forte aliada para a retomada da Casa da Cultura.


Cassados


Brasil tem 1 prefeito retirado do cargo a cada 8 dias pela Justiça Eleitoral


São 136 prefeitos cassados definitivamente, revela levantamento do G1.
Outros 93 se mantêm no posto com liminares ou recursos.


O Brasil teve, desde as últimas eleições municipais, em 2012, 136 prefeitos cassados e retirados do cargo pela Justiça Eleitoral – uma média de um a cada oito dias. É o que revela um levantamento feito pelo G1 com base nos dados dos Tribunais Regionais Eleitorais dos 26 estados e do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).


Além disso, outros 93 também foram cassados, mas se mantêm no cargo com liminares e recursos, a poucos meses de um novo pleito, que ocorre em outubro deste ano.


O levantamento não leva em conta os prefeitos retirados do cargo pela Justiça comum ou pelas Câmaras municipais. Também não inclui os cassados em primeira instância que já conseguiram reverter a decisão em instância superior e não respondem mais a processo.


Motivos


A maioria dos prefeitos foi cassada em razão de captação ilícita de votos e abuso de poder econômico durante a campanha. Há também casos de conduta vedada pela legislação eleitoral. O dado de cassados no cargo e fora dele representa 4% do total de prefeitos eleitos em 2012 (5.568).


No R.S já foram cassados 15 prefeitos e dois se mantém no cargo com recursos.


Candidatos I


Nomes começam a surgir como candidatos a vereador para esse ano. Tidos como candidatos certos entre simpatizantes do PP estão os nomes do secretário Altair Ecker, o presidente do Sitivescal Gilmar Picolli, os atuais vereadores da sigla, o suplente Jones Rigon e outros nomes componentes da Administração Municipal. O secretário Alex Rodrigues também é cotado para concorrer novamente, agora pelo PP bem como Airton Ortiz.


Candidatos II


No PDT os nomes mais fortes nos comentários politicos são dos atuais vereadores, exceto Salvatori que não deve concorrer. Machadão deve tentar novamente uma vaga no Legislativo. O vereador Lenomar é nome cogitado para concorrer a vice-prefeito. Portela é outro que deve concorrer novamente.


Candidatos III


Helmuth Pryn confirma apoio da direção estadual do PTB para concorrer a prefeito em Sarandi.


Reclamação


Moradores das ruas Luiz Laurindo Graciolli e Pietro Cescon, nas proximidades do trevo da Cotrisal, reclamam dificuldade de transitar naquele local. Afirmam já ter levado o problema ao conhecimento dos encarregados.


Presidente


Recentemente foi postado em rede social encontro de lideranças politicas de Sarandi com lider religioso. Estranho é a colocação de um dos sarandienses como “ presidente da Assistência Social de Sarandi”.


Frase


Quem não tem cão, não caça


Reclamação


Leitor reclama da forma como foi retirada arvores na Avenida Expedicionários próximo á esquina com a Rua Arminio da Silva. Reclama que foi usado um trator sob esteiras e que danificou o asfalto.. reclama também de placas indicativas nas avenidas que está danificadas ou tortas a vários anos. Segundo ele, trabalho simples e sem custos..


Veto I


O prefeito Paulo ,Kasper vetou emenda feita pelos vereadores da oposição ao projeto que estabelecia multa para quem não cumprir as normas da lei eu fixa ,multa para quem reiteradamente descumprir as leis de combate ao mosquito da dengue. A lei estabelecia multa, os vereadores da oposição retirara essa multa através de emenda, o prefeito vetou a emenda e a lei fica com o texto original, ou seja, será aplicada multa para quem, após notificado, mantiver focos do mosquito da dengue em suas propriedades.


Veto II


Os vereadores da oposição acenam que não votarão pela derrubada do veto concordando com a aplicação da multa pois, alegam, a prefeitura já vem realizando ações de combate á dengue mas cobrarão a aplicação dos recursos das multas somente nesse tipo de ação e não aplicar em outras áreas. Para o vereador Salvatori, vetar a aplicação da multa e depois aceita-la é como “ cortar o rabo do cachorro e depois querer colar” disse a um vereador da sua bancada.


Leitor Jonas Zanchett


Abortou


Depois de uma arrancada significativa e como uma novidade no próximo pleito municipal, a candidatura de Cezimbra parece ter abortado. Comentários nas rodas políticas deixam transparecer que o pré-candidato não está obtendo o apoio esperado da base peemebista de Sarandi. Há quem diga que o PMDB está em adiantadas conversaçoes com o PDT para indicar um nome para vice-prefeito renunciando a candidatura própria.


Surpresa


Nas ultimas semanas o nome do presidente da Câmara de Vereadores, Clodoaldo de Quadros, surgiu fortemente nas rodas politicas como um nome forte para vice-prefeito. Comenta-se que o vereador poderá tambem migrar para outra sigla. A legislação atual permite isso sem perder o mandato. Clodoaldo contaria com o apoio da igreja á qual pertence. Como é tradição em Sarandi os partidos que colocam candidato a prefeito concorrerem com um vice de outro partido, o nome do presidente da Câmara de Vereadores surge com considerável força.   


DiárioRS


CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e  fique informado sobre as notícias da região.




fatos fatos
fatos
rodape diario novo 05 12 15