menu
Colunas

Sarandi - Sarandi em Fatos 23/09


Data de publicação: 23 de setembro de 2016
Coluna: José Leal
Colunista: José Leal



 


Campanha I


A reta final da campanha eleitoral está deixando algumas pessoas nervosas, as agressões iniciaram com pedradas e agressões físicas. Demorou, mas começou. Estava bom demais pra ser verdade. Esse ânimo mais quente nessa reta final pode ser explicado em alguns casos pelo nervosismo gerado em alguns ao perceberem uma derrota ou falta de forças para superar o adversário.


Campanha II


Não só agressões físicas aconteceram nessa semana. Alguns discursos em comícios tem sido excessivamente ofensivos, termos impublicáveis foram ouvidos.  Tem alguém que gosta disso? Tem. Aquela meia dúzia da turma do quanto pior melhor


Campanha III


É irritante e nojento como algumas pessoas estão usando as redes sociais nessa campanha.  Antes o que era ridículo com postagens do tipo, “partiu academia”, “ partiu almoçar” e coisas desse tipo. E pior ainda, postar pratos com comida, churrascos, como se fossem os únicos que comem ou fazem churrascos. Agora, na campanha politica, o ridículo virou ofensivo e repugnante.  São postadas ofensas e inverdades como se a eleição nunca fosse acabar. O pior de tudo isso são algumas pessoas totalmente ignorantes sobre conhecer Sarandi. Numa dessas postagens (essa foi pra acabar) , onde foi publicada uma foto do acesso asfaltado para o distrito de Barreirinho e a autora do comentário afirmou que aquele asfalto não existe. Durma com esse barulho.


Fórum I


Em conversa com a juíza Andréia dos Santos Rossatto, a juíza revela uma preocupação que vem se arrastando ao longo dos últimos anos, o excesso de processos na fila para serem analisados. Hoje são cerca de 12 mil processos aguardando andamento no Fórum de Sarandi. A juíza diz que mesmo agilizando a análise desses processos o numero se mantem pois o ingresso de novos processos é muito maior que aqueles que tem andamento por parte do Poder Judiciário.


Fórum II


Sobre o novo prédio para o Fórum local a juíza Andréia dos Santos disse que os engenheiros do Tribunal de Justiça do Estado analisaram os dois terremos colocados á disposição pelo município, mas como ao menos até o final do ano que vem não há previsão  de inicio de novas obras foi sugerido á juíza a construção de um prédio em frente ao atual prédio do Fórum, utilizando o pátio. Essa obra se juntaria ao atual prédio. A sugestão foi bem aceita pela juíza.


Mais Médicos


Os prazos de atuação dos profissionais do Programa Mais Médicos contratados por meio de intercâmbio foram prorrogados por mais três anos. É o que estabelece a lei sancionada pela Presidência da República e publicada no Diário Oficial da União no dia 13 de setembro. Os prazos dos contratos, que acabariam em outubro de 2016, irão até outubro de 2019. Serão beneficiados profissionais brasileiros formados no exterior e estrangeiros que trabalham no programa sem diploma revalidado no país. O Mais Médicos conta atualmente com cerca de 13 mil profissionais estrangeiros devido à baixa procura pelos médicos formados no Brasil.


Frase


“O voto não tem preço. O voto tem consequências”. Juíza Andréia dos Santos Rossatto.


Turno Único


Ainda não foi votado na Câmara de Vereadores o projeto para a instituição do turno único na prefeitura de Sarandi. O turno único seria no período compreendido entre 07horas e 13horas, de segunda a sexta-feira. O turno único não se aplica às atividades do CRAS, da saúde e da educação (exceto para as atividades administrativas da secretaria de educação, e da secretaria da saúde, para as quais se aplica), e também do Centro de Hidroginástica, que manterão funcionamento em horários normais. Se aprovado pelos vereadores, esta lei entra em vigor a partir de 03 de outubro de 2016 até 31 de dezembro de 2016. O período de vigência poderá ser prorrogado através de Decreto até o término do horário oficial de verão.


Pesquisas


Nas ultimas semanas tem sido realizadas pesquisas eleitorais em Sarandi, mas os resultados não são tornados públicos.  Os resultados de ambas as coligações são bem diferentes uma da outra. A divulgação pode causar dois efeitos, ou desanima ou motiva ainda mais a militância.


Previsão


Previsto nessa coluna a cerca de três semanas, o envolvimento de entidades assumindo candidaturas nessa eleição poderia gerar mudança na diretoria dessas. A previsão se confirmou. Outras mudanças podem ocorrer se não com a queda de dirigentes, mas com puxão de orelha que vai doer muito.


Por José Leal


DiárioRS


CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e  fique informado sobre as notícias da região.




0a0aa00a0a0a11jornal21 copiar copy 0a0aa00a0a0a11jornal21 copiar copy