menu
Colunas

Sarandi - Sarandi em Fatos 28/10


Data de publicação: 28 de outubro de 2016
Coluna: José Leal
Colunista: José Leal



 


SF 28 OUTUBRO


Vareador


Vereador eleito pelo PT, Claudinor Lorini, diz que quer que a população cubra mais dos eleitos e defende maior divulgação dos atos do Legislativo. Sugere transmissão da sessão através do rádio.



Cortes


O prefeito Paulo Kasper diz que o corte de 50 por cento dos salários do prefeito, vice, secretários municipais, CCs e retirada das FGs resultará numa economia de mais de 120 mil reais mensais além de economia de mais de 30 mil reais com a implantação do turno único. Os cortes não atingem o 13 salário, pois a metade já foi paga disse o prefeito.



Arvores


O plantio de grande número de árvores ao redor da prefeitura está gerando comentários contra e a favor. Para alguns servirá para gerar sobra e para outros o excesso ofuscará a visão do prédio do palácio municipal.



Ocupação


Cerca de 20 famílias ocuparam área institucional da prefeitura no Bairro Vicentinos. Reclamam por moradia ou terreno para construir a casa própria. Muitos reclamam já estar cadastrados em programas habitacionais do município a vários anos. Outros reclamam que nos loteamentos já existentes naquele bairro tem morador beneficiado mais de uma vez com terreno ou casa.



Câmara


A próxima legislatura na Câmara de Vereadores poderá iniciar já com mudanças entre os eleitos. Convite para assumir secretaria não será rejeitado.



Convocada


A sarandiense Leticia Bongiorno está entre as convocadas para a seleção gaúcha de futebol feminino.



Prestigio


A sessão da Câmara de Vereadores do dia 24 de outubro esteve prestigiada por várias lideranças politicas, entre elas, os ex-vereadores Darlei Tasca e Hermenegildo Zandoná, pelos ex-prefeitos Nicola e Salvatori, esse hoje vereador, por ex-candidatos a prefeito João Piaia, Debastiane e Batistela, ex-candidato a vice Lemes Boni,  Além   desses, participaram da sessão o presidente do Legislativo Clodoaldo de Quadros que também  assumiu como prefeito e Glauber Kunzler eleito vice-prefeito.



Annoni


No dia 29 de outubro de 1985, 7 mil trabalhadores rurais Sem Terra ocuparam a Fazena  Annoni, um área de mais de 9000 hectares, a maior parte improdutivo,  (hoje município de Pontão). Essa foi à primeira ocupação realizada por famílias organizadas num movimento do campo que já vinham se estruturando desde o acampamento da Encruzilhada Natalino, no município de Ronda Alta. Mais de 5000 famílias permaneceram acampadas na Annoni por cerca de 8 anos, em barracos, resistindo ao cerco durante a Ditadura Militar, à fome, ao frio, à frustração, à humilhação, mas a esperança de um futuro melhor os unia e dava forças para resistirem. Em 1993 a Annoni foi destinada para reforma agrária. Desde então, o MST se consolidou como o maior Movimento Social da América Latina e conseguiu minimizar um pouco a grande concentração de terra no Brasil.Este colunista, pelo acompanhamento de todo o processo de ocupação  esteve em 2014 entre os homenageados  na comemoração de mais um ano da ocupação.



Frase


O diabo não é esperto por que é diabo, é esperto porque é velho.


Por José Leal



0a0aa00a0a0a11jornal21 copiar 0a0aa00a0a0a11jornal21 copiar