menu
Colunas

Sarandi - Sarandi em Fatos 09/12


Data de publicação: 9 de dezembro de 2016
Coluna: José Leal
Colunista: José Leal




Medidas I


O prefeito eleito Cardozo e o vice Glauber vem reunindo setores representativos de Sarandi para apresentar um pacote de medidas econômicas para 2017. Entre elas, redução dos salários para o próximo ano, diminuição de Ccs, vigilância dobrada sobre gastos excessivos ou desnecessários  e por outro lado aumento ou ajustes de tarifas e impostos municipais,



MEDIDAS II


Cardozo assumirá com um deficit de seis milhões. A administração só será viável ao menos em 2017, com aumento da receita própria, para isso três aumentos serão votados pela Câmara de Vereadores, o reajuste da tarifa de iluminação pública será de quase cem por cento pois não é reajustada conforme a fornecedora reajusta desde 2007 segundo o vice-prefeito Glauber.



Medidas III


Além do ISSQN, a taxa de recolhimento do lixo será reajustada. O reajuste será de cerca de trinta por cento. Hoje o município arrecada cerca de 700 mil reais  anuais e gasta cerca de um milhão e trezentos mil reais.



Pacote I


Ao anunciar  seu pacote de medidas, algumas pesadas no bolso dos sarandienses, Cardozo e Glauber adiantam que o  reforço no caixa não significa sobra de dinheiro, por enquanto apenas diminuição de deficit. Em poucas palavras, o pacote poderá resultar em dinheiro para contrapartidas que serão necessárias para cada verba federal que vir para Sarandi para realização de obras.



Pacote II


Para ter a ajuda que precisar em momentos de decisão, Cardozo e Glauber estão montando um “ conselhão “  com pessoas de fora da administração . Outra decisão  anunciada é encontrar uma pessoa capacitada para ser responsável por todas as compras da prefeitura.



Secretários


Nomes comentados como prováveis secretários municipais, Jonka, Portela, Piccini, Altair, Gilmar Picolli, Marcia Beckmann.



De hoje


Uma vez perguntei a um prof. de história: 
- Mataram milhares de judeus nos campos de concentração e os alemães não fizeram nada. Eles não sabiam, ou tinham medo?
E ele me mostrou algo que eu não tinha pensado: 
- Marci, ninguém faz nada sozinho. Hitler só formalizou o que o povo pensava - que eram uma raça superior. 
Trumps, Hitlers e Bolsonaros só chegam ao poder por que pessoas que pensam como eles os colocam lá.( Marci Hences-Jornalista)


Fechou


O capitão Weber anunciou na Câmara de Vereadores  na segunda-feira o fechamento da Delegacia  de Serviço Militar de Sarandi ainda esse mês. O alistamento militar passará a ser feito  via on line. Informações ainda continuarão a ser prestadas na Junta Militar  por algum tempo.


Solidariedade


Foi aprovada por unanimidade na segunda-feira pela Câmara de Vereadores moção de solidariedade a ser enviada ao prefeito de Chapecó, ao governador de Santa Catarina e á Chapecoense. A moça é de autoria do vereador Glauber Kunzler.


Solidariedade II


Nessa tragédia da Chapecoense,  esse colunista teve uma perda com uma ligação pessoal. O radialista Gelson Galiotto, natural de Rondinha, estava entre as vitimas. Galiotto, quando ainda jovem em Rondinha, ouvia nossas transmissões esportivas pela Rádio Sarandi e gravava imitando narração de jogos de fuutebol e nos mostrava mais tarde. Sonhava em ser narrador esportivo. Sonho realizado mas que teve um fim trágico.


Consulta


Para discutir as medidas econômicas  anunciadas pelo prefeito eleito Cardozo, especialmente os projetos de reajustes de tarifas, o vereador Leno sugere a realização de uma audiência pública que deve ocorrer no dia 14 de dezembro na Câmara de Vereadores.


Frase


De gênio ou sou uma cachaça, mas de alma eu sou um guaraná ( João de Almeida Neto)


Desempenho


Até o final desse ano a Câmara de Vereadores deverá votar  mais de cem projetos, alem de indicações, requerimentos e pedidos de informação. Alem desses, mais trinta projetos estavam tramitando até a quarta-feira dessa semana. Semanalmente, nas quartas-feiras, as comissões do Legislativo reunem-se para analisar e dar os pareceres aos projetos antes da votação e discussão nas sessões das segundas-feiras. Somente na quarta-feira dessa semana, os representantes das comissões analisar mais de uma dezena de projetos que serão votadas nas próximas sessões.(foto)


Salário


Polêmica á vista. Em 2017 o funcionalismo municipal será “ convidado” a “ colaborar” com o momento difícil  nas finanças nacional, estadual e municipal. Em estudo a possibilidade de não haver aumento de salários.  Na ultima das hipóteses, a inflação poderá  ser concedida. Muita discussão pela frente.


Por José Leal



15419233 1049633115147660 330146033 o 15419233 1049633115147660 330146033 o