menu
Colunas

A modernização do Rio Grande do Sul vai ganhando forma!


Data de publicação: 20 de agosto de 2019
Coluna: Adriano Kauffmann
Colunista: Adriano Kauffmann



 


       


O Rio Grande do Sul vem passando por um processo de modernização. Ao longo de 2019, alguns programas estão sendo lançados visando o desenvolvimento econômico do estado e também para facilitar a vida de quem quer empreender. Para isto, está sendo utilizada várias frentes. Há poucos dias foi lançado um programa de desburocratização das atividades do setor público, o DESCOMPLICA RS. Em junho, já havia sido lançada as "30 medidas para modernizar a administração tributária" programa que tem um cronograma até 2030, o que é muito importante, visto que a maioria dos tradicionais programas pensa somente em resolver os mandatos. Além disso, o Governo do Estado vem promovendo o RS além das nossas fronteiras e até mesmo, fora do país, visando atrair investidores para cá. Outro aspecto importante nesse contexto é a segurança. O RS SEGURO, criado nos primeiros meses do ano tem obtido resultados muito significativos nos índices de criminalidade, o qual foi potencializado com a formação de cerca de 2 mil novos policiais em agosto e com a aquisição de veículos e armas através da bancada federal em parceria com o Estado no primeiro semestre. É a prova de que a união em torno de um mesmo objetivo sempre é o melhor caminho.


            Já nesta segunda, no Palácio Piratini, foi lançado o CRESCE RS. O programa visa monitorar e destravar projetos e ações estratégicas para o desenvolvimento do Rio Grande do Sul. A UFRGS é uma das entidades parceiras da iniciativa da Assembleia Legislativa, que reúne demais chefes de poderes, órgãos de fiscalização e controle, universidades públicas e privadas, federações empresariais e entidades da sociedade civil. Na ocasião, representantes de todos os poderes e instituições envolvidas assinaram um termo de cooperação. Executivo e Legislativo gaúcho estão engajados nos projetos que buscam o desenvolvimento do Estado. É o "consenso estratégico" como sempre diz Eduardo Leite. São três temas centrais que compõe o programa: infraestrutura e logística; desburocratização e fomento dos bancos públicos. Entre os projetos prioritários estão a extensão da pista do aeroporto Salgado Filho, licenciamentos ambientais por compromisso, consolidação das obras de estradas, apoio ao avanço e expansão das energias renováveis, evolução do status sanitário, Junta Comercial digital, reformulação do modal hidroviário, zonas francas de fronteira, polo naval de Rio Grande e simplificação de compensação e ressarcimento de tributos. No mesmo sentido do governador, o Presidente da Assembleia Legislativa, Luis Augusto Lara, frisou a convergência de esforços alcançado para concretizar o Cresce RS. Lara afirmou que “vivemos esse momento histórico no Rio Grande do Sul, onde conseguimos formar uma pauta de consenso, de convergência, que, independe de se ser de esquerda ou de direita. Há muitos anos não tínhamos condições de entrar em consenso, mas, hoje, estamos juntos para destravar questões de relevância”. Até mesmo o slogan do programa é "juntos vamos mais rápido".


            Diante de todas essas iniciativas de modernização do nosso estado, com foco no crescimento sólido e de mais facilidade para quem quer investir, fica a expectativa de que os bons frutos comecem a aparecer nos próximos meses e nos próximos anos. E quem ganha com tudo isso é o povo gaúcho.