menu
Notícias / Agronegócio

Preço do suíno bate novo recorde e chega R$ 7,01 Reais

Preço do suíno bate novo recorde e chega R$ 7,01 Reais

Data de publicação: 31 de agosto de 2020
Hora: 13:31h



 


Pesquisa da ACSURS pontou a média de R$ 7,01 pelo quilo do suíno independente no Estado gaúcho.


O preço pago pelo quilo do suíno atingiu novo recorde no Rio Grande do Sul, conforme a Pesquisa da Cotação do Suíno, Milho e Farelo de soja realizada pela Associação de Criadores de Suínos do Rio Grande do Sul – ACSURS.


A pesquisa, que conta com o apoio da MSD Saúde Animal, Minitube e Choice Genetics, apontou a média de R$ 7,01 pelo preço pago pelo suíno independente no Estado gaúcho.
Já o custo médio da saca de 60 quilos de milho é de R$ 56,67. O preço da tonelada do farelo de soja (preço da indústria – FOB) é de R$ 2.035,00 para compras à vista e no prazo (30 dias) é de R$ 2.050,00.


Agroindústrias e cooperativas – O preço médio na integração apontado pela pesquisa é de R$ 4,49. As cooperativas e agroindústrias apresentaram as seguintes cotações: Cooperalfa/Aurora: R$ 4,70 (base suíno gordo) e R$ 4,70 (base leitão de 6 a 23 quilos); Cosuel/Dália Alimentos R$ 4,40; Cooperativa Languiru R$ 4,40; Majestade R$ 4,40; Alibem R$ 4,30; Adelle Foods R$ 4,60 e JBS R$ 4,40.


Para acessar a pesquisaCLIQUE AQUI.



Fonte: Assessoria de Comunicação da Acsurs




Preo do suno bate novo recorde e chega R 701 Reais Preo do suno bate novo recorde e chega R 701 Reais



O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.