menu
Notícias / Geral

Carazinho - HCC orienta sobre a importância da Campanha Outubro Rosa

HCC orienta sobre a importância da Campanha Outubro Rosa

Data de publicação: 28 de outubro de 2020
Hora: 14:18h



 


O mês de outubro é considerado um mês de representatividade feminina, decorrente ao Outubro Rosa. Em vários cantos do mundo, as pessoas levantam a bandeira da luta contra os cânceres que afetam as mulheres. Neste ano, não foi diferente. Apesar da pandemia da Covid-19, foi possível perceber a cor rosa em diversos locais.


Dentre os cânceres que mais acometem as mulheres, está o de Mama. Segundo o médico oncologista do Hospital de Caridade de Carazinho Luciano Alt, as causas são muitas e, que na maioria das vezes, acontecem de forma combinada, por exemplo, hereditariedade é apenas 10% dos casos, os outros 90% dependem de situações como hábitos de vida: obesidade, consumo de álcool, uso de tratamentos hormonais e a não amamentação.


Ele ressalta que diagnosticar precocemente é o que mais muda o curso da doença. “Detectar pequenas lesões, como tumores vistos na mamografia e na ecografia podem fazer a diferença, pois doenças diagnosticadas precocemente podem ter melhor tratamento e cura. Nesse sentido o Outubro Rosa entra como uma campanha importante, a fim de conscientizar as pessoas a buscarem o diagnóstico precoce do câncer de mama”, explica Luciano.


O serviço de oncologia oferece desde exames, biópsias, cirurgias e tratamentos como a quimioterapia e o bloqueio hormonal, respeitando os critérios para cada caso. “Busquem conversar com o seu médico de confiança. Os serviços de saúde saberão indicar as melhores estratégias a serem feitas”, conclui o Médico.


A gerente de assistencial Aline Vanessa Avila salienta que a intenção é promover a conscientização sobre a importância do diagnóstico precoce e o tratamento adequado do Câncer de Mama, ampliando assim, as chances de cura e o controle da doença. “Tivemos um ano atípico com a pandemia, mas precisamos manter os cuidados com nossa saúde, buscar sempre nos cuidar e nos amar”, diz Aline lembrando ainda da importância do autoexame.


Dados atuais do Câncer de Mama


O Instituto Nacional de Câncer (INCA) estima que para cada ano do triênio 2020/2022, sejam diagnosticados no Brasil 66.280 novos casos de câncer de mama, com um risco estimado de 61,61 casos a cada 100 mil mulheres. O cânceres de mama (29,7%), cólon e reto (9,2%) e colo do útero (7,5%), continuam sendo os que mais acometem mulheres.


Ainda um levantamento feito pela Fundação do Câncer, com base nos dados do Sistema Único de Saúde (SUS), indicou queda de 84% nas mamografias feitas no Brasil durante a pandemia da covid-19 em comparação com o mesmo período do ano passado.



Fonte: Dailandy R. Kraemer




outubro rosa ok foto outubro rosa ok foto


O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.