menu
Notícias / Agronegócio

Clima adequado garante boa qualidade e produtividade de uvas e excelente safra

Em finalização de colheita das uvas tintas na região de Bagé, o clima adequado durante todo o ciclo e mais seco desde meados de fevereiro favoreceu uma excelente safra.

Data de publicação: 19 de março de 2021
Hora: 08:20h
Créditos: Jornalista Taline Schneider
Fonte: Assessoria de Imprensa Emater/RS-Ascar



 De acordo com o Informativo Conjuntural produzido, e divulgado nesta quinta-feira (18/03), pela Gerência de Planejamento da Emater/RS-Ascar, vinculada à Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), a qualidade e a produtividade foram consideradas muito boas, entre dez e 12 toneladas por hectare. Os preços pagos pela uva estão entre R$ 4 e R$ 5 o quilo, comercializadas para vinícolas de diferentes municípios da região serrana e em Santana do Livramento.  Na região de Passo Fundo, psrodutores realizam tratos culturais como limpeza de arredores, roçadas e organizações pós-colheita, além de aplicações de adubos foliares para que as folhas permaneçam o maior tempo possível nas plantas, mantendo-as com vigor para o fortalecimento de ramos e gemas para a próxima safra.

A diminuição rápida da umidade do solo e a grande necessidade de aporte de água pelas plantas provocaram sintomas de déficit hídrico em diversas regiões nas culturas anuais de verão. A colheita da soja avançou na última semana em todo o Estado, chegando em média a 5% da área implantada nessa safra. Outros 24% estão em fase de maturação, 59% em enchimento de grãos, 10% em floração e 2% em germinação e desenvolvimento vegetativo.

A safra de arroz já colhida é de excelente qualidade. A colheita avançou na semana para 26% dos cultivos. Lavouras seguem com boa sanidade no Estado. Outros 51% estão em fase de maturação, 21% em enchimento de grãos e 2% em floração.

 

OLERÍCOLAS

Na região de Santa Rosa, a segunda semana de março foi marcada por tempo seco e ensolarado, sem chuva há mais de 10 dias, obrigando os produtores ao uso mais intenso de irrigação. Essas condições paralisaram os trabalhos nas hortas domésticas, e os agricultores aguardam chuvas para reiniciar os plantios. Assim, os produtores trabalham no manejo das hortas para controle de ervas daninhas, revolvimento e adição de adubo e esterco nos canteiros. Iniciou o preparo do solo das áreas de plantio de alho e cebola, e há dificuldade de encontrar boas sementes de alho no mercado. Somente os cultivos em hortas com irrigação se desenvolvem, o que reduziu novamente a oferta das verduras, elevando o preço no mercado.

 

FRUTÍCOLAS

Na região de Ijuí, as culturas do pêssego e uva em senescência gradual das folhas, seguindo ciclo normal. Término da colheita da laranja Folha Murcha com pequena redução de produtividade. Produtores intensificam o preparo de canteiros e substratos para implantação da cultura do morangueiro. Já na de Soledade, as frutas em colheita nesse período se limitam praticamente ao caqui, bergamota Okitsu e uvas finas Itália e Rubi. Citros seguem em desenvolvimento de frutos; de modo geral, os pomares apresentam boa sanidade. A maioria dos produtores segue cronograma de manejo fitossanitário.

 

BOVINOCULTURA DE CORTE

Apesar da redução das chuvas e da diminuição da disponibilidade de pastagens, os rebanhos de bovinos de corte ainda apresentam bom escore corporal. Segue a temporada de monta em algumas regiões, enquanto que em outras o período reprodutivo já foi finalizado; nestas, os touros foram retirados para que ocorram com maior eficiência todos os manejos subsequentes – diagnóstico de gestação e venda das matrizes a serem descartadas, desmame e venda de terneiros, dentre outros.

 

APICULTURA

Aumentou a atividade dos enxames devido à ocorrência de dias mais secos e com temperaturas amenas e também devido à maior disponibilidade e diversificação das floradas. Tais condições meteorológicas também facilitaram o manejo das colmeias pelos apicultores.







O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.