Chini Centro Auditivo
Cresol Sarandi
Grossi Combustiveis
Cesurg Sarandi
  • Cesurg Sarandi
  • Grossi Combustiveis
  • Cresol Sarandi
  • Chini Centro Auditivo
  • VS Gráfica Expressa
  • Laboratório Sarandi
  • Gostinho Della
  • PróVida
  • Signomar Comércio de Bebidas
  • Cotrisal
  • Dec´s
  • Clínica Estética Vitallitá
  • Taura Auto Peças
  • Teloken Engenharia LTDA
  • Casarotto Imóveis
  • X & Cia
  • Master Informática
  • Farmácia Nossa Senhora de Fátima
  • Consórcio Sarandi
  • Barbearia 84
  • Drággon Artigos Esportivos
  • Rembecker Estruturas Metálicas
  • Milani Corretora de Seguros
  • Fornari Advogados Associados
  • Home
  • Cidades
  • Engenho Velho
  • Engenho Velho - Emater promove Tarde de Campo sobre produção sustentável e atividade leiteira

Engenho Velho - Emater promove Tarde de Campo sobre produção sustentável e atividade leiteira

Na intenção de promover o desenvolvimento da cadeia leiteira do município de Engenho Velho, a Emater/RS-Ascar, com apoio da Prefeitura e do Departamento Municipal da Agricultura, promoveu ontem (26/08) uma Tarde de Campo sobre produção sustentável e atividade leiteira. O evento reuniu cerca de 150 agricultores, na propriedade da família Piran, localizada na Linha Cachoeirinha, interior do município.

A família do agricultor Valdir Piran vive há 60 anos na pequena propriedade. “A gente nasceu e se criou aqui. E o nosso filho, Igor, já pretende buscar uma formação para permanecer no meio rural”, contou orgulhoso o agricultor, que tem o leite como principal atividade. Em 23 hectares, cinco são destinados à pastagem perene. Destes, quatro contam com irrigação. Com o plantel de 19 animais em lactação, a família produz mensalmente de 11 a 12 mil litros de leite.

A propriedade dos Piran é exemplo e se destaca na produção para subsistência. Segundo a agricultora, Cleuza Piran, praticamente tudo o que a família consome é fruto de seu próprio trabalho. Para incentivar a produção de subsistência a primeira estação da Tarde de Campo fez referência à Campanha Regional Produza seu Alimento, Colha Saúde, promovida pela Emater/RS-Ascar, nos 42 municípios da região administrativa de Frederico Westphalen.

A extensionista da área social da Emater/RS-Ascar em Rondinha, Ana Paula Vargas, explicou sobre a campanha, incentivando o cultivo e consumo da batata-doce. A extensionista fez a demonstração das formas de cultivo e o manejo adequado para uma boa produção do tubérculo, bem como descreveu algumas das inúmeras possibilidades para seu consumo. “A batata-doce é um dos produtos que a campanha incentiva para a produção e consumo das famílias. É uma produção viável economicamente e agrega pelo benefício que traz à saúde”, destacou.

Entrando especificamente na atividade leiteira, uma das estações tratou sobre o uso de plantas medicinais no rebanho. O tema foi trabalhado pela extensionista da área social da Emater/RS-Ascar em Chapada, Odete Finck, que deixou dicas e informações aos agricultores de algumas plantas que colaboram com a atividade láctea. Odete apresentou receitas de tinturas de plantas bactericidas, que são usadas no processo de pré e pós-dipping, e também de uma pomada anti-inflamatória. “As plantas medicinais são uma alternativa natural, facilmente encontradas na propriedade rural. Além disso, reduzem custos de produção, diminuem os riscos de contaminação e valorizam o conhecimento e resgatam a memória de identificação de usos e costumes locais”, enfatizou.

O médico veterinário da Cooperativa de Produção Agropecuária de Constantina (Coopac), Douglas Castro Rathke, falou sobre nutrição animal, ensinando aos agricultores o cálculo para saber a necessidade alimentar de cada animal. Na sequência, o técnico em agropecuária da Emater/RS-Ascar em Constantina, Aldoir Ott, abordou o uso de pastagens perenes e o benefício da produção de leite à base de pasto para a pequena propriedade.

O uso de irrigação nas pastagens foi tema trabalhado pelo engenheiro agrônomo da Emater/RS-Ascar em Palmeira das Missões, Felipe Lorensini. “O produtor deve pensar na irrigação como um insumo para produção leiteira, assim como é o adubo. A irrigação serve para aumentar o potencial produtivo e gera estabilidade à produção, sem grandes riscos em períodos de estiagem”, explicou. Segundo ele, a tendência nesse setor é a implantação de sistemas fixos e automatizados, o que facilita a mão de obra e permite ao agricultor planejar a oferta de forragem, garantindo pasto o ano todo.

Para encerrar, os pesquisadores da Embrapa, Renato Fontanelli e Henrique Pereira dos Santos, destacaram os benefícios do uso do trigo duplo propósito na atividade leiteira. Os pesquisadores salientaram o excelente afilhamento, o longo período vegetativo, elevado rendimento e concentração de matéria seca, grão com alto PH, entre outros benefícios para o cultivo da espécie.

A Tarde de Campo de Engenho Velho contou com a participação do vice-prefeito, Paulo André Dal Alba, do chefe do Departamento Municipal da Agricultura, Eloir Gallina, e do gerente do escritório regional da Emater/RS-Ascar de Frederico Westphalen, Francisco Frizzo.

unnamed

Por Marcela Buzatto

 

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e  fique informado sobre as notícias da região.

rodape diario


CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

  • Estação Fitness
  • Drago Restaurante e Pizzaria
  • SCT Construtora e Incorporadora LTDA
  • Eficaz
  • Confecções Helenice
  • Revista Spelho