Chini Centro Auditivo
Cresol Sarandi
Cesurg Sarandi
Grossi Combustiveis
  • Grossi Combustiveis
  • Chini Centro Auditivo
  • Cesurg Sarandi
  • Cresol Sarandi
  • Master Informática
  • Taura Auto Peças
  • Consórcio Sarandi
  • Signomar Comércio de Bebidas
  • Casarotto Imóveis
  • Cotrisal
  • Milani Corretora de Seguros
  • Teloken Engenharia LTDA
  • Barbearia 84
  • Fornari Advogados Associados
  • X & Cia
  • PróVida
  • Dec´s
  • Farmácia Nossa Senhora de Fátima
  • VS Gráfica Expressa
  • Gostinho Della
  • Rembecker Estruturas Metálicas
  • Drággon Artigos Esportivos
  • Clínica Estética Vitallitá
  • Laboratório Sarandi

Palmeira das Missões - 30° Carijo: Noite para relembrar

Retrospectiva 30 anos: As 29 canções vencedoras foram relembradas emocionando o público presente.

       001212amed 4A noite do dia 28 de maio foi a mais especial do 30º Carijo da Canção Gaúcha e aqueceu os corações palmeirenses, apesar do frio e do mal tempo que tem se prolongado desde o seu início. Nesta noite, o Troféu Pé no Chão trouxe ao palco principal do Carijo as 29 composições campeãs que marcaram a história do festival.

      A canção que deu abertura aos trabalhos da noite foi a primeira campeã, intitulada “Avô Gaiteiro”. Durante as apresentações foi possível perceber a emoção dos intérpretes, bem como do público.  João Quintana Vieira, o maior vencedor da história do Carijo, interpretou cinco músicas campeãs. Para ele o segredo de ser tantas vezes vitorioso é ter respeito pelo festival. “Não existe fórmula para ser campeão. O segredo para ser Carijo é ter respeito com este festival”, ressaltou Quintana.

       Em uma de suas apresentações ele chamou ao palco o prefeito Eduardo Russomano Freire e o vice- prefeito, também presidente do 30º Carijo da Canção Gaúcha, Delfino Suzano Junior para entregar a bandeira do município de Uruguaiana. Conforme o prefeito municipal “a história desses grandes homens, desses grandes artistas do Rio Grande do Sul se confunde com a nossa história, com a história de Palmeira das Missões, com a história do Carijo da Canção”, afirmou o prefeito.

      Entre as canções que animaram ao público presente no Parque de Exposições destacaram-se “Prosa dos Lenços”, “A Outra Face de um Rude Peão”, “Quem São Eles” e “Avô Gateiro”. Outro destaque da noite foi a música “Os Bravos da Palmeira” interpretada por Jean Kirchoff e Ita Cunha. Os intérpretes subiram ao palco como os provisórios de 23 entoando o verso: “pé com palha, pé sem palha”.   

      No decorrer das apresentações os narradores Liliana Cardoso e Zeca Amaral relataram, de forma primorosa, acontecimentos marcante do contexto história mundial, que permeou o ano de cada uma das edições do festival. Momentos como a adesão do Plano Real, em 1994, a conquista do primeiro título da Libertadores pelo Sport Clube Internacional, em 2006 e a eleição do primeiro presidente negro nos Estados Unidos, em 2008, foram relembrados.

       Marcaram presença no evento autoridades importantes, entre eles o Deputado Estadual, também presidente em exercício da Assembleia Legislativa, Edgar Pretto e o secretário Estadual de Educação, Vieira da Cunha.  O secretário destacou que o Carijo já se firmou como um dos principais eventos culturais do calendário do Rio Grande do Sul.

  A canção que se tornou símbolo para Palmeira das Missões

       Walter Moraes é um dos personagens mais marcantes da história do Carijo da Canção Gaúcha. O cantor, que é filho da “Vilinha”, interpretou a música “Minha Terra da Palmeira”, de autoria de Salvador Lamberty. A música tornou-se um “hino” para a cidade e quando entoada faz o público cantar junto com o intérprete o verso:

 “Eu tenho orgulho de ser da Palmeira

 Terra missioneira que eu amo e bem digo

 Em cada Carijo o verde tesouro

 Coxilhas de ouro, de soja e de trigo”      

  

      Segundo Walter, o sentimento de ver a receptividade do público é único. “É um trabalho que a gente faz com tanto carinho, mas não imagina a dimensão que isso pode ter”, afirmou Moraes.

      A composição já tem quase 15 anos e ainda continua fazendo sucesso. “O povo já tinha adotado essa música em 2001. Era como se eles falassem pra mim, me dá aqui Walter que essa música é nossa”. Ao final da apresentação, Walter Moraes foi homenageado juntamente com o compositor - Salvador Lamberty, recebendo o certificado de Honra ao Mérito.

Fotos: Carine Zandoná, Vanessa Harlos, Roselle dos Santos, Amanda Bittencourt e Priscila Devens / Imprensa Carijo

DiárioRS

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e  fique informado sobre as notícias da região.

rodape diario


CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

  • Eficaz
  • Drago Restaurante e Pizzaria
  • Revista Spelho
  • Confecções Helenice
  • SCT Construtora e Incorporadora LTDA
  • Estação Fitness