Grossi Combustiveis
Follow - Liv - G8 Pub
Cesurg Sarandi
Cresol Sarandi
  • Cresol Sarandi
  • Cesurg Sarandi
  • Follow - Liv - G8 Pub
  • Grossi Combustiveis
  • Casarotto Imóveis
  • VS Gráfica Expressa
  • Gostinho Della
  • Rômulo De Cezaro
  • Taura Auto Peças
  • Teloken Engenharia LTDA
  • X & Cia
  • Milani Corretora de Seguros
  • Cotrisal
  • Drággon Artigos Esportivos
  • ZF Colchões Bio Magistral
  • Nina Comunicação Visual
  • Barbearia 84
  • Laboratório Sarandi
  • Restaurante 4 Ases
  • Clínica Estética Vitallitá
  • Farmácia Nossa Senhora de Fátima
  • Sicredi
  • Rembecker Estruturas Metálicas
  • Bortoluzzi Odontologia
  • Signomar Comércio de Bebidas
  • Home
  • Cidades
  • Ronda Alta
  • Ronda Alta - Método da compostagem domiciliar é apresentado aos grupos de Terceira idade

Ronda Alta - Método da compostagem domiciliar é apresentado aos grupos de Terceira idade

 

composteira O descarte incorreto do lixo é uma das maiores preocupações quando nos referimos à preservação do meio ambiente. Para se ter uma ideia, em Ronda Alta são produzidas, mensalmente, aproximadamente 130 toneladas de resíduos, que são encaminhadas ao CONIGEPU (Consórcio Intermunicipal de Cooperação em Gestão), em Trindade do Sul.

O município já vem realizando a coleta seletiva de resíduos, que consiste na separação do lixo seco (que pode ser reciclado), e lixo orgânico (que será depositado nos aterros sanitários). Esta ação visa conscientizar a população, da responsabilidade individual e coletiva para a separação do lixo produzido. Mesmo assim, busca-se cada vez mais soluções que visem a redução, reutilização e reciclagem, ações viáveis e eficientes nos aspectos sociais, econômicos e ambientais.

Uma das saídas encontradas para a redução da quantidade de lixo encaminhada ao aterro é a adoção do método da compostagem domiciliar, técnica que já foi implantada nas escolas e agora está sendo apresentada aos grupos da Terceira Idade, durante os encontros mensais.

O trabalho vem sendo desenvolvido pela Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, através do Secretário Leandro Orbach, e da EMATER, com a extensionista Marli Bernardi.

O que é compostagem doméstica?

O lixo orgânico produzido nas residências é colocado em recipientes adequados de forma que ocorra a sua decomposição. Após o período aproximado de 60 dias esta matéria se transforma em adubo orgânico. Trata-se de um processo simples, barato e sustentável, que implica na redução dos resíduos domésticos que seriam encaminhados ao aterro sanitário. Pode ser adotado por qualquer pessoa, mesmo que resida em apartamento ou tenha terreno pequeno.

Como fazer a composteira direto no solo?

1º) pegue o recipiente adequado, com tampa (veja a foto).

2º) corte o fundo.

3º) faça um buraco no solo que tenha o mesmo diâmetro do recipiente e enterre-o de forma que fique uns 10 cm pra fora.

Está pronta! Agora é só descartar o lixo orgânico (restos de comida, cascas de frutas, legumes, erva-mate) dentro da composteira. Após encher o recipiente, abra um novo buraco e reinicie o processo.

O meio ambiente agradece!

Você também pode fazer parte deste processo. Informe-se na Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, através no telefone 3364-5900, ou na EMATER, telefone 3364-1444.

 

Sílvia Dóro/AIP


CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

  • Lancheria Grenal do Tainha
  • Drago Restaurante e Pizzaria
  • Eficaz
  • Estação Fitness
  • Revista Spelho
  • SCT Construtora e Incorporadora LTDA
  • Vimesq
  • Confecções Helenice