Cesurg Sarandi
Follow - Liv - G8 Pub
Cresol Sarandi
Grossi Combustiveis
  • Cesurg Sarandi
  • Follow - Liv - G8 Pub
  • Grossi Combustiveis
  • Cresol Sarandi
  • Rômulo De Cezaro
  • Bortoluzzi Odontologia
  • Gostinho Della
  • VS Gráfica Expressa
  • Barbearia 84
  • Stamp Personalizados
  • Nina Comunicação Visual
  • X & Cia
  • Cotrisal
  • Spyder
  • Clínica Estética Vitallitá
  • Signomar Comércio de Bebidas
  • Milani Corretora de Seguros
  • Laboratório Sarandi
  • Taura Auto Peças
  • Restaurante 4 Ases
  • Sicredi
  • ZF Colchões Bio Magistral
  • Drággon Artigos Esportivos
  • Farmácia Nossa Senhora de Fátima
  • Casarotto Imóveis
  • Rembecker Estruturas Metálicas
  • Teloken Engenharia LTDA
  • Home
  • Cidades
  • Sarandi
  • Sarandi - Ex-judoca campeão mundial fala sobre educação física nas escolas

Siga nossa página

Sarandi - Ex-judoca campeão mundial fala sobre educação física nas escolas

Entrevista foi á Rádio Sarandi

O ano era 1988, o mesmo do primeiro ouro olímpico do judô do Brasil, com Aurélio Miguel, e João vestiu quimono e iniciou a prática da arte marcial, já tendo Antônio Carlos Pereira, o Kiko, como professor, na escola estadual Rio Branco. O sensei logo percebeu o potencial naquele guri e o levou para treinar na Sogipa, onde também dava aulas. Aí começou uma carreira de sucesso.

Em todas as idades, João foi vencendo adversários e somando títulos. A Seleção Brasileira tornou-se uma rotina. Em 2000, na Tunísia, João Derly conquistou o Mundial sub-20. Levar o Brasil ao pódio mundo afora passou a ser algo costumeiro para esse gaúcho de 1,64m de altura.

Cinco anos mais tarde, João escreveu para sempre seu nome na história do esporte brasileiro. Em uma campanha memorável, chegou à final do Campeonato Mundial de 2005. O rival era ninguém menos que o japonês Masato Uchishiba, o então campeão olímpico.

O currículo, porém, não pesou e o gaúcho que começou no judô para vencer a asma aplicou um ippon e sagrou-se o primeiro brasileiro campeão mundial. A façanha lhe rendeu o reconhecimento do COB, que o elegeu o melhor atleta brasileiro, considerando todas as modalidades, daquele inesquecível ano.

O desempenho que já era histórico melhorou nos torneios seguintes e João Derly alcançou o auge da sua carreira em 2007. Num espaço de três meses, ele conquistou o ouro nos Jogos Pan-Americanos e o bi do Mundial – façanha até hoje não repetida por um judoca brasileiro –, ambos no Rio. No ano seguinte, disputou os Jogos Olímpicos de Pequim. Ouça a entrevista pelo repórter José Leal.

Por Central de Conteúdo Unidade Sarandi

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

  • Estação Fitness
  • Drago Restaurante e Pizzaria
  • Confecções Helenice
  • Eficaz
  • SCT Construtora e Incorporadora LTDA
  • Revista Spelho
  • Lancheria Grenal do Tainha
  • Vimesq