Follow - Liv - G8 Pub
Cesurg Sarandi
Grossi Combustiveis
Cresol Sarandi
  • Grossi Combustiveis
  • Follow - Liv - G8 Pub
  • Cesurg Sarandi
  • Cresol Sarandi
  • Restaurante 4 Ases
  • Nina Comunicação Visual
  • Stamp Personalizados
  • Casarotto Imóveis
  • Teloken Engenharia LTDA
  • Drággon Artigos Esportivos
  • Signomar Comércio de Bebidas
  • Laboratório Sarandi
  • Spyder
  • Taura Auto Peças
  • Cotrisal
  • Sicredi
  • Farmácia Nossa Senhora de Fátima
  • Clínica Estética Vitallitá
  • Rembecker Estruturas Metálicas
  • Bortoluzzi Odontologia
  • Milani Corretora de Seguros
  • Barbearia 84
  • ZF Colchões Bio Magistral
  • Gostinho Della
  • VS Gráfica Expressa
  • X & Cia
  • Rômulo De Cezaro
  • Home
  • Cidades
  • Sarandi
  • Sarandi - Programa “O Rotary e a comunidade”, da Rádio Minuano FM - Sarandi/RS

Siga nossa página

Sarandi - Programa “O Rotary e a comunidade”, da Rádio Minuano FM - Sarandi/RS

 

sarandi 07 11 16 rotaryNo último sábado, dia 05 de novembro de 2016, das 10 às 11 horas  o Programa ‘O Rotary e a Comunidade’ na Rádio Minuano FM 104.9 de Sarandi, apresentado por Fernando Luiz Concatto e Justino Pasquetti, recebeu, como convidado, o Capitão do Exército RUDI RUBENS WEBER, que é Delegado da 14ª Delegacia de Serviço Militar, sediada em Sarandi-Rs. Na ocasião o Cap Weber deu a notícia, em primeira mão, de que a delegacia por ele chefiada será extinta em 01 de dezembro próximo. Disse que o fechamento dessa delegacia e das demais deve-se a uma nova reestruturação do Exército Brasileiro no que se refere ao Serviço Militar. Na nova sistemática os jovens que completarem 18 anos em 2017 deverão fazer seu alistamento, online (www.alistamento.eb.mil.br), no período de 02 Janeiro a 30 Junho de 2017. Para aqueles que não possuem computador ou impressora na sua residência, devem procurar a Junta de Serviço Militar (JSM) de seu município para efetuar o alistamento. Em Sarandi a JSM está localizada na ria Ignácio Giordani, nº 1983, no térreo da Academia Korpore.

Numa conversa bem dinâmica o capitão nos falou que é natural de Não Me Toque-RS, que é oriundo de uma família de agricultores e que ingressou no Exército (29º Grupo de Artilharia de Campanha - Cruz Alta/RS), como a grande maioria dos militares de carreira, ou seja, pelo alistamento militar, realizado junto com sua classe, em 1961. Para os jovens, de ambos os sexos, concludentes do Ensino Médio ou que estejam cursando o último ano, que desejarem ingressar na carreira militar, devem acessar o sitio do Exército (www.eb.mil.br) e se inscrever na escola militar desejada, observados os períodos de inscrição previsto em edital específico. Normalmente, o jovem, assim como o Cap Weber, procura a EsSA (Três Corações/MG) que forma os sargentos de carreira, podendo alcançar até o posto de capitão, ou a EsPCEx (Campinas/SP), que viabiliza a formação dos oficiais de carreira, podendo chegar até o último posto que é General-de-Exército.

Os apresentadores ficaram impressionados com os relatos do capitão acerca do vida do militar na Amazônia que, segundo Weber, é uma vida de sacrifícios a que a família do militar também é submetida. Disse que na região de fronteira que compreende mais de 5.000 km e 7 países, não existe presença do estado e que é o Exército, através de seus militares, que presta socorro e assistência aos ribeirinhos e população indígena. O capitão é profundo conhecedor dessa região porque morou em Manaus/AM, por 3 anos, tendo participado de várias manobras em áreas do Alto Solimões, Alto Rio Negro e regiões de fronteira, onde existem graves problemas de contaminação da Febre Amarela, Leishmaniose, Malária e Dengue, todas transmitidas por mosquito.

No prosseguimento da entrevista o capitão nos falou que fez inúmeras palestras nas escolas e comunidade da sua área de atuação que compreende 21 municípios. Em todas elas e resultado foi muito positivo. Disse que o reflexo disso pode ser percebido no número de jovens que são voluntários para a prestação do Serviço Militar Obrigatório que saltou de 14 para mais de 40%.

O orgulhoso capitão, que já tem mais de 36 anos de efetivo serviço, nos transmitiu a ideia de que a carreira militar é muito boa, que permite inúmeras transferências e, consequentemente, o conhecimento do todo território brasileiro, além de oferecer inúmeros cursos nacionais e internacionais. Disse que o Exército também desenvolve Ações Cívico Sociais (ACISO) em todo o Brasil, quando se estabelece em algum município, oferecendo atendimento médico e odontológico gratuitamente a população. Segundo ele, a Engenharia de Exército, como ações secundárias da Força Terrestre, tem feito inúmeras obras nas áreas de infraestrutura, principalmente, na construção/recuperação de portos, aeroportos e rodovias. Nessas ações, o Exército, normalmente, tem realizado as obras com prazo inferior ao estabelecido em cronograma e com restituição de recursos aos cofres da união. Para se ter uma ideia, a parte que coube ao Exército na Transposição do Rio São Francisco, na região de Cabrobó e Belém do São Francisco-PE, foi concluída no prazo estabelecido. O capitão visitou essas obras quando foi Assistente do Comandante Militar do Nordeste, com sede em Recife/PE. As demais empreiteiras ainda estão buscando aditivos contratuais nos trechos em que foram vencedoras ou, simplesmente, desistiram do projeto.

O Cap Weber colocou-se à disposição dos interessados na sua delegacia ou pelo telefone 3361 1075.

Por Fernando Luiz Concatto


CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

  • Estação Fitness
  • Confecções Helenice
  • SCT Construtora e Incorporadora LTDA
  • Revista Spelho
  • Drago Restaurante e Pizzaria
  • Vimesq
  • Eficaz