Cresol Sarandi
Cesurg Sarandi
Follow - Liv - G8 Pub
Grossi Combustiveis
  • Grossi Combustiveis
  • Follow - Liv - G8 Pub
  • Cresol Sarandi
  • Cesurg Sarandi
  • Clínica Estética Vitallitá
  • Nina Comunicação Visual
  • Teloken Engenharia LTDA
  • Taura Auto Peças
  • Farmácia Nossa Senhora de Fátima
  • Cotrisal
  • Milani Corretora de Seguros
  • Spyder
  • Rômulo De Cezaro
  • Laboratório Sarandi
  • VS Gráfica Expressa
  • Casarotto Imóveis
  • Stamp Personalizados
  • Drággon Artigos Esportivos
  • Rembecker Estruturas Metálicas
  • Signomar Comércio de Bebidas
  • Bortoluzzi Odontologia
  • Restaurante 4 Ases
  • Barbearia 84
  • Sicredi
  • X & Cia
  • Gostinho Della
  • ZF Colchões Bio Magistral
  • Home
  • Cidades
  • Sarandi
  • Sarandi - Bons tempos do Cine Guarany

Siga nossa página

Sarandi - Bons tempos do Cine Guarany

 

Cine Guarany.

Entre as décadas de 1960 e 1980  tive a oportunidade de viver  parte da história de Sarandi contada nas cadeiras do Cine Guarany, o cinema de Sarandi.

Boas lembranças  dos filmes do Teixeirinha que ficavam em cartaz por até dez dias pois era muita a frequência  que os proprietários organizavam as sessões por cidade. Cada cidade da região organizada excursões para vir no dia marcado. Assim foi também com os poucos filmes do também cantor  José Mendes. 

O cinema ficava lotado também  nos filmes de “ bang bang  “, os filmes de Jango E “ Ringo” . Eram as maiores lotações do cinema na época, esses filmes também  ficavam em cartaz por semanas devido á lotação.

Alguns personagens marcaram a história do cinema, entre eles, “  Ulisses” que era o “ lanterninha” do cinema, . Caminhava entre as cadeiras para cuidar quem batia os pés nas cadeiras da frente e quem  atrapalhava a exibição, sempre com uma lanterna para identificar quem perturbava. Outro personagem que marcou foi o “ Cigano”, era encarregado pela exibição dos filmes e sempre que  ocorria algum problema, como arrebentar a fita e interromper a exibição, ele entrava aos gritos na sela de exibição.

Um dos proprietários, “ Carlinhos”, Carlos Rushell , também  marcou na história do cinema.  Permanecia nas portas de entrada(eram duas para a sala de exibição) para tentar identificar alguém que já tiesse sido identificado perturbando as exibições e sempre que havia alguma interrupção devido á  rompimento da fita, ele também  entrava aos gritos no cinema e mandava acender todas as luzes ameaçando  interromper a exibição do filme.

 No  “mesanino” , ou a parte no alto na entrada  da sala de exibição,na Avenida 7 de Setembro,  onde as cadeiras eram com estofamento, só era permitido entrar acompanhado, ou, casais.  Para acessar áquele local,  combinávamos na aula durante a semana quem iria no cinema para marcar encontro para  apenas passar pelo controle e subir acompanhado para ver os filmes em melhores acomodações.

Alem dos filmes de Teixeirinha, Jose Mendes . Ringo  e Jango, outros filmes que lotavam o cinema eram os filmes do Bruce Lee, precursor dos filmes de lutas marciais no cinema.

Além  dos filmes, o cinema era palco de apresentações de musica, teatro e programações  organizadas pela prefeitura. A ultima apresentação de artistas no cinema foi de Neto Fagundes quando sua musica “ Canto Alegretense” estava no auge do sucesso. Poucas pessoas foram assistir ao show.

Na época, ainda jovens, cada cena onde o “ mocinho” vencia o “ bandido” batíamos com os pés no chão fazendo um barulho enorme, isso irritava o “ Ulisses e o “ Carlinhos” bem como quando constantamente a fita do filme estourava, arrebentava, a plateia, em protesto, batia com os pés no chão fazendo muito barulho pois o chão era assoalho de madeira.

O fechamento do cinema, como na maioria das cidades, ocorreu com o advento dos filmes em fita de WHS e aparelhos mais tarde  transformados em  DVD.

Mesmo com uma história marcante na trajetória de Sarandi, o cinema fechou e o prédio está se deteriorando. Hoje, propriedade de um empresário, o prédio  poderia ter sido transoforfmado em  sala de exibições, centro de convenções , palestras e apresentações. Lamentavelmente não sensibilizou as autoridades municipais que poderiam tombar como patrimônio histórico, comprar ou desapropriar pelo interesse público.

 

Digitalizar0228

 

Jose Leal

 

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

  • Vimesq
  • Revista Spelho
  • SCT Construtora e Incorporadora LTDA
  • Estação Fitness
  • Confecções Helenice
  • Drago Restaurante e Pizzaria
  • Eficaz
IMG 20191117 WA0058 500x500