Follow - Liv - G8 Pub
Cesurg Sarandi
Cresol Sarandi
Grossi Combustiveis
  • Follow - Liv - G8 Pub
  • Grossi Combustiveis
  • Cresol Sarandi
  • Cesurg Sarandi
  • Clínica Estética Vitallitá
  • Signomar Comércio de Bebidas
  • Taura Auto Peças
  • Restaurante 4 Ases
  • Stamp Personalizados
  • Farmácia Nossa Senhora de Fátima
  • Gostinho Della
  • Cotrisal
  • Rômulo De Cezaro
  • VS Gráfica Expressa
  • Nina Comunicação Visual
  • Laboratório Sarandi
  • Drággon Artigos Esportivos
  • Sicredi
  • Spyder
  • Teloken Engenharia LTDA
  • Casarotto Imóveis
  • Bortoluzzi Odontologia
  • Barbearia 84
  • X & Cia
  • ZF Colchões Bio Magistral
  • Milani Corretora de Seguros
  • Rembecker Estruturas Metálicas
  • Home
  • Cidades
  • Sarandi
  • Sarandi - O despertar técnico dos agricultores para a importância do Dia Nacional dos Solos

Siga nossa página

Sarandi - O despertar técnico dos agricultores para a importância do Dia Nacional dos Solos

 

Um solo bem manejado pode sofrer menos com as estiagens, ou com o excesso de chuvas, permite com isto, maior estabilidade às safras. Uma prova é a diferença de produtividade da soja ou do milho visto nesta última safra, onde o bom manejo do solo mostrou lavouras localizadas próximas,  que obtiveram produtividades muito diferentes.

A utilização de práticas que evitem a compactação do solo, corrijam a condição química do solo, construam condição biológica e física apropriadas é fundamental para termos solos férteis. Para isto, várias práticas são necessárias, como a utilização de plantas de cobertura para produzir até 10 ton de palha/ hectare / por ano, segundo dados da Embrapa, num sistema de rotação de cultivos apropriado a cada agricultor e ao mercado;  a construção  terraços para ajudar a segurar a erosão hídrica que não consegue infiltrar em dias de chuvaradas, em solos compactados e mais declivosos; a adubação química ou orgânica realizada de acordo com a análise de solo; a utilização de sulcador na linha de plantio do milho, soja , para ajudar a penetração das raízes dos cultivos anuais, em maior profundidade; a proteção da superfície do solo da chuva e do sol com cultivos ou resíduos de plantas, nos 12 meses do ano

As pastagens perenes, cultivadas pelos os produtores de leite, protegem superfície do solo  12 meses por ano, também são importantes para a conservação do solo agrícola.

Para os produtores de leite, há recomendações especiais, como: o não  uso de grades de disco para a cobertura de sementes das forrageiras de ciclo anuais de verão e inverno, pois este equipamento destrói a estrutura do solo, aumentando a compactação e a erosão, sendo um problema em alguns municípios da Região.  É melhor a utilização de plantadeiras de cereais de inverno,  para a realização do plantio e semeadura das forrageiras de ciclo anual, tanto no inverno, quanto no verão, inclusive em sobressemeadura no inverno sobre gramíneas perenes como a Tifton, utilizando a aveia ou trigo duplo propósito.

A produção de silagem de planta inteira de milho, realizada pela grande maioria dos produtores de leite, retira toda a palha da área. Para solucionar este problema, recomendamos a rotação de área onde se cultiva o milho para a silagem, ou para aqueles agricultores que dispõe de pouca área, para cultivo de silagem, recomendamos o plantio de milho no cedo com cultivares de alta produtividade, com boa adubação, objetivando produzir toda a silagem no cedo, deixando a área no período da safrinha para produzir palha, com plantio de sorgo ou aveia de verão, por exemplo, para pastoreio e produção de palha através do último rebrote.

Evitar a colheita do milho para silagem com solo úmido, é outra prática recomendada para evitar a compactação dos solos agrícolas, pelos produtores de leite. O plantio no cedo do milho para silagem de planta inteira permite a colheita em janeiro, facilitando colher com solo seco e evitar a compactação dos solos. É outra vantagem deste sistema de produção de silagem somente no cedo.

É bom estarmos cientes que um solo agrícola compactado não permite a boa infiltração de água no solo, nem das raízes, quando as plantas precisarem de água, não estará lá para irrigar os cultivos, e nem as raízes penetrarão mais profundamente para buscar a água, o que aumenta os prejuízos em períodos secos, diminuindo a produtividade das culturas, a renda dos agricultores e a riqueza que circularia no município e região.

Amigo agricultor, por isto, devemos realizar as práticas de conservação da fertilidade dos solos agrícolas, a retribuição será sentida nas safras, também por isto,  comemoramos o Dia Nacional dos Solos, no dia 15 de abril, de todos os anos.

Uma boa safra sempre depende da Conservação de Solo, e isto, cabe a quem o cultiva e vive dele, hoje.

As futuras gerações e a população urbana agradecem!

Orientações técnicas para a correta coleta de amostras de solo para análise ou interpretação de análise de solo para adubação das diversas culturas, a demarcação de terraços ou orientações para a descompactação das áreas que sofrem erosão, o planejamento da rotação de culturas nos diferentes sistemas de produção e outras questões referentes a conservação e solo, podem procurar o Escritório da EMATER de seu município.

 

solo

 

Emater-RS/Ascar de Sarandi

 


CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

  • Vimesq
  • Revista Spelho
  • Eficaz
  • Confecções Helenice
  • Estação Fitness
  • SCT Construtora e Incorporadora LTDA
  • Drago Restaurante e Pizzaria