Cresol Sarandi
Cesurg Sarandi
Grossi Combustiveis
Follow - Liv - G8 Pub
  • Follow - Liv - G8 Pub
  • Grossi Combustiveis
  • Cresol Sarandi
  • Cesurg Sarandi
  • Rômulo De Cezaro
  • Bortoluzzi Odontologia
  • Barbearia 84
  • Sicredi
  • Taura Auto Peças
  • Teloken Engenharia LTDA
  • Gostinho Della
  • Cotrisal
  • Restaurante 4 Ases
  • Farmácia Nossa Senhora de Fátima
  • Signomar Comércio de Bebidas
  • Clínica Estética Vitallitá
  • Rembecker Estruturas Metálicas
  • VS Gráfica Expressa
  • Milani Corretora de Seguros
  • Laboratório Sarandi
  • Nina Comunicação Visual
  • Casarotto Imóveis
  • ZF Colchões Bio Magistral
  • X & Cia
  • Drággon Artigos Esportivos
  • Home
  • Cidades
  • Sarandi
  • Sarandi - Situação de cães abandonados é discutida entre Asapa e prefeitura

Siga nossa página

Sarandi - Situação de cães abandonados é discutida entre Asapa e prefeitura

Um problema que se agrava em Sarandi a já toma proporções preocupantes é o aumento de cães abandonados nas ruas. Para abrigar, tratar e mais tarde doar esse animais um grupo de voluntários criou a Associação Sarandiense de Amigos e Protetores dos Animais, Asapa.

Esse foi o tema do programa Dito e Feito na Radio Sarandi no dia 11 de maio com a presença de Samara Baum representante da Asapa e do prefeito em exercício Volmir Grando. Samara disse que a Asapa , hoje com registro como ONG, Organização Não Governamental,  mas ainda sem um local apropriado para abrigar os animais,  está mantendo os animais recolhidos nas casas dos voluntários, devido a essa dificuldade, hoje somente estão sendo recolhidos animais em situação de risco, filhotes, idosos, feridos, machucados ou fêmeas prenhas. Atualmente estão sendo cuidados em média mais de trinta cães.

Samara revela que mensalmente a Asapa tem um gasto aproximado de dois mil reais somente com alimentação e medicamentos básicos mas quando ocorrem casos mais graves, como atropelamento, os animais são levados para Passo Fundo em casos de cirurgia, nessas situações o custo eleva-se muito devido á viagem, exames e radiografias.

Samara Baum reclama das criticas que a entidade recebe quando não pode atender alguns chamados e explica que todos os membros da Asapa são voluntáros  e tem suas atividades profissionais, ela aproveita para agradecer os serviços profissionais  de médicos veterinários que colaboram com a entidade, especialmente a colaboração da prefeitura que cede a medica veterinária, porem, Samara mostra-se indignada com algumas pessoas que recolhem animais e deixam com os membros da Asapa “ e vão para casa dormir tranquilas, não sabem que não temos renda e recursos para ajudar tantos animais “, ela acrescenta que os voluntários limpam canis, alimentam e cuidam dos animais após o trabalho e nos finais de semana.

O vice prefeito, que estava no cargo de prefeito no dia da entrevista, reconheceu o trabalho da Asapa e também reclama das pessoas que abandonam animais nas ruas, o vice prefeito exemplifica afirmando, “ ninguém pode abandonar um cachorro na rua e querer que a Asapa cuide, é como uma mãe abandonar um filho na rua e querer que os outros cuidem , cada um deve ter a sua responsabilidade disse Volmir Grando   .

O vice prefeito explica que outro problema causado pelos cães abandonados está relacionado ao lixo que é remexido e espalhado pelos animais, Grando lembra  que há horário para se colocado o luxo na lixeira e também de recolhimento, “ cada um deve fazer a sua parte, não achar que a associação ou a prefeitura vão resolver tudo, é preciso parar de pensar que a solução é dos outros , é preciso colaborar e assumir que o município é de todos”.

Samara pede a colaboração da população  para que se não for possível abrigar animais abandonados, que as pessoas alimentem esses animais , ela alerta também para os casos de envenenamento de animais que ocorrem em Sarandi, ela justifica que, ! se isto está ocorrendo é por que alguém está vendendo o veneno que é proibido”.

Volimir Grando admitiu que não adiantaria naquela ocasião uma solução para o problema dos animais abandonados, especialmente cães, que não pudesse ser concretizada mas reconhece que uma solução deve ser encontrada em conjunto entre a Asapa e a prefeitura.

Um problema que se agrava em Sarandi a já toma proporções preocupantes é o aumento de cães abandonados nas ruas. Para abrigar, tratar e mais tarde doar esse animais um grupo de voluntários criou a Associação Sarandiense de Amigos e Protetores dos Animais, Asapa.

Esse foi o tema do programa Dito e Feito na Radio Sarandi no dia 11 de maio com a presença de Samara Baum representante da Asapa e do prefeito em exercício Volmir Grando. Samara disse que a Asapa , hoje com registro como ONG, Organização Não Governamental,  mas ainda sem um local apropriado para abrigar os animais,  está mantendo os animais recolhidos nas casas dos voluntários, devido a essa dificuldade, hoje somente estão sendo recolhidos animais em situação de risco, filhotes, idosos, feridos, machucados ou fêmeas prenhas. Atualmente estão sendo cuidados em média mais de trinta cães.

Samara revela que mensalmente a Asapa tem um gasto aproximado de dois mil reais somente com alimentação e medicamentos básicos mas quando ocorrem casos mais graves, como atropelamento, os animais são levados para Passo Fundo em casos de cirurgia, nessas situações o custo eleva-se muito devido á viagem, exames e radiografias.

Samara Baum reclama das criticas que a entidade recebe quando não pode atender alguns chamados e explica que todos os membros da Asapa são volu8ntáros  e tem suas atividades profissionais, ela aproveita para agradecer os serviços profissionais  de médicos veterinários que colaboram com a entidade, especialmente a colaboração da prefeitura que cede a medica veterinária, porem, Samara mostra-se indignada com algumas pessoas que recolhem animais e deixam com os membros da Asapa “ e vão para casa dormir tranquilas, não sabem que não temos renda e recursos para ajudar tantos animais “, ela acrescenta que os voluntários limpam canis, alimentam e cuidam dos animais após o trabalho e nos finais de semana.

O vice prefeito, que estava no cargo de prefeito no dia da entrevista, reconheceu o trabalho da Asapa e também reclama das pessoas que abandonam animais nas ruas, o vice prefeito exemplifica afirmando, “ ninguém pode abandonar um cachorro na rua e querer que a Asapa cuide, é como uma mãe abandonar um filho na rua e querer que os outros cuidem , cada um deve ter a sua responsabilidade disse Volmir Grando   .

O vice prefeito explica que outro problema causado pelos cães abandonados está relacionado ao lixo que é remexido e espalhado pelos animais, Grando lembra  que há horário para se colocado o luxo na lixeira e também de recolhimento, “ cada um deve fazer a sua parte, não achar que a associação ou a prefeitura vão resolver tudo, é preciso parar de pensar que a solução é dos outros , é preciso colaborar e assumir que o município é de todos”.

Samara pede a colaboração da população  para que se não for possível abrigar animais abandonados, que as pessoas alimentem esses animais , ela alerta também para os casos de envenenamento de animais que ocorrem em Sarandi, ela justifica que, ! se isto está ocorrendo é por que alguém está vendendo o veneno que é proibido”.

Volimir Grando admitiu que não adiantaria naquela ocasião uma solução para o problema dos animais abandonados, especialmente cães, que não pudesse ser concretizada mas reconhece que uma solução deve ser encontrada em conjunto entre a Asapa e a prefeitura. (José Leal/Folha da Produção)

0000aaaaaaaASAPA02

DiárioRS

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

  • Estação Fitness
  • Confecções Helenice
  • Lancheria Grenal do Tainha
  • Drago Restaurante e Pizzaria
  • Vimesq
  • Revista Spelho
  • Eficaz
  • SCT Construtora e Incorporadora LTDA