Cesurg Sarandi
Grossi Combustiveis
Cresol Sarandi
Follow - Liv - G8 Pub
  • Grossi Combustiveis
  • Cesurg Sarandi
  • Follow - Liv - G8 Pub
  • Cresol Sarandi
  • Gostinho Della
  • ZF Colchões Bio Magistral
  • Cotrisal
  • Stamp Personalizados
  • Bortoluzzi Odontologia
  • Teloken Engenharia LTDA
  • Barbearia 84
  • Clínica Estética Vitallitá
  • Sicredi
  • Casarotto Imóveis
  • Taura Auto Peças
  • X & Cia
  • Spyder
  • Drággon Artigos Esportivos
  • Rômulo De Cezaro
  • Laboratório Sarandi
  • Rembecker Estruturas Metálicas
  • VS Gráfica Expressa
  • Restaurante 4 Ases
  • Milani Corretora de Seguros
  • Farmácia Nossa Senhora de Fátima
  • Nina Comunicação Visual
  • Signomar Comércio de Bebidas
  • Home
  • Cidades
  • Sarandi
  • Sarandi - Município deverá regularizar segurança do trabalho em obras públicas

Siga nossa página

Sarandi - Município deverá regularizar segurança do trabalho em obras públicas

 

Em caso de descumprimento de liminar, Prefeitura deve pagar multas, reversíveis a projetos sociais da região

     O Ministério Público do Trabalho (MPT) em Passo Fundo obteve liminar contra o Município de Sarandi, em ação civil pública (ACP) ajuizada por conta de irregularidades de meio ambiente de trabalho. O Município deve executar e comprovar medidas de segurança do trabalho em altura, como capacitação de trabalhadores, uso de proteção coletiva contra quedas e fornecimento de equipamentos de proteção individual (EPIs) adequados, em respeito à Norma Regulamentadora (NR) nº 35.

     A decisão deve ser cumprida imediatamente, sob pena de multas, sendo aplicável a todas as obras do Município, tanto para pessoal próprio quanto para terceirizado, pelo qual o Município é solidariamente responsável.

     A investigação foi iniciada a partir de denúncia referente à obra de restauração do Palácio Municipal. No curso do inquérito civil, foram constatadas incongruências e omissões no Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA), ausência de EPIs nele indicados, e falta de substituição dos EPIS fornecidos. O Município se recusou a firmar termo de ajuste de conduta (TAC), proposto pelo MPT.

     A ação é de responsabilidade da procuradora do MPT em Passo Fundo, Priscila Dibi Schvarcz. Na ação, em definitivo, além da confirmação dos efeitos da liminar, o MPT requer a condenação do Município ao pagamento de indenização por danos morais coletivos de R$ 500 mil. Os valores são reversíveis a projetos de órgãos públicos ou instituições privadas sem fins lucrativos da região. A liminar foi proferida pela juíza do Trabalho Ligia Maria Fialho Belmonte, da 1ª Vara do Trabalho de Palmeira das Missões.

05 PREFEITURA MUNICIPAL de SARANDI RS 2 4dadd03b139d5be350dfb2efecc9700b

Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Sul (MPT-RS)

Assessoria de Comunicação (Ascom)

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

  • Vimesq
  • Eficaz
  • Confecções Helenice
  • SCT Construtora e Incorporadora LTDA
  • Estação Fitness
  • Drago Restaurante e Pizzaria
  • Revista Spelho