Follow - Liv - G8 Pub
Cesurg Sarandi
Cresol Sarandi
Grossi Combustiveis
  • Grossi Combustiveis
  • Cesurg Sarandi
  • Follow - Liv - G8 Pub
  • Cresol Sarandi
  • Nina Comunicação Visual
  • Barbearia 84
  • Bortoluzzi Odontologia
  • Clínica Estética Vitallitá
  • Farmácia Nossa Senhora de Fátima
  • X & Cia
  • Restaurante 4 Ases
  • Laboratório Sarandi
  • Cotrisal
  • Stamp Personalizados
  • Casarotto Imóveis
  • Sicredi
  • ZF Colchões Bio Magistral
  • Teloken Engenharia LTDA
  • Gostinho Della
  • Signomar Comércio de Bebidas
  • VS Gráfica Expressa
  • Rômulo De Cezaro
  • Drággon Artigos Esportivos
  • Milani Corretora de Seguros
  • Taura Auto Peças
  • Rembecker Estruturas Metálicas
  • Spyder
  • Home
  • Cidades
  • Sarandi
  • Sarandi – Município está entre as 200 melhores cidades do Brasil no Índice de Desenvolvimento Humano

Siga nossa página

Sarandi – Município está entre as 200 melhores cidades do Brasil no Índice de Desenvolvimento Humano

 Sarandi ocupa a 157ª posição, em 2010, em relação aos 5.565 municípios do Brasil, sendo que 156 (2,80%) municípios estão em situação melhor e 5.409 (97,20%) municípios estão em situação igual ou pior. Em relação aos 496 outros municípios de Rio Grande do Sul, Sarandi ocupa a 19ª posição, sendo que 18 (3,63%) municípios estão em situação melhor e 478 (96,37%) municípios estão em situação pior ou igual.

O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é uma medida resumida do progresso a longo prazo em três dimensões básicas do desenvolvimento humano: renda, educação e saúde.

GRAFICO IDH

 

Componentes

O Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) de Sarandi é 0,777, em 2010. O município está situado na faixa de Desenvolvimento Humano Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799). Entre 2000 e 2010, a dimensão que mais cresceu em termos absolutos foi Educação (com crescimento de 0,156), seguida por Renda e por Longevidade. Entre 1991 e 2000, a dimensão que mais cresceu em termos absolutos foi Educação (com crescimento de 0,217), seguida por Renda e por Longevidade.

Entre os dados avaliados estão:

Educação


A proporção de crianças e jovens frequentando ou tendo completado determinados ciclos indica a situação da educação entre a população em idade escolar do município e compõe o IDHM Educação. 

No período de 2000 a 2010, a proporção de crianças de 5 a 6 anos na escola cresceu 27,76% e no de período 1991 e 2000, 51,36%. A proporção de crianças de 11 a 13 anos frequentando os anos finais do ensino fundamental cresceu 22,36% entre 2000 e 2010 e 36,24% entre 1991 e 2000. 

A proporção de jovens entre 15 e 17 anos com ensino fundamental completo cresceu 10,33% no período de 2000 a 2010 e 149,87% no período de 1991 a 2000. E a proporção de jovens entre 18 e 20 anos com ensino médio completo cresceu 30,18% entre 2000 e 2010 e 134,20% entre 1991 e 2000.

A escolaridade da população adulta é importante indicador de acesso a conhecimento e também compõe o IDHM Educação. 
Em 2010, 55,94% da população de 18 anos ou mais de idade tinha completado o ensino fundamental e 37,73% o ensino médio. Em Rio Grande do Sul, 56,29% e 37,73% respectivamente. Esse indicador carrega uma grande inércia, em função do peso das gerações mais antigas e de menos escolaridade. 
A taxa de analfabetismo da população de 18 anos ou mais diminuiu 7,70% nas últimas duas décadas.

Renda

A renda per capita média de Sarandi cresceu 193,27% nas últimas duas décadas, passando de R$341,28 em 1991 para R$574,06 em 2000 e R$1.000,86 em 2010. A taxa média anual de crescimento foi de 68,21% no primeiro período e 74,35% no segundo. A extrema pobreza (medida pela proporção de pessoas com renda domiciliar per capita inferior a R$ 70,00, em reais de agosto de 2010) passou de 11,92% em 1991 para 6,21% em 2000 e para 1,08% em 2010. 

A desigualdade diminuiu: o Índice  passou de 0,53 em 1991 para 0,55 em 2000 e para 0,52 em 2010.

Trabalho

Entre 2000 e 2010, a taxa de atividade da população de 18 anos ou mais (ou seja, o percentual dessa população que era economicamente ativa) passou de 63,95% em 2000 para 75,47% em 2010. Ao mesmo tempo, sua taxa de desocupação (ou seja, o percentual da população economicamente ativa que estava desocupada) passou de 6,81% em 2000 para 2,89% em 2010.

Renda, Pobreza e Desigualdade     1991      2000       2010

Renda per capita (em R$)                   341,28    574,06     1.000,86

% de extremamente pobres                 11,92       6,21       1,08

% de pobres                                        36,27      18,68       2,58

       
       

Ouça o que diz o Prefeito Paulo Kasper sobre os dados da pesquisa.

 

(Jose Leal)

 

DiárioRS

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique por dentro das notícias da região.

 

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

  • SCT Construtora e Incorporadora LTDA
  • Confecções Helenice
  • Eficaz
  • Drago Restaurante e Pizzaria
  • Vimesq
  • Estação Fitness
  • Revista Spelho