Cresol Sarandi
Grossi Combustiveis
Follow - Liv - G8 Pub
Cesurg Sarandi
  • Follow - Liv - G8 Pub
  • Cresol Sarandi
  • Grossi Combustiveis
  • Cesurg Sarandi
  • Home
  • Colunistas
  • Adriano Kaufmann
  • Fake news: prova de vida do INSS não foi alterado como circulou nas redes

Fake news: prova de vida do INSS não foi alterado como circulou nas redes

 

Nos últimos dias muitas informações que circulavam nas redes sociais davam conta de que o INSS havia alterado as regras de prova de vida dos seus beneficiados e também sobre os prazos que os mesmos tinham para se apresentar, caso contrário perderiam os benefícios.

As mensagens das alterações não passavam de fake news, ou seja, eram mentiras. Para evitar correria à toa, a Previdência divulgou uma nota de esclarecimento sobre este caso. Nela tem todas as informações sobre a prova de vida. Abaixo a íntegra da nota emitida em 22 de janeiro de 2019 pela Secretaria de Previdência através de sua Assessoria de Comunicação.

Beneficiários do INSS devem consultar diretamente seu banco pagador para saber quando devem fazer a prova de vida

Diferentemente do boato compartilhado em redes sociais desde segunda-feira (21), a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho e o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) informam que não houve alteração nas regras da chamada prova de vida.

A prova de vida é obrigatória para todos os beneficiários do INSS que recebem por conta corrente, conta poupança ou cartão magnético.

Para fazer a prova de vida, isto é, para comprovar que estão vivos, os segurados do INSS devem comparecer anualmente a uma agência do banco pagador do benefício.

As datas de comparecimento variam de banco para banco: existem bancos que utilizam a data do aniversário do beneficiário, outros que utilizam a data de aniversário do benefício e há também os bancos que convocam o beneficiário um mês antes de vencer o prazo da última prova de vida realizada.

O que fazer?

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho e o INSS alertam os segurados para que desconsiderem a data de 28 de fevereiro citada no referido boato, uma vez que esse prazo se refere a uma prorrogação ocorrida excepcionalmente no ano passado.

O objetivo desse prazo adicional foi atender aos segurados que não tinham feito a comprovação de vida no prazo original dado pelos bancos em 2017.

Como saber o prazo certo?

Os beneficiários do INSS devem consultar diretamente seu banco pagador para saber quando devem fazer a prova de vida. Vale destacar que esse procedimento tem que ser feito todo ano, junto ao banco, para não correr o risco de ter o pagamento suspenso por não ter feito a comprovação de vida.

prova de vida

 

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.