Follow - Liv - G8 Pub
Cesurg Sarandi
Cresol Sarandi
Grossi Combustiveis
  • Cresol Sarandi
  • Cesurg Sarandi
  • Follow - Liv - G8 Pub
  • Grossi Combustiveis

Bodas de diamante do casal Antonio e Antoninha Carlot Celso em Sarandi.

 

288Foi realizado na Comunidade  Nossa Senhora da Salete Estancado Baixo Sarandi, as festividades em comemoração a 60 anos de Casado, “bodas de diamante” no sábado dia 25 de maio de 2019, do Casal Antonio e Antoninha Carlot Celso. No Santuário de Nossa Senhora da Salete, celebração de  uma Santa Missa de ação de graças, Precedida pelo Padre Miguel Longhi, Pároco da  Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, ao meio dia  foi servido um gostoso almoço aos familiares e aos convidados.

HISTÓRIA DO CASAL

Antonio Celso e Antoninha Carlot casaram-se há 60 anos, e permanecem juntos até os dias de hoje, celebrando então Bodas de Diamante.

 Os diamantes são considerados “pedras eternas”. A pedra mais preciosa foi escolhida para representar a durabilidade e o auge da estabilidade na vida de um casal. Após 60 anos de casamento, supõe-se que nada é capaz de destruir a relação que foi cultivada ao longo dos anos. O diamante também significa que, ao atingir esta etapa, o casamento é “para sempre”.

Mas, essa história começou bem antes do casamento. Os dois se conheceram em uma festa na comunidade Nossa Senhora da Saúde de Mendes Alto, onde Antoninha morava. Ali começou um flerte, porém os pais dela não queriam o namoro, pois ela era muito nova.

Para ajudar o tempo passar, com 18 anos Antonio foi para o quartel em Itaqui. Neste período, continuaram comunicando-se, mas por cartas. No retorno do quartel, o namoro finalmente embalou e, dois anos e meio depois, casaram-se.

 Antônio, nascido em 1936 e Antoninha, nascida em 1942, estão juntos desde 1959. Naturais deste município, Antonio e Antoninha, casaram-se na Igreja Matriz Nossa Senhora de Lourdes de Sarandi. Em seguida, a festa aconteceu no porão da casa dos pais no noivo, nesta mesma comunidade em que hoje nos encontramos.

Desde aquele 04 de abril de 1959 o casal reside neste lugar, onde muito trabalharam, tiveram seus filhos, fizeram e fazem parte da comunidade. O casal morou junto com os pais e o irmão de Antonio. O início da vida juntos, naturalmente não foi fácil, trabalhavam na lavoura e com dificuldade, aos poucos foram ampliando seus pedaços de terras. Plantavam para o sustento da família e para venda. Com o passar dos anos, no plantio da soja, visualizaram a possibilidade de um pouco mais de crescimento.

O casal teve quatro filhos: Jair, Airton, Neli e Loiri, que também formaram suas famílias e trouxeram nove netos e mais tarde, começaram a chegar os bisnetos, que até então são dois.

Neste dia 25 de maio de 2019, Antonio e Antoninha celebram nesta comunidade, junto com familiares e amigos, suas histórias de vida, sua história enquanto casal e, naturalmente a história da família que construíram. Celebram ainda todos os momentos vividos, as bênçãos, as alegrias e todas as dificuldades enfrentadas, já que é o enfrentamento das mesmas que também contribuem para o fortalecimento dos laços estabelecidos.

Em abril deste ano, eles completaram 60 anos de casados. Tradicionalmente, no sexagésimo ano de matrimônio, comemoram-se as bodas de diamantes. Os diamantes são considerados “pedras eternas”. A pedra mais preciosa foi escolhida para representar a durabilidade e o auge da estabilidade na vida de um casal. Após 60 anos de casamento, supõe-se que nada é capaz de destruir a relação que foi cultivada ao longo dos anos. O diamante também significa que, ao atingir esta etapa, o casamento é “para sempre”.

Então, o símbolo deste 60º aniversário de casamento é uma das pedras mais valiosas e preciosas do mundo. Extraí-lo, trabalhá-lo e obter o produto final é muito trabalhoso. Da mesma forma que, para chegar a 60 anos de casamento, também é um processo que não é tão simples. O elemento foi escolhido para nomear as bodas de 60 anos de casamento porque, na altura da ocasião, o casal se encontra no ápice da maturidade tal como a pedra.

 O diamante é o pico da maturidade do cristal. A pedra é considerada um mineral de excelência e símbolo do poder espiritual invencível e inalterável.  Certamente, foram muitos momentos importantes, afinal 60 anos de convivência, resultam em várias histórias que o tempo não pode apagar. Muitas foram as dificuldades, desde os primeiros anos de matrimônio, fase de adaptação e de experiência conjugal, mas o respeito, o diálogo, a compreensão, a paciência, tolerância a frustração e, sobretudo, a fé levaram a história em frente. 

Hoje seus familiares e amigos se encontram para abençoar a renovação dos votos do casal. 60 anos de matrimônio, uma marca admirável! Poucos, na vida, têm a oportunidade de comemorar, com alegria e saúde, esses inesquecíveis acontecimentos.

Essas bodas de diamante demonstram a todos presentes o quanto valeu a pena a serenidade, a firmeza e a determinação com que esse casal enfrentou as dificuldades da vida.

Hoje, o sentimento de felicidade pela sabedoria de terem preservado tão grande amor. Votos de muitas felicidades ao casal pelos Familiares e amigos.

 

Por Fernando Luis Concatto

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.