Cesurg Sarandi
Follow - Liv - G8 Pub
Grossi Combustiveis
Cresol Sarandi
  • Follow - Liv - G8 Pub
  • Cresol Sarandi
  • Grossi Combustiveis
  • Cesurg Sarandi

Siga nossa página

Solara sobressaiu do papel

 

SAMANTHA SCHEPANSKISolara deixou de ser egoísta ao parar de escrever apenas poesias e esquivar a vida ao paralelo do que é para ser no compor do fervor e delicadeza de cada caminhar. Como se soubesse de todas as ebulições vivenciadas em um passo de mágica. Resolveu alongar sua expectativa de vida dentro de si, para explorar o mundo a fora, após tantas inspirações em sua prática de preparo meditativo.

Na busca de maior resolução na dimensão corporal ao estar na intensa conexão de energia escrita, vivida, contemplada, fecunda e falada no filtrar, exalar da consciência de Deus, entre suas esferas poéticas. Deliberou existência ao apoio do lápis para qual Solara veio ao mundo, em serviço de realizar as capacidades quais contribuem para a ressonância da estrela em equilíbrio.

Vindo a estar presente ao amanhecer perante a diamantina da luz doce do orbe da qual renasce, no cargo da rotina natural do mundo efetivo de desdobramentos de eventos. Em vez do rosto inchado de sono em frente o caderno para escrever o que sonha realizar. Levou sua arte para vida em forma de resgate, mesmo às vezes explorando ser criativa para nutri-la em meios às exigências da neutralidade do Ser.

Solara conspira e realiza ofícios aos quais piscas os olhos para acreditar na realização, por deixar falar alto o seu designo natural, fazendo-se assim soar largamente em cada espreita. Em meio suas nevoadas atua sua trovoada. Desdobra-se porque se multiplica, suporta por ter se aguardado perpetuando-a estar preparada. Solara veio para o mundo e agradece em crescimento profundo de quem ela é o tudo e o nada, sem mais se preocupar em convencer os descasos.

Abrilhanta assim seus olhos de Aprendiza, poluindo o mundo em cada olhar no estalo do Despertar, em intenso terremoto de paz e ágil feito um avião supersônico. Por ter aprendido o poder das palavras, agora as rasga entre os véus do mundo em busca de sentidas expressões. Logo por isso, Solara não fosse ela mesma ou fosse rompida de viver isso, choraria até se desmontar.

Atualmente tece mais poesias do que estava acostumada, sem perceber, por ter se transformado nelas e as deixado falar sem regular, como fazem as escrituras passageiras das nuvens sobre o firmamento do céu. Solara Adentrou ao cenário das composições em busca das energias das palavras em energia de superação, para curar os próprios órgãos e os dos leitores. Por ter aprendido que o verbo é criador, sobressaiu do papel.

 Por Samantha Schepanski

DiárioRS

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e  fique informado sobre as notícias da região.

rodape diario novo 05 12 15

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.