Grossi Combustiveis
Cresol Sarandi
Cesurg Sarandi
Chini Centro Auditivo
  • Chini Centro Auditivo
  • Cesurg Sarandi
  • Grossi Combustiveis
  • Cresol Sarandi

Inter - Fraco, muito fraco

cruzeiroxinter agencia 160815“Não é questão de dificuldade de achar o treinador, é questão de fazer a coisa certa.”, foi isso que escrevi no texto anterior do Internacional, fala do diretor financeiro Pellegrini. Pois bem dias após encontraram um treinador, o técnico contratado é um velho conhecido do Internacional, Argel Fucks, que teve sua estreia neste dia de hoje contra o Cruzeiro no Mineirão pela 19° rodada do Campeonato Brasileiro, última rodada do primeiro turno.

 

  E a partida desde o início demonstrou que Argel já havia feito algumas mudanças, colocando Sasha e Vitinho como dupla de ataque além de uma mudança de grande expressão com relação à atividade defensiva do Colorado que até antes tinha grande dificuldade em realizar esta função, apresentou grande eficiência e qualidade, com um trabalho defensivo que abrangia toda a equipe sendo destaque a união dos jogadores Colorados em suas ações defensivas.

 

A primeira etapa teve como destaque a iniciativa do Cruzeiro, mas que em nada resultou, algumas chances foram criadas, porém insuficientes para abrir o marcador. Já pelo lado Colorado, como anteriormente mencionado o destaque era para a ação defensiva, mas que mesmo assim conseguiu chegar ao ataque e criou o que foi a melhor chance de gol do 1° T. Aos 16min após balão, Sasha fez fila e tocou para Vitinho, que chutou. Fábio fez grande defesa cedendo escanteio.

 

A primeira etapa foi sinceramente fraca para com relação ao que poderiam apresentar ambas as equipes, tendo poucos destaques, além dos anteriormente citados.

 

No início da segunda etapa o Inter apresentou uma considerável melhora para com relação a si mesmo. E o grande nome Colorado era Vitinho que em poucas oportunidades tocou na bola, mas oportunidades essas que geraram grande perigo à meta do goleiro Fábio.

 

O momento Colorado acabou e deu espaço ao Cruzeiro, que aos 08min do 2° T criou com o jogador Vinícius Araújo que percebeu o goleiro Alisson adiantado e então chutou em direção ao gol, Alisson como goleiro de seleção e capitão que é conseguiu voltar e evitar o que seria o gol da raposa.

 

O Inter chegou a sofrer pressão, e quem estava infernizando a vida Colorada era o jogador Alisson, chara de nosso goleiro, o menino da raposa estava impossível, criando chances em muitos momentos.

 

O Inter ainda teve algumas oportunidades, mas nada de muito perigoso. Ainda deu tempo de criar uma bela chance aos 45min, William cruzou para Sasha que cabeceou, a bola bateu em Manuel que quase fez contra.

 

Em uma partida onde o Inter estava satisfeito com o empate e o Cruzeiro não tinha condições de marcar, nada mais provável do que o resultado de 0X0, onde a qualidade e a boa emoção do futebol passaram bem longe.  

 

Assim mesmo, sem grande qualidade e satisfeito com um misero empate o Internacional encerrou sua participação no primeiro turno do Brasileirão. Marcando a estreia de Argel como técnico colorado, e como escreveu Goethe certa vez: “É urgente ter paciência.”, pois bem que assim seja.

Por Valeria Cenci

Patrocinador desta coluna:

000aasaSlide1

INDÚSTRIA DE URNAS RIGON LTDA.
Rua Luiz Zanella, 200 - Distrito Industrial 
CEP 99680-000 - Constantina - RS
Fone: (54) 3363-1210

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e  fique informado sobre as notícias da região.rodape diario
CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.