Cresol Sarandi
Grossi Combustiveis
Cesurg Sarandi
Chini Centro Auditivo
  • Cesurg Sarandi
  • Cresol Sarandi
  • Grossi Combustiveis
  • Chini Centro Auditivo

Grêmio - Quem é você?

preta gremio fernando calzzaniphoto presslancepresslanima20150823007126Está de volta o Campeonato Brasileiro, segundo turno, e para marcar esta volta estou eu aqui às 11h da manhã para lhes contar como foi à partida entre Ponte Preta e Grêmio no Estádio Moisés Lucarelli.

Para ver o jogo acordei bem cedo, mas alguns jogadores gremistas perderam a hora e mesmo em campo estavam dormindo. A Macaca já estava preparada para a partida entrou em campo atenta e após um breve momento de posse de bola gremista a Ponte tomou para si as rédeas da partida e foi para cima do Tricolor, que tentava se defender, mas errava todas as bolas.

Com tantos erros da equipe gremista a Ponte acabava por ter inúmeras chances a seu favor e só não abria o placar porque não estava conseguindo acertar a mira e nem vencer Marcelo Grohe.

A Ponte estava pressionando o Grêmio durante toda a primeira etapa, mas foi após a metade o 1° T que a pressão ficou realmente intensa, onde o Grêmio escapava de lavar gol a todo o momento. Em meio aos inúmeros lances de perigo da Ponte Preta quem se destacava por salvar a vida do Grêmio era a trave que estava fazendo uma ótima partida.

Bem a primeira etapa se encerrou com grande pressão da Macaca que prosseguiu na segunda etapa, com a Ponte levando muito perigo a meta de Marcelo Grohe. E logo aos 11min do 2° T, após cobrança de escanteio, Pablo surgiu livre na pequena área e cabeceou com força e a bola saiu raspando no travessão.

O Grêmio continuava a ser pressionada e a Ponte novamente, agora aos 20min, chegou levando muito perigo com Felipe Azevedo que arrancou pela direita e acionou Rodinei. O lateral invadiu a área e mandou um baita chute cruzado, mas que acabou batendo na trave. E mais uma vez a trave salva o Grêmio!

O grêmio estava realizando uma partida realmente decepcionante, os jogadores estavam dormindo em campo, parecia que estavam de resaca da noitada. A grande quantidade de jogos em sequência, o horário diferente e o grande calor de mais 30 °C estavam maltratando a equipe gremista que estava irreconhecível em relação às excelentes atuações anteriores.

A Ponte continuou em cima, pressionando, e teve ainda grande chance com Keno aos 35min e aos 39min. A sorte estava com o Tricolor que além da fazer Marcelo Grohe trabalhar, realizando verdadeiros milagres, estava contando com uma grande ajuda da trave. E mesmo gripado e com febre o goleiro Grohe estava jogando e salvando a vida do Tricolor Gaúcho.

O Grêmio teve na partida apenas três oportunidades de marcar, as duas primeiras não foram efetuadas, mas também não eram grandes chances. Então chegou o momento da terceira oportunidade, foi aos 46min, à bola sobrou na pequena área para Braian Rodríguez, e o centroavante cara a cara com o goleiro adversário mandou fraco para o gol, deixando fácil para Lomba. E vejam vocês caríssimos leitores, justo na melhor oportunidade do Grêmio, uma das raras da partida, a bola tem a infelicidade de sobrar para justamente o senhor Braian Rodríguez, é desse jeito vamos longe.

Bem a partida foi excelente para a Ponte Preta que apresentou um futebol de qualidade, mas para o Grêmio não teve nada de bom e espero que em cima desses erros a equipe gaúcha consiga acertar e voltar a apresentar o grande futebol de antes.

Por Valeria Cenci

Patrocinador desta coluna:

000aasaSlide1

INDÚSTRIA DE URNAS RIGON LTDA.
Rua Luiz Zanella, 200 - Distrito Industrial 
CEP 99680-000 - Constantina - RS
Fone: (54) 3363-1210

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e  fique informado sobre as notícias da região.rodape diario
CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.