Cresol Sarandi
Chini Centro Auditivo
Cesurg Sarandi
Grossi Combustiveis
  • Cresol Sarandi
  • Chini Centro Auditivo
  • Grossi Combustiveis
  • Cesurg Sarandi
  • Home
  • Entretenimento
  • Curiosidades
  • Empresa cria máquina que alimenta animais de rua em troca de garrafas pet

Empresa cria máquina que alimenta animais de rua em troca de garrafas pet

usar

Em Istambul, na Turquia onde existe um número estimado de 150 mil cães e gatos de rua, uma empresa turca chamada Pugedon encontrou uma maneira brilhante de alimentar esse animais: “Postos  de Reciclagem Inteligentes”, uma máquina que distribui comida e água em troca de garrafas plásticas recicladas.

A invenção tem dois grandes benefícios: incentiva a reciclagem e alimenta os animais de rua da cidade. A garrafa plástica é colocada na parte de cima e a comida sai na parte de baixo com fácil acesso aos animais carentes.

A máquina possui até mesmo uma vasilha de água anexado para que os usuários possam derramar a água restante em suas garrafinhas de plástico antes de reciclá-las. A reciclagem das garrafas supostamente cobre o custo da ração.

O problema da gestão de cães e gatos de rua em grandes cidades do mundo inteiro, vieram mais recentemente à  tona durante os Jogos Olímpicos de Inverno de 2014, quando uma enorme quantidade de cães percorriam as ruas da cidade anfitriã dos Jogos, Sochi na Rússia.

Quando foi noticiado que alguns dos animais de rua de Sochi seriam sacrificados, os ativistas dos direitos dos animais entraram em ação para resgatar os filhotes sem-teto, e até mesmo alguns dos atletas da competição os levaram para seus países.

Por Engenharia é

DiárioRS

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e  fique informado sobre as notícias da região.

rodape diario

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.