Follow - Liv - G8 Pub
Cesurg Sarandi
Grossi Combustiveis
Cresol Sarandi
  • Follow - Liv - G8 Pub
  • Cesurg Sarandi
  • Cresol Sarandi
  • Grossi Combustiveis
  • X & Cia
  • Cotrisal
  • Restaurante 4 Ases
  • Casarotto Imóveis
  • Barbearia 84
  • Clínica Estética Vitallitá
  • Parada Obrigatória Consultoria e Assessoria de Multas de Trânsito
  • Drággon Artigos Esportivos
  • Signomar Comércio de Bebidas
  • Taura Auto Peças
  • Bortoluzzi Odontologia
  • Barbearia Da Luz
  • Rômulo De Cezaro
  • Instituto Vida NOva
  • Laboratório Sarandi
  • Milani Corretora de Seguros
  • Sicredi
  • Fornari Advogados Associados
  • Farmácia Nossa Senhora de Fátima
  • Teloken Engenharia LTDA
  • Rembecker Estruturas Metálicas
  • VS Gráfica Expressa
  • Gostinho Della

Siga nossa página

Entrevista especial com Renan de Lucca (Bolacha)

O DiárioRS realizou um entrevista pra lá de especial com um dos maiores talentos musicais que a região já conheceu, o Renan de Lucca, popular Bolacha. Uma pessoa muito gente fina, amigo de todos, talentossísimo e que decidiu trilhar o caminho musical. Sarandi e região não tem dúvidas quanto ao sucesso que certamente Bolacha alcançará nesta nova jornada. Confira abaixo a entrevista.

INFORMAÇÕES:

Nome: Renan Lucas Pacheco Ribeiro

Data de nascimento: 28.11.1987

Nascido em Ponta Porá – MS, mudou-se para Sarandi – RS em dezembro de 2001. Completou o ensino médio na escola Aldo Conte em Sarandi e concluiu a formação em Engenharia Ambiental pela Universidade de Passo Fundo.

Pai: Joaquim Junior Benites Ribeiro

Mãe: Gilnei Pacheco Ribeiro

Irmã: Rayssa Pacheco Ribeiro

000000000000capa111

DiárioRS - Quando foi que você percebeu que talento para cantar?

Renan - Desde pequeno minha família percebeu que eu tinha dotes musicais, por exemplo, tinha muita facilidade para aprender a tocar variados instrumentos musicais. A transição do instrumental para o vocal aconteceu com naturalidade, até porquê normalmente as duas coisas andam lado a lado quando se inicia. Mas eu realmente só percebi quando os convites para se apresentar começaram a surgir, vindos das escolas por onde passei, eventos culturais e assim por diante.

DiárioRS - Com quantos anos você começou a cantar?

Renan  - Minha primeira apresentação cantando foi em um festival de música popular na cidade de Ponta Porã – MS quando eu tinha 5 anos de idade. Profissionalmente iniciei em 2003.

DiárioRS - O que sua família achou de sua escolha pela carreira de cantor?

Renan  - Em pleno século XXI as pessoas que vivem e amam a música ainda convivem com alguns tipos de perguntas e comentários do tipo: “ah você é músico?! Mas trabalhar, mesmo, você não trabalha?”. Graças a Deus esse tipo de coisa nunca aconteceu na minha família. Sempre tive todo o apoio e carreguei a esperança deles. Sou um abençoado. Meus pais e minha irmã sempre tiveram orgulho por eu fazer o que mais amo que é cantar. Isso nos fortalece.

DiárioRS - Qual foi o seu primeiro Show ? onde foi?

Renan  - Meu primeiro show foi pelo Grupo de pagode “Swing Maroto”, formado por integrantes da cidade de Sarandi – RS. O show foi realizado na mesma cidade, em novembro de 2003. O evento ainda contava com mais três bandas, entre elas “Ferrugem e banda” e “Da-HO”, que na época já eram referências musicais na região.

DiárioRS - Como você conheceu o Ed. Navarro?

Renan  - Conheci o Ed Navarro o início de 2002 na cidade de Sarandi. Por um acaso do destino, quando nos mudamos pra essa cidade que nos acolheu com tanto carinho, moramos nos fundos da casa de uma senhora chamada Telma Gnoatto, que era vizinha do Ed Navarro na época. Como tínhamos o mesmo gosto pela música acabamos formando uma grande amizade, sem imaginar que anos depois acabaríamos por formar uma dupla e trabalharíamos juntos.

DiárioRS - Qual foi o motivo de formar a dupla com ele?

 

Renan - Ele já morava em Porto Alegre a alguns anos. Quando, em fevereiro deste ano, ele foi à Sarandi comemorar seu aniversário. Como sempre acontece, um violão estava presente. Neste momento ele já havia rompido com sua antiga dupla. Entre músicas cantadas, cervejas tomadas e na presença dos amigos, ele me confessou que iria iniciar um projeto solo em Porto Alegre. Foi quando ele em fez o convite pra encarar esse desafio de formarmos uma dupla. Aceitei o desafio e fui muito feliz trabalhando junto com esse grande talento e também grande amigo. 

DiárioRS - Qual foi o motivo de não ter dado certo a dupla?

Renan - Não vejo o encerramento da dupla como um fracasso. Simplesmente estávamos buscando objetivos diferentes nesse momento. Mas cresci muito durante esse curto período em que trabalhamos juntos e acredito que ele também. Tanto profissionalmente quanto como pessoa. Por isso encaro essa etapa como positiva.

DiárioRS - Quantos shows vocês fizeram como dupla?

Renan - É difícil precisar esse dado. Mas entre março e setembro fizemos uma quantidade de dez shows mensais em média.

DiárioRS - Você  também Compõe?

Renan - Sim. Tenho uma facilidade grande em compor. Inclusive todas as músicas que estaremos produzindo e gravando em seguida são de minha composição e arranjo.


DiárioRS - Quais instrumentos tu toca?

Renan - O primeiro instrumento que aprendi a tocar foi teclado. Mas por influencia do meu pai comecei a tocar violão. Depois disso fui aprendendo outros instrumentos de harmonia como guitarra, cavaquinho, banjo. A convivência por tantos anos com grupos de samba, pagode e samba-rock me proporcionou a experiência de aprender a tocar diversos instrumentos de percussão também, tais como: rebolo, pandeiro, surdo, repique, etc.

DiárioRS - O que te fez seguir a carreira solo, uma vez que a dupla já estava bem conhecida na região e em todo estado?

Renan - Principalmente a possibilidade de trabalhar em um centro que possa proporcionar uma exposição em nível nacional. Mas outros vários fatores pesaram nessa decisão. A oportunidade de ser produzido pelo melhor accordeonista do país, trabalhar com os melhores músicos, reconhecidos e respeitados nacionalmente. O apoio da família e amigos também foi fundamental na tomada de decisão.

DiárioRS - Qual é o seu estilo de música agora na carreira solo?

Renan  - Vou seguir na mesma linha que estava trabalhando com o Ed Navarro. Sertanejo universitário.

DiárioRS - O que você pretende a partir de agora?

Renan - A princípio terminar a produção dos meus singles, gravar e começar a fazer meus shows pela região sudeste.

DiárioRS - Você tem algum sonho que gostaria de realizar? Qual?

Renan - Gostaria de proporcionar uma melhor idade sem preocupações para os meus pais. Poder comprar uma casa pra eles e fazer com que consigam aproveitar a vida. Sustentaram-me por muito tempo, nada mais justo que poder retribuir um pouco.

DiárioRS - Seu CD já está pronto?

Renan - Ainda não. A fase final de produção e gravação se inicia no dia 01 de dezembro. Com um pouco de sorte e muito trabalho antes do final do ano já conseguirei estar disponibilizando as músicas pras rádios e pras pessoas que desejam conhecer um pouco mais do meu trabalho, principalmente através das redes sociais e sites.

DiárioRS - Por onde vc vai começar a turnê? Sarandi entra nesta lista?

Renan - Inicio com dois shows no Vila Country, casa de shows da dupla Jorge e Mateus, em São Paulo na segunda quinzena de janeiro. Sarandi com certeza está nesta lista. Seria uma honra voltar a me apresentar na cidade que tão bem me acolheu, que fiz tantos amigos e que ainda dá o sustento à minha família. Tenho certeza que ainda terei essa oportunidade.

DiárioRS - Para Finalizar Renan, deixe um recado para a família, amigos e fãs.

Renan - Eu só tenho a agradecer todos os amigos que fiz, a todo o carinho e apoio que recebi, principalmente nesses últimos dias em que todas as negociações para que eu abraçasse esse desfio terminaram. Aos fãs, agradeço as mensagens que recebi, aos telefonemas e recados. Aguardem que com certeza não irei decepcioná-los. À minha família, que os amo e sentirei saudades. À equipe do DiárioRS, agradeço pelo convite para mostrar a todos um pouco mais de mim. Até breve, se Deus quiser. 

{phocagallery view=category|categoryid=371|limitstart=0|limitcount=0|bgcolor=#333333}

DiárioRS

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

  • Drago Restaurante e Pizzaria
  • Confecções Helenice
  • Estação Fitness
  • Eficaz
  • Revista Spelho
  • Vimesq
  • SCT Construtora e Incorporadora LTDA