Cesurg Sarandi
Chini Centro Auditivo
Cresol Sarandi
Grossi Combustiveis
  • Cesurg Sarandi
  • Chini Centro Auditivo
  • Grossi Combustiveis
  • Cresol Sarandi
  • Rembecker Estruturas Metálicas
  • PróVida
  • Fornari Advogados Associados
  • VS Gráfica Expressa
  • Master Informática
  • Barbearia 84
  • Dec´s
  • Gostinho Della
  • Cotrisal
  • Consórcio Sarandi
  • Signomar Comércio de Bebidas
  • Taura Auto Peças
  • Farmácia Nossa Senhora de Fátima
  • Teloken Engenharia LTDA
  • Milani Corretora de Seguros
  • Drággon Artigos Esportivos
  • Casarotto Imóveis
  • X & Cia
  • Clínica Estética Vitallitá
  • Laboratório Sarandi
  • Home
  • Notícias
  • Sarandi - População sai às ruas em apoio aos caminhoneiros

Sarandi - População sai às ruas em apoio aos caminhoneiros

Um fato realmente raro aconteceu na tarde de sexta-feira em Sarandi, dia 27, de fevereiro. Centenas de pessoas, entre civis, empresários, comerciantes, entidades, Poder Público e outras entidades, saíram às ruas demonstrando o apoio total à mobilização dos caminhoneiros de todo país.

A manifestação teve início na redes sociais, partindo de uma ideia de civis, que insatisfeitos com o tratamento que o Governo Federal vem tendo com a questão dos caminhoneiros, resolveram realizar um protesto, carreata, como modo de apoio aos mesmos.

Aproximadamente às 17 h teve início a manifestação, que começou em frente ao Posto Colombo, percorreu a Avenida Expedicionário, em suas duas vias, e desclocou-se até o ponto de mobilização dos caminhoneiros, na BR 386, em frente ao Posto Papagaio. Milhares de pessoas participaram do protesto, seja com seus carros na carreta, na avenida, em frente às lojas e até dos prédios. Muitas pessoas fizeram cartazes, banners ou pintaram seus carros com mensagens contra o Governo Federal. O manifesto foi pacífico e demonstrou a insatisfação geral de diversos setores.

Além de se manifestar contra o aumento de combustíveis, os caminhoneiros também reivindicam melhorias nas estradas e a criação de uma tabela com preços fixos a serem cobrados pelo frete por quilômetro rodado, não mais por viagem. 

Com o transporte parado, já faltam alimentos, especialmente os perecíveis, além de combustível em diversas cidades.

Confira abaixo algumas imagens.

0protestoemsarandi95

Texto - Joel De Brito

Fotos - Rafaela Bagattini

DiárioRS

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região


CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

  • Confecções Helenice
  • SCT Construtora e Incorporadora LTDA
  • Estação Fitness
  • Revista Spelho
  • Drago Restaurante e Pizzaria
  • Eficaz