Grossi Combustiveis
Cresol Sarandi
Chini Centro Auditivo
Cesurg Sarandi
  • Grossi Combustiveis
  • Cresol Sarandi
  • Cesurg Sarandi
  • Chini Centro Auditivo
  • Casarotto Imóveis
  • Gostinho Della
  • Rembecker Estruturas Metálicas
  • Barbearia 84
  • X & Cia
  • Taura Auto Peças
  • Clínica Estética Vitallitá
  • Signomar Comércio de Bebidas
  • Farmácia Nossa Senhora de Fátima
  • Laboratório Sarandi
  • Consórcio Sarandi
  • Fornari Advogados Associados
  • PróVida
  • VS Gráfica Expressa
  • Master Informática
  • Milani Corretora de Seguros
  • Cotrisal
  • Dec´s
  • Drággon Artigos Esportivos
  • Teloken Engenharia LTDA

Conheça os vencedores do Oscar 2015

Cerimônia de entrega dos prêmios aconteceu neste domingo e teve "Birdman" como maior premiado

oscar2015

Oscar deste ano celebrou o divórcio no cinema entre o público comum e o "profissional" – diretores, produtores, atores, técnicos, críticos. Mesmo aumentando o número de finalistas na principal categoria, a estatueta dourada vem esnobando os campeões de bilheteria nos últimos anos. 

A divisão dos principais prêmios entre Birdman (filme, direção, roteiro original e fotografia), O Grande Hotel Budapeste (quatro categorias) e Whiplash: Em Busca da Perfeição (três estatuetas), filmes consagrados pela crítica mas que não alcançaram a marca de US$ 60 milhões de arrecadação, confirmam que a Academia prefere contemplar produções que ousam ao propor narrativas arrojadas e abordagens inovadoras do que chancelar blockbusters que apenas repetem fórmulas de sucesso. Boyhood, que saiu na frente das apostas do Oscar como o filme favorito aos principais prêmios, levou apenas atriz coadjuvante (Patricia Arquette).

A escolha do ator Neil Patrick Harris como mestre de cerimônias parecia adequada no começo: espirituoso, apresentou com graça e um certo tom de nostalgia o número musical de abertura, ao lado de Anna Kendrick e Jack Black, deliciosamente retrô e cafona. Logo, porém, o pique esfriou e sua participação perdeu muito do brilho, com boas piadas ocasionais.

A noite teve ainda um toque feminista, por conta das manifestações de atrizes como Reese Witherspoon endossando a campanha #AskHerMore, pedindo para que a imprensa pergunte às mulheres no tapete vermelho dessas festas mais do que apenas sobre seus vestidos, e pelo discurso engajado de Patricia, exigindo "salários e direitos iguais de uma vez por todas para as mulheres nos EUA" – ecoando a fala de Cate Blanchett no Oscar do ano passado.

Outro ponto alto do evento foi a homenagem ao clássico musical A Noviça Rebelde (1965), que completa 50 anos no dia 2 de março. Lady Gaga empolgou cantando muito bem as canções do filme The Sound of MusicMy Favorite ThingsEdelweissClimb Ev'ry Mountain

– Querida Lady Gaga, muito obrigado por esse lindo tributo – agradeceu depois no palco a atriz Julie Andrews, protagonista de A Noviça Rebelde.

Em uma noite sem surpresas, além da valorização do chamado "cinema independente" e da consagração dos mexicanos em Hollywood - no ano passado, Alfonso Cuarón também levou o prêmio de melhor diretor por Gravidade –, esse Oscar será lembrado pelos discursos emocionantes, incluindo o agradecimento final do realizador de Birdman, Alejandro González Iñárritu, que terminou saudando "todos os meus compatriotas mexicanos". 

– Buenas noches pra todo mundo – encerrou a noite o apresentador Neil Patrick Harris, com sotaque latino.​

Saiba quem levou as estatuetas:

Melhor Ator Coadjuvante: J.K. Simmons, por Whiplash
Melhor Figurino: Milena Canonero, por Grande Hotel Budapeste
Melhor Maquiagem e Penteados: Frances Hannon e Mark Coulier, por Grande Hotel Budapeste
Melhor Filme Estrangeiro: Ida, de Pawel Pawlikowski (Polônia)
Melhor Curta: The Phone Call
Melhor Documentário em Curta-metragem: Crisis Hotline: Veterans Press 1
Melhor Mixagem: Whiplash
Melhor Edição de Som: Sniper Americano
Melhor Atriz Coadjuvante: Patricia Arquette, por Boyhood
Melhores Efeitos Visuais: Interestelar
Melhor Curta de Animação: Feast
Melhor Animação: Big Hero 6
Melhor Design de Produção: Grande Hotel Budapeste
Melhor Fotografia: Birdman
Melhor Montagem: Whiplash
Melhor Documentário: CitizenFour
Melhor Canção: Glory, de John Legend e Common
Melhor Trilha Sonora:Grande Hotel Budapeste 
Melhor Roteiro Original: Alejandro G. Iñárritu, Nicolás Giacobone, Alexander Dinelaris, Jr. e Armando Bo, por Birdman
Melhor Roteiro Adaptado: Graham Moore, por O Jogo da Imitação
Melhor Direção: Alejandro G. Iñárritu, por Birdman
Melhor Ator: Eddie Redmayne, por A Teoria de Tudo
Melhor Atriz: Julianne Moore, por Para Sempre Alice
Melhor Filme: Birdman

Zero Hora

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

  • Eficaz
  • Confecções Helenice
  • SCT Construtora e Incorporadora LTDA
  • Revista Spelho
  • Estação Fitness
  • Drago Restaurante e Pizzaria