Cesurg Sarandi
Grossi Combustiveis
Follow - Liv - G8 Pub
Cresol Sarandi
  • Grossi Combustiveis
  • Cresol Sarandi
  • Cesurg Sarandi
  • Follow - Liv - G8 Pub
  • Rômulo De Cezaro
  • Casarotto Imóveis
  • Restaurante 4 Ases
  • Teloken Engenharia LTDA
  • Laboratório Sarandi
  • Milani Corretora de Seguros
  • Drággon Artigos Esportivos
  • Signomar Comércio de Bebidas
  • Parada Obrigatória Consultoria e Assessoria de Multas de Trânsito
  • VS Gráfica Expressa
  • Fornari Advogados Associados
  • Instituto Vida NOva
  • Clínica Estética Vitallitá
  • Cotrisal
  • Sicredi
  • X & Cia
  • Taura Auto Peças
  • Gostinho Della
  • Bortoluzzi Odontologia
  • Barbearia 84
  • Rembecker Estruturas Metálicas
  • Farmácia Nossa Senhora de Fátima
  • Barbearia Da Luz
  • Home
  • Notícias
  • Sarandi - Católicos são maioria em Sarandi. Evangélicos vem em segundo lugar

Siga nossa página

Sarandi - Católicos são maioria em Sarandi. Evangélicos vem em segundo lugar

aaaaa00125Entre todas as religiões existentes no Brasil são poucas que não tem seguidores ou praticantes em Sarandi. Levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, IBGE,  mostra que a igreja Católica Apostólica Romana é a que tem maior numero de praticantes em Sarandi, são mais de 16 mil pessoas, seguida pelas igrejas evangélicas  com mais de cinco mil. Entre as igrejas evangélicas  a Assembleia de Deus é a com o maior numero de adeptos.

  Os dados do IBGE revelam ainda que em Sarandi são mais de três mil pessoas que frequentam outras igrejas evangélicas de origem petencostal. O município  tem também adeptos de religiões orientais, messiânicas e de origem africana.

Pelo levantamento do IBGE,  Sarandi tem mais de 500 pessoas que se declararam sem religião e 18 pessoas disseram ser ateus. Na religião católica apostólica romana as mulheres são maioria em Sarandi e também entre os evangélicos.

Outros dados que mostram o perfil das igrejas em Sarandi revelam que a raça branca entre os católicos e evangélicos é ampla maioria sobre as raças preta e parda e os homens, 178, e as mulheres, 114, se declararam sem religião.

Confira a divisão da população de Sarandi conforme a religião praticada nas declarações dadas ao IBGE, igreja Católica Apostólica Romana 16.576, evangélicas 4.275,  evangélicas de missão 474, Igreja Evangélica Luterana 378,  Igreja Evangelica Metodista 21, Adventista 75,.

Entre os adeptos ou frequentadores das igrejas evangélicas em Sarandi estão ainda igrejas evangélicas de origem petencostal com mais de 3.319 pessoas, a Igreja Evangélica Petencostal Assembleia de Deus 2.648, Congregação Cristã do Brasil 53, Brasil Para Cristo 242 e ainda a Universal do Reino de Deus com 95 pessoas e Deus é Amor com 31.

Além das igrejas, religiões ou crenças com adeptos ou fieis em Sarandi nos dados levantados pelo IBGE há também 71 pessoas que disseram ser Testemunhas de Jeová, 44 Espíritas, Umbanda e Candomblé 21, religiões orientais 7 e religiões messiânicas 7 pessoas.

Confira os números(Fonte IBGE)

Religião       Masculina           Feminina        Raça branca      Raça negra/parda

Católica       7.917                  8.685                  13.740                      222/ 2.485

Evangélica       2.128              2.147               2.805                           173/ 1.281

Pentecostal  1.653            1.665                 1.898                           147/ 1.160

O levantamento mostra que entre os que revelaram frequentar a igreja católica 86 são de raça indígena e entre  a população branca 163  se declararam sem religião e 120 da raça parda disseram a mesma coisa enquanto entre as outras raças ninguém se declarou sem religião. Confira os gráficos com os percentuais  da população de Sarandi e as religiões frequentadas. Num dos gráficos é mostrado o percentual por sexo e no outro pelo grau de instrução , no primeiro a divisão com pessoas com 25 anos ou mais com ensino fundamental completo e no segundo com o ensino fundamental incompleto.

Dados da Igreja no Brasil:Censo: Igreja Católica tem queda recorde no percentual de fiéis

A Igreja Católica sofreu a maior queda no percentual de adeptos no Brasil, entre 2000 e 2010. Segundo dados do Censo 2010 divulgados nesta sexta-feira pelo IBGE, o número de católicos no país caiu 12,2% na última década. No mesmo período, a população evangélica cresceu 44,1%. Esse aumento, porém, é menor do que o detectado entre 1991 e 2000, quando o número de evangélicos aumentou 71,1%.

Os evangélicos, que no recenseamento anterior eram 15,4% dos brasileiros, agora são 22,2% (42,3 milhões). O percentual de católicos caiu de 73,6% (2000) para 64,6% (2010). Mesmo com o aumento da população, a Igreja Católica teve redução inclusive em números absolutos. Em 2000, tinha quase 125 milhões de seguidores. Dez anos depois, apareceu com menos 1,6 milhão de adeptos.


Depois de católicos e evangélicos, o maior grupo é dos que se declararam sem religião, que representa 8% da população de 190,7 milhões de brasileiros. Houve um aumento de 8,1% entre os censos de 2000 e 2010. Tendo em vista o recenseamento de 1991, o crescimento deste grupo foi de 70,2%. Entre os sem religião, 615 mil se declararam ateus e mais de 124 mil, agnósticos. Uma curiosidade é que 15,3 mil têm mais de uma religião.

A população espírita passou de 1,3% (2000) para 2% (2010). Os seguidores da umbanda ou do candomblé são 0,3%, o mesmo percentual registrado no levantamento anterior. Segundo o IBGE, 2,7% seguiam outras religiões e 0,1% da população não declarou ou não soube qual era sua religião. Em 2000, estes percentuais eram de 1,8% e 0,2%, respectivamente.

Segundos os dados do Censo 2010, a idade mediana dos católicos apostólicos romanos é de 30 anos e dos evangélicos pentecostais – da Assembleia de Deus, Igreja Universal do Reino de Deus, Nova Vida, etc - é de 27 anos. Já a idade média dos evangélicos de missão – luteranos, presbiterianos, metodistas, batistas, etc – é de 29 anos.

Os espíritas são o grupo religioso com idade mediana mais elevada, 37 anos, e os sem religião, a mais baixa, 26 anos. Seguidores da umbanda e do candomblé têm idade mediana de 32 anos.

A proporção de católicos foi maior entre aqueles com mais de 40 anos. A explicação é, segundo o IBGE, que estas gerações se formaram em períodos de maior hegemonia católica. Os evangélicos tiveram suas maiores proporções entre crianças e adolescentes. No caso de menores de 10 anos de idade, era considerada a mesma religião da mãe.

Os dados do IBGE mostram que católicos e aqueles sem religião são os únicos grupos com maiores porcentagens de homens que de mulheres. Entre as pessoas de sexo masculino, 65,5% seguem a doutrina do Vaticano, e 9,7% não seguem nenhuma instituição religiosa. Entre as mulheres, esses percentuais são de 63,8% e 6,4%, respectivamente. Nos demais grupos, as pessoas do sexo feminino formam a maioria dos contingentes declarados.

Espíritas é grupo com indicadores de educação e renda mais elevados

Um cruzamento entre renda e religião permitiu avaliar que 55,8% dos católicos com 10 anos ou mais viviam com até um salário mínimo, embora evangélicos pentecostais (63,7%) e os sem religião (59,2%) sejam maioria nesta faixa. Entre as classes de rendimento acima de cinco salários mínimos, 19,7% se declararam espíritas. Este grupo religioso possui também a maior proporção de pessoas com nível superior completo (31,5%), além de ter as menores percentagens de indivíduos sem instrução (1,8%) e com Ensino Fundamental incompleto (15%). José Leal/Folha da Produção.

grafico-religiões

DIÁRIORS

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

  • Estação Fitness
  • Drago Restaurante e Pizzaria
  • Vimesq
  • Revista Spelho
  • SCT Construtora e Incorporadora LTDA
  • Eficaz
  • Confecções Helenice