Cresol Sarandi
Cesurg Sarandi
Grossi Combustiveis
Follow - Liv - G8 Pub
  • Grossi Combustiveis
  • Cesurg Sarandi
  • Cresol Sarandi
  • Follow - Liv - G8 Pub
  • Milani Corretora de Seguros
  • Farmácia Nossa Senhora de Fátima
  • Taura Auto Peças
  • Teloken Engenharia LTDA
  • Fornari Advogados Associados
  • X & Cia
  • Drággon Artigos Esportivos
  • Gostinho Della
  • Rembecker Estruturas Metálicas
  • Casarotto Imóveis
  • Cotrisal
  • Parada Obrigatória Consultoria e Assessoria de Multas de Trânsito
  • Instituto Vida NOva
  • Signomar Comércio de Bebidas
  • VS Gráfica Expressa
  • Rômulo De Cezaro
  • Bortoluzzi Odontologia
  • Clínica Estética Vitallitá
  • Sicredi
  • Barbearia 84
  • Laboratório Sarandi
  • Barbearia Da Luz
  • Restaurante 4 Ases

Siga nossa página

Papa estuda antecipação de conclave que elegerá seu sucessor

O porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, disse hoje (20) que Bento XVI está estudando a publicação de um moto-próprio, espécie de decreto papal no qual se estabelecem regras eclesiásticas, que permitiria a antecipação do conclave de cardeais em que será eleito seu sucessor. Isso "aclararia alguns temas específicos" sobre o conclave, disse Lombardi.

No dia 11 deste mês, segunda-feira de carnaval, o papa anunciou que renunciará ao pontificado no próximo dia 28. Pelas regras eclesiásticas atuais, é necessário que transcorram de 15 a 20 dias antes da convocação do conclave para que os cardeais de todo o mundo tenham tempo de chegar a Roma.

Isso se explica porque, usualmente, os papados terminam com a morte dos pontífices, e nesse período costumam ser realizados os cortejos fúnebres, o que, no caso de Bento XVI não ocorrerá. Com isso, fortaleceram-se as especulações de que poderia ser antecipado o processo de eleição do sucessor de Bento XVI.

O próprio Lombardi admitiu, na semana passada, que o conclave poderia começar antes de 15 de março, embora tenha negado, em seguida, essa possibilidade.

Ambrogio Piazzoni, um historiador do Vaticano, disse  à imprensa que, se os cardeais puderem chegar a Roma antes desse período de 15 a 20 dias, "não há nada que esperar". Piazzoni ressaltou que não há precedentes históricos de cardeais que tenham se retirado da eleição papal, exceto por problemas de saúde ou porque foram impedidos de viajar para Roma.

00to-XVI

Agência Brasil

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

  • SCT Construtora e Incorporadora LTDA
  • Revista Spelho
  • Drago Restaurante e Pizzaria
  • Confecções Helenice
  • Estação Fitness
  • Vimesq
  • Eficaz