Cesurg Sarandi
Cresol Sarandi
Follow - Liv - G8 Pub
Grossi Combustiveis
  • Cresol Sarandi
  • Grossi Combustiveis
  • Cesurg Sarandi
  • Follow - Liv - G8 Pub
  • Spyder
  • Nina Comunicação Visual
  • VS Gráfica Expressa
  • Barbearia 84
  • Drággon Artigos Esportivos
  • Laboratório Sarandi
  • Cotrisal
  • Rômulo De Cezaro
  • X & Cia
  • Restaurante 4 Ases
  • Gostinho Della
  • Clínica Estética Vitallitá
  • Casarotto Imóveis
  • Milani Corretora de Seguros
  • ZF Colchões Bio Magistral
  • Signomar Comércio de Bebidas
  • Farmácia Nossa Senhora de Fátima
  • Taura Auto Peças
  • Rembecker Estruturas Metálicas
  • Stamp Personalizados
  • Bortoluzzi Odontologia
  • Sicredi
  • Teloken Engenharia LTDA

Siga nossa página

Vestibular UPF: planejamento e rede de apoio ajudam a sair da casa dos pais

 

Vestibular sair de casaEscolher uma universidade, como a UPF, em alguns casos exige deixar o conforto da casa dos pais para morar sozinho. Confira algumas dicas com uma acadêmica que viveu essa experiência

Abrir mão do conforto da casa dos pais nem sempre é fácil, mas, em alguns casos, é uma decisão que precisa ser tomada. A acadêmica do curso de Agronomia da Universidade de Passo Fundo Victoria Pitol sabe muito bem como é isso.

Natural do município de Anta Gorda, a cerca de 130 km de Passo Fundo, ela teve que deixar sua cidade natal para seguir o sonho de ingressar na faculdade. “Como eu queria fazer o curso de Agronomia pela UPF, pela notoriedade, eu sabia que tinha que abrir mão de algumas coisas, como o conforto dos pais em casa”, conta.

De acordo com ela, a decisão não foi fácil, especialmente por sempre ter morado em cidade pequena. “O mais difícil sempre é a saudade da família, de amigos que ficaram mais distantes. Acostumar com o tamanho e a rotina corrida da cidade também foi difícil”, lembra.

No entanto, com a mudança, ela garante que aprendeu a ficar sozinha, a criar responsabilidades e uma rotina. “Não fica mais fácil com o tempo, mas aprendemos a viver com as nossas próprias pernas, a levar a rotina do nosso jeito, sem a ajuda sempre pronta dos nossos pais”, comenta a acadêmica.

Ter ajuda é importante
Segundo Victória, ter uma conhecida da família por perto foi o que facilitou sua adaptação. “Foi importante ter pessoas em quem confiar aqui, porque cheguei em uma cidade grande e sem conhecer nada, então, o auxílio dela foi fundamental. Além disso, apesar do tamanho, a cidade em si acolhe todos os estudantes muito bem, pessoas simpáticas e generosas”, destaca.


Para quem está prestes a viver a mesma experiência que a estudante, a dica é, apesar de todas as mudanças, se manter focado nos estudos. “Mudanças sempre vão ocorrer, sejam pequenas ou grandes, a ponto de morar fora. Mas o importante nessa fase da nossa vida, é a dedicação ao estudo. Escolham um curso que amem, que tenham o prazer de estudar assim como eu tenho, estudem e lutem muito para passar e cursá-lo. Vai haver dias puxados, dias ruins, mas acredito que tudo irá valer a pena sempre. Contem com pessoas que os apoiem e foquem nos seus objetivos acadêmicos”, completa.

Dicas para uma melhor adaptação
Dedicar-se aos estudos, contar com o apoio dos amigos e da família, assim como Victória contou, são ações fundamentais nesse processo de mudança, não apenas de casa. Com a ajuda do Setor de Atenção ao Estudante, reunimos mais algumas dicas para quem, em breve, terá que morar sozinho.


Busque integração
Assim como Victória teve a ajuda de uma pessoa amiga, o ideal para quem está saindo de casa pela primeira vez é buscar a integração em algum grupo ou instituição. A ideia é ter a oportunidade de fazer novas amizades.

Isso inclui não apenas os novos colegas de sala de aula, mas também espaços dentro da própria Universidade, como as associações atléticas, os diretórios acadêmicos ou espaços de formação, como as oficinas do Saes.

Mantenha o contato com a família
Nada de se desligar completamente da família assim que colocar os pés para fora de casa. É importante, nesse período de transição em que o estudante assume novas responsabilidades, manter contato e se aproximar da família da forma que for possível. E vale usar as redes sociais para manter esse contato e ter sempre alguém com quem conversar.


Planeje-se
Morar sozinho – ou dividindo um apartamento – exige muito planejamento, inclusive de questões práticas, como as finanças. Mas também significa que a responsabilidade de conciliar a rotina de estudos com os demais é toda do estudante. Por isso, é importante se planejar e manter tudo em ordem, para que nada saia do controle.  


Vestibular de Verão UPF
Quer viver uma experiência com o suporte de toda uma instituição, como a Victória? Então, inscreva-se no Vestibular de Verão da UPF. Além dos vários grupos dos quais você pode fazer parte, a UPF também disponibiliza um Programa de Residência Compartilhada, que viabiliza uma moradia mais barata e ainda permite que você faça estágio na área que escolheu.


Nesta edição, são 57 opções de cursos, divididos em sete áreas do conhecimento: tecnologia; engenharia, arquitetura e exatas; saúde e bem-estar; ciências agrárias e biológicas; comunicação e artes; ciências sociais aplicadas; e educação e humanidades. Os cursos são oferecidos no Campus I, em Passo Fundo, e também na estrutura multicampi. Conheça os todos cursos e inscreva-se no site vestibular.upf.br.

Vestibular sair de casa
Foto: Camila Guedes e arquivo pessoal
AIP - UPF
CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

  • Estação Fitness
  • Drago Restaurante e Pizzaria
  • Confecções Helenice
  • SCT Construtora e Incorporadora LTDA
  • Eficaz
  • Revista Spelho
  • Vimesq