Cesurg Sarandi
Cresol Sarandi
Grossi Combustiveis
Follow - Liv - G8 Pub
  • Cesurg Sarandi
  • Grossi Combustiveis
  • Cresol Sarandi
  • Follow - Liv - G8 Pub
  • Instituto Vida NOva
  • Parada Obrigatória Consultoria e Assessoria de Multas de Trânsito
  • Gostinho Della
  • Fornari Advogados Associados
  • Farmácia Nossa Senhora de Fátima
  • Sicredi
  • Bortoluzzi Odontologia
  • Teloken Engenharia LTDA
  • Laboratório Sarandi
  • VS Gráfica Expressa
  • Restaurante 4 Ases
  • Clínica Estética Vitallitá
  • Cotrisal
  • Barbearia Da Luz
  • Barbearia 84
  • X & Cia
  • Signomar Comércio de Bebidas
  • Rômulo De Cezaro
  • Taura Auto Peças
  • Rembecker Estruturas Metálicas
  • Casarotto Imóveis
  • Milani Corretora de Seguros
  • Drággon Artigos Esportivos

Siga nossa página

Grêmio Luta mas clássico termina empatado

                           Tricolor pressionou o adversário na despedida do Olímpico


O Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense fez sua última partida oficial no Estádio Olímpico Monumental neste domingo, o clássico Gre-Nal 394, válido pela última rodada do Campeonato Brasileiro 2012. O confronto terminou em um empate sem gols, determinando a terceira colocação gremista na competição, com vaga garantida na fase preliminar da Libertadores da América em 2013.

elano l

Primeiro Tempo

O clássico Gre-Nal começou com o Grêmio exercendo a pressão esperada com o apoio dos mais de 45 mil torcedores presentes no Estádio Olímpico Monumental. As duas equipes vieram a campo com esquemas idênticos, deixando o meio de campo povoado, com mais espaços aparecendo nas laterais. O Tricolor dominou as ações iniciais, encurralando o adversário no campo de defesa.

A melhor chegada aconteceu aos 11 minutos em jogada do lateral-direito Pará, que alçou rasante para o meio da área, Elano surgiu em velocidade na primeira trave, se esticou mas não alcançou a bola, tirada pela defesa. Quatro minutos depois, em rebatida de escanteio, Anderson Pico recebeu passe e cruzou para a área, mas a zaga tirou o perigo.

Após os quinze minutos iniciais, a partida ficou equilibrada, com as defesas sendo soberanas em relação aos ataques. Os adversários chegaram pela primeira vez aos 25 minutos. Após lançamento, D’alessandro entrou na área pelo lado direito e chutou cruzado, para segura defesa de Marcelo Grohe, que só assistia o jogo até então.

O zagueiro Werley havia sofrido uma pancada na cabeça ao tirar uma bola alçada na área gremista e acabou sentindo tonturas, obrigando o técnico Vanderlei Luxemburgo a fazer a primeira modificação, com a entrada de Saimon.

Pela forte marcação exercida, as opções ofensivas dependiam muito mais do talento individual do que em jogada de troca de passes. Assim, aos 38 minutos, Anderson Pico fez grande jogada pela esquerda, colocou por entre as pernas de Edson Ratinho e cruzou na risca da pequena área para o centroavante André Lima que cabeceou, mas a bola acabou prensada pela defesa à escanteio.

Já perto do fim da etapa, aos 40 minutos, Leandro Damião desviou de cabeça no primeiro pau, depois de cruzamento de Fred da esquerda, mas a bola saiu à linha de fundo. O primeiro tempo acabou marcado pelo equilíbrio.

Segundo Tempo

As duas equipes voltaram com as mesmas formações para a etapa complementar, porem o Grêmio, assim como na etapa inicial, mostrou brio e pressionou o adversário buscando a abertura do marcador. Os espaços seguiam escassos, e, após lançamento longo para o ataque gremista, Elano recebeu em condições a frente da zaga e o goleiro Muriel saiu em desabalada carreira para fora de sua área aos 3 minutos. O meia tentou encobri-lo, mas Muriel defendeu para evitar o gol. Primeiro jogador expulso do Internacional.

A primeira confusão da partida se instaurou no gramado e o técnico Vanderlei Luxemburgo invadiu o campo para repreender o lateral Anderson Pico. Acabou expulso pelo árbitro Heber Roberto Lopes. Com o auxiliar Junior Lopes na casamata, o atacante Leandro entrou no lugar de Anderson Pico, para dar maior ímpeto ofensivo ao Grêmio.

O Imortal nem teve tempo para aproveitar a vantagem numérica. Aos 13 minutos, Leandro Damião em dividida aérea quase que no meio de campo, pelo lado esquerdo, desferiu um cotovelaço que atingiu o rosto do zagueiro Saimon. Segundo expulso do lado adversário. Marquinhos entrou na equipe, saindo o volante Fernando, como tentativa de rodar a bola com velocidade e abrir espaços na defesa adversária.

A partir de então os visitantes se fecharam de vez na defesa e o Grêmio pressionava de forma incessante o gol do arqueiro Renan. Foram quatro chances sequenciais pelo lado Tricolor. Aos 28, André Lima teve a oportunidade, mas desperdiçou. Um minuto depois, em infiltração rápida, Zé Roberto recebeu pelo alto de André Lima e emendou uma bicicleta que poderia eterniza-lo na história do Olímpico, mas a bola foi no meio do gol para a defesa de Renan.

Aos 30 minutos, novamente Zé Roberto teve a chance da abertura do marcador, mas o chute passou para fora. No minuto seguinte, após cruzamento rasteiro de Leandro, André Lima se adiantou a marcação e bateu de primeira, mas a bola passou raspando o travessão.

A pressão Tricolor arrefeceu, e os adversários catimbavam ao máximo para segurar o marcador. Ainda assim, o Grêmio chegou por mais duas vezes. Leandro desviou de cabeça para fora aos 42. Três minutos depois, Elano tentou a conclusão, mas a bola saiu. A partida ainda tinha quatro minutos por cumprir, mas o árbitro Heber Roberto Lopes, de atuação conturbada, resolveu decretar o final do último capítulo do Estádio Olímpico Monumental, em um empate sem gols.

Fotos: Lucas Uebel/Grêmio
.

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

  • Drago Restaurante e Pizzaria
  • Estação Fitness
  • SCT Construtora e Incorporadora LTDA
  • Revista Spelho
  • Vimesq
  • Confecções Helenice
  • Eficaz