Chini Centro Auditivo
Cesurg Sarandi
Grossi Combustiveis
Cresol Sarandi
  • Chini Centro Auditivo
  • Grossi Combustiveis
  • Cresol Sarandi
  • Cesurg Sarandi
  • Taura Auto Peças
  • PróVida
  • Casarotto Imóveis
  • Clínica Estética Vitallitá
  • Drággon Artigos Esportivos
  • Master Informática
  • Teloken Engenharia LTDA
  • Cotrisal
  • Milani Corretora de Seguros
  • Farmácia Nossa Senhora de Fátima
  • Laboratório Sarandi
  • Gostinho Della
  • Rembecker Estruturas Metálicas
  • Fornari Advogados Associados
  • VS Gráfica Expressa
  • Barbearia 84
  • Signomar Comércio de Bebidas
  • Dec´s
  • Consórcio Sarandi
  • X & Cia

Mais uma vez Brasil, mais uma vez Dunga

17443155Pela primeira vez depois da Copa do Mundo o Brasil voltou a jogar em casa. Neste dia 07 de junho de 2015 para enfrentar, em jogo amistoso, a seleção do México, no Allianz Parque, Arena do Palmeiras.

 

Nosso escrete foi a campo sem Neymar que estava ainda comemorando a conquista da UEFA Champions League, e para ocupar seu posto como capitão estava lá ele, com toda sua cabeleira, David Luiz com a braçadeira.

 

No início nosso escrete estava com muita dificuldade em sair com a bola, pois a marcação mexicana era muito forte, ocorrendo marcação na saída de bola brasileira. A seleção brasileira só chegava em bolas paradas, com certo perigo aliás.

 

E pra quem pensa que amistoso não tem pressão da torcida, vejam vocês, a cada toque mexicano na bola a torcida brasileira toda vaiava, fazendo sua marcação fora de campo. E essas vias sob o México não só porque era nosso adversário, mas também porque ficava apenas no toque de bola, realizando lances laterais sem nenhuma chagada, esperando o Brasil, e também sem dar espaços para que o escrete brasileiro chega-se,irritando muito o torcedor.

 

O México até teve algumas boas chances chegando com um pouco mais de perigo, com marcação adiantada forçando o Brasil a dar chutões, com resultado nada bom. Por estar caracterizando seu jogo pelos chutões o Brasil estava errando passes e dando chances ao México.

 

Mas as chegadas da equipe mexicana também não eram aquela maravilha, devo resaltar que a defesa brasileira estava muito bem.  E ai quem não é efetivo sofre perigo, e com perigo nosso escrete chegou aos 27 para 28min em jogada de linha de fundo deixando a marcação para trás Philippe Coutinho chuta para o barbante, abrindo o marcador para o Brasil, Gooollllll quase sem ângulo para agitar a torcida brasileira.

 

Após o gol o Brasil continuou encolhido esperando o México, jogando no erro do adversário. E em um desses erros em contrataque com toque de bola, Elias recebe bola na entrada da área, dribla um mexicano e com paciência sem ser fominha toca para Diego Tardelli que estava livre e de cara para o gol, Diego Tardelli como matador que é manda a bola para o barbante e sai pra comemorar o seu Gooollllll com os companheiros e é claro com o garção e amigo Elias, afinal o gol de certa forma também é dele.

 

E como disse o comentarista Leovegildo Lins da Gama Júnior, o Júnior, para com relação ao gol, este é o típico gol “Faz e me abraça”. E foi isso mesmo que aconteceu, nada mais justo, não é mesmo?

 

Na segunda etapa como o Brasil estava vencendo não se preocupou em criou chances, aliás, sequer tentou chegar ao ataque, coisa essa que só fez depois dos 45min. Já o México até que tentava, mas ficava só no toque de bola sem ameaçar a mata do goleiro Jeferson, méritos também da boa defesa brasileira que não dava chances.

 

Está boa defesa de nosso escrete é mérito de nosso grande ex-capitão, genial, e maravilhoso Carlos Caetano Bledorn Verri, mais conhecido como Dunga. Ele recebeu a difícil missão de reestruturar nosso escrete depois da Copa, currar nossos jogadores do trauma dos 7X1, além é claro de melhorar a equipe que estava com atuações ridículas e completamente inferiores para representar essa camisa de tantas glórias e conquistas.

E antes mesmo que comessem as competições para valer de verdade, quero aqui deixar minha opinião sobre o Dunga, não vou esperar que vença ou perca para daí falar o que dele penso. O Dunga é um ótimo técnico, tem muita inteligência, capacidade, autonomia e acima de tudo vontade e fome de vitória. Posso morder a língua, mas mesmo assim vou correr o risco. Aconteça o que acontecer, estou fechada com você Dunga.

 

Com relação ao jogo, o 2° T foi entediante e acabou assim mesmo, Brasil 2X0 México. E que venha a seleção de Honduras, para ser a décima vitima desse escrete renovado, pós Copa do Mundo. Vai ser no Beira-Rio, e acho que lá o Dunga se sente muito bem, aliás não apenas ele mas como também alguns de seus craques.

tecnico da selecao brasileira dunga observa amistoso entre brasil e mexico neste domingo 7 em sao paulo 1433710413865 956x500

Por Valeria Cenci

DiárioRS

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e  fique informado sobre as notícias da região.

rodape diario

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

  • Revista Spelho
  • Estação Fitness
  • Drago Restaurante e Pizzaria
  • Eficaz
  • SCT Construtora e Incorporadora LTDA
  • Confecções Helenice