Cesurg Sarandi
Chini Centro Auditivo
Cresol Sarandi
Grossi Combustiveis
  • Cresol Sarandi
  • Cesurg Sarandi
  • Chini Centro Auditivo
  • Grossi Combustiveis
  • Fornari Advogados Associados
  • Taura Auto Peças
  • Drággon Artigos Esportivos
  • Casarotto Imóveis
  • Rembecker Estruturas Metálicas
  • Gostinho Della
  • Bortoluzzi Odontologia
  • Cotrisal
  • Barbearia 84
  • Milani Corretora de Seguros
  • Clínica Estética Vitallitá
  • X & Cia
  • Farmácia Nossa Senhora de Fátima
  • Signomar Comércio de Bebidas
  • Teloken Engenharia LTDA
  • Laboratório Sarandi
  • VS Gráfica Expressa

Siga nossa página

Grêmio vence a Ponte Preta na base da superação e no grito da sua nação

Jogando com um jogador a menos, contra uma equipe que soube se defender, o Grêmio venceu a Ponte Preta pelo placar de 1 a 0 com gol marcado por André Lima aos 45 minutos do segundo tempo. Uma vitória que contou com a participação direta do torcedor, que jamais deixou de apoiar e levou o time á vitória na base do grito e da superação. Com este resultado, o Tricolor pode até garantir sua vaga na Libertadores de forma antecipada dependendo dos resultados paralelos deste domingo.

03nov12 gremioxponte 028 l


PRIMEIRO TEMPO:


Empurrado pela torcida, o Grêmio começou o jogo pressionando, mas encontrou uma Ponte Preta bem fechada atrás, como costumam jogar as equipes que atuam no Olímpico.

Logo aos 2 minutos, Zé Roberto viu Marcelo Moreno entrando atrás da zaga, pela direita. O lançamento foi um pouco longo e Moreno dividiu com o goleiro Roberto que saiu nos pés do atacante gremista para fazer a defesa e evitar a abertura do placar logo cedo.

Apesar do domínio e ter a posse de bola, o Tricolor lutava para vencer a retranca adversária, sempre atento aos contra-ataques.

Aos 13 minutos, a Ponte conseguiu um escanteio pela esquerda. Nikão fez a cobrança e o zagueiro Cléber ganhou a disputa aérea na área gremista. A cabeçada passou por sobre a meta de Marcelo Grohe, com perigo.

No minuto 19, Zé Roberto deu para Pará, na direita, ao lado da área. O cruzamento foi na cabeça de Marcelo moreno que torneou. A bola passou na frente da meta, na pequena área e saiu do outro lado.

O time campineiro respondeu no lance seguinte, no contra-ataque: Luan foi lançado na direita, passou por Naldo, invadiu a área e só rolou para Roger, que chegava de trás. O atacante chutou fraco e Marcelo Grohe fez a defesa. Perdeu a chance a Ponte Preta.

Aos 27 minutos, Nikão recebeu na direita, entrou na área e chutou de perna esquerda, forte. A bola passou rente ao travessão de Grohe, que estava nela.

O mesmo Nikão levou perigo quatro minutos depois. Desta vez e chutou da entrada da área, rasteiro. Marcelo Grohe caiu no canto direito para fazer a defesa.

A Ponte Preta cresceu e já não sofria tanto assédio do ataque tricolor.

Aos 33, Luan recuperou uma bola que estava dominada pela defesa gremista e criou a melhor oportunidade na partida até então: ele tocou para Roger que entrou livre pela esquerda, esperou a saída de Marcelo Grohe e chutou pra fora, à esquerda. Escapou o Grêmio.

Dez minutos depois, outra oportunidade para os visitantes abrirem o marcador: João Paulo entrou em velocidade pela esquerda e fez o cruzamento rasteiro. A bola passou por todo mundo e ficou á feição para Wendel marcar. Para sorte do Tricolor, ele pegou mal na bola e mandou pela linha de fundo.

Neste lance, Anderson Pico acabou lesionando o dedo e teve que deixar o gramado para entrada de Julio Cesar.

Foi a última incidência dos primeiros 45 minutos.


SEGUNDO TEMPO:


As duas equipes voltaram para o segundo tempo com o mesmo time que terminou o primeiro.
E o jogo também seguiu igual: o Grêmio lutando para romper a retranca adversária e a Ponte Preta levando perigo nos contra-ataques.

Só aos 8 minutos o Grêmio conseguiu chegar com certo perigo: Zé Roberto recebeu na entrada da área e rolou para Pará, entrando pela direita. O lateral chutou de primeira, mas a bola subiu demais.

Quatro minutos depois, a jogada foi ao inverso: Pará deu para Zé Roberto, na direita, fundo de campo. Ele fez o cruzamento no segundo pau e Julio Cesar pegou de primeira, mas longe do gol de Roberto.

Aos 14 minutos, Luxemburgo mudou o Grêmio pela segunda vez: Elano entrou no lugar de Fernando.

Dez minutos depois, colocou André Lima na vaga de Leandro.

Aos 25, Rildo recebeu na esquerda, colocou na frente e acabou atingido por Julio Cesar, que matou a jogada. O árbitro mostrou cartão vermelho direto para o lateral gremista. Tricolor com um jogador a menos para os minutos finais.

Sentindo as dificuldades, o torcedor gremista que lotou o Olímpico resolveu ser o décimo primeiro jogador. Na base do grito, não deixou o grupo esmorecer.

O Tricolor foi pra cima, criou uma boa sequência de escanteios, mas a zaga sempre ia levando a melhor.

Aos 45 minutos, quando o árbitro já havia apontado quatro minutos de acréscimo, Zé Roberto teve a chance de levantar na área no último escanteio da partida. A bola viajou até a pequena área. Lá estava André Lima, o Guerreiro Imortal. Ele dividiu no alto com o goleiro e mandou de cabeça para o fundo das redes! Os jogadores da Ponte preta chegaram a reclamar de falta sobre o goleiro Roberto, mas o gol foi legal!

Explodiu a torcida gremista no Olímpico!
Ela que chamou este gol!
Foi o gol da vitória tricolor!

Público Pagante: 21.833
Público Não Pagante: 18.927
Público Total: 40.760
Renda: R$ 577.215,00

Fotos: Lucas Uebel

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

  • Eficaz
  • Drago Restaurante e Pizzaria
  • Revista Spelho
  • Confecções Helenice
  • SCT Construtora e Incorporadora LTDA
  • Estação Fitness