Cesurg Sarandi
Chini Centro Auditivo
Grossi Combustiveis
Cresol Sarandi
  • Cresol Sarandi
  • Chini Centro Auditivo
  • Grossi Combustiveis
  • Cesurg Sarandi
  • Master Informática
  • Milani Corretora de Seguros
  • Gostinho Della
  • Casarotto Imóveis
  • Taura Auto Peças
  • PróVida
  • Laboratório Sarandi
  • Signomar Comércio de Bebidas
  • Cotrisal
  • Drággon Artigos Esportivos
  • VS Gráfica Expressa
  • Farmácia Nossa Senhora de Fátima
  • Barbearia 84
  • Dec´s
  • Fornari Advogados Associados
  • Clínica Estética Vitallitá
  • Rembecker Estruturas Metálicas
  • Teloken Engenharia LTDA
  • Consórcio Sarandi
  • X & Cia
  • Home
  • Notícias
  • Polícia
  • Polícia identifica mulher esquartejada que teve partes do corpo encontradas no RS e em SC

Polícia identifica mulher esquartejada que teve partes do corpo encontradas no RS e em SC

Homem teria confessado o crime, após ser detido pela Polícia Civil na noite de quinta-feira, em Porto Alegre, mas pedido de prisão foi indeferido pela Justiça

rbs

A Polícia Civil de Porto Alegre confirmou a identificação da mulher que teve partes de seu corpo — como pernas, mãos e braços — encontradas em um terreno baldio em São Joaquim, na serra catarinense, há cerca de duas semanas. As informações são do blog Caso de Polícia, da Rádio Gaúcha.

Após um cruzamento de dados que envolveu a polícia de todo o sul do país
, a polícia descobriu que, na noite da quinta-feira, que a vítima é Cíntia Beatriz Lacerda Glufke, 34 anos. 


A jovem era mineira, morava em Porto Alegre, e estava desaparecida desde 7 de agosto. Além de em São Joaquim, partes do corpo também foram encontradas no bairro Mário Quintana, em Porto Alegre.

Um suspeito do crime foi ouvido pela delegada Jeiselaure de Souza, titular da 5ª Delegacia de Homicídios de Porto Alegre, nesta madrugada. O homem confessou o crime, mas a Justiça indeferiu o pedido de prisão dele. Por enquanto, ele responderá em liberdade. Outra pessoa também estaria envolvida no assassinato.

Buscas

Policiais de São Joaquim se deslocaram até Porto Alegre para participar da investigação. Durante o trabalho policial, um dos suspeitos confessou o crime, explicando detalhes da morte, de como esquartejou o corpo e ainda a ocultação do cadáver. Ao realizar buscas no bairro Mário Quintana, conforme indicação do preso de forma temporária, tronco e cabeça da vítima foram encontradas enterradas e concertadas. 

Segundo Jeiselaure, houve requintes de crueldade e muita frieza dos envolvidos. São dois homens que têm ligação com a vítima. Eles articularam e organizaram todos os detalhes.

Por Diário Catarinense 

 

DiárioRS

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e  fique informado sobre as notícias da região.

rodape diario

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

  • Revista Spelho
  • Estação Fitness
  • Drago Restaurante e Pizzaria
  • Confecções Helenice
  • Eficaz
  • SCT Construtora e Incorporadora LTDA