Cresol Sarandi
Cesurg Sarandi
Grossi Combustiveis
Follow - Liv - G8 Pub
  • Follow - Liv - G8 Pub
  • Grossi Combustiveis
  • Cresol Sarandi
  • Cesurg Sarandi
  • Casarotto Imóveis
  • Milani Corretora de Seguros
  • Cotrisal
  • Gostinho Della
  • X & Cia
  • Nina Comunicação Visual
  • Laboratório Sarandi
  • Rembecker Estruturas Metálicas
  • VS Gráfica Expressa
  • Clínica Estética Vitallitá
  • Rômulo De Cezaro
  • ZF Colchões Bio Magistral
  • Sicredi
  • Taura Auto Peças
  • Signomar Comércio de Bebidas
  • Stamp Personalizados
  • Restaurante 4 Ases
  • Bortoluzzi Odontologia
  • Farmácia Nossa Senhora de Fátima
  • Spyder
  • Drággon Artigos Esportivos
  • Barbearia 84
  • Teloken Engenharia LTDA

Siga nossa página

Chá verde: o queridinho das nutricionistas

Descubra as infinitas formas de uso do chá verde na saúde, no aumento da energia, nos tratamentos estéticos, emagrecimento e redução da celulite

O que é o chá verde?

Oriundo da planta Camellia sinensis, a mesma que origina os chás preto, o chá vermelho e o chá branco, a Camellia simensis é mais utilizada na forma de chá, uma bebida feita a partir das suas folhas colocadas sob vapor e depois, secas, por isso contém propriedades diferentes. Desta forma previne-se oxidação dos ingredientes e preservam-se os nutrientes. Entre os derivados da erva (chá preto, vermelho e branco), esse é o chá mais popular no Brasil e foi alvo de mais estudos do que os demais.

Sabe-se que o chá verde é rico em flavonoides chamados catequinas que são fitoquímicos responsáveis pela maior parte de suas propriedades para a saúde. O chá também é rico em cafeína, a quantidade pode variar de 10 a 86 mg por colher de sopa cheia da folha seca, suficiente para uma xícara de chá feito com 200 mls de ága fervida. A quantidade máxima de chá verde indicada é de 4 xícaras ao dia, ou 800 mls. Mais do que isso é passível de efeitos colaterais.

cha-verde-emagrece-1024x540

Benefícios do chá verde

Ele é rico em catequinas e alguns estudos preliminares apontam que umas das catequinas mais presentes no chá verde, a epigalocatequina galato (EGCG), estimula diversas enzimas que controlam o metabolismo das gorduras, inclusive incentivando a quebra delas. Isso faz com que elas sejam mais bem usadas pelo nosso organismo, não ficando apenas paradas no tecido adiposo. Essa catequinas EGCG ajudam também a combater o colesterol. Uma pequena fração do colesterol que temos é produzido no corpo, mas a maior parte vem da alimentação. As EGCG reduzem a absorção desse nutriente no nosso intestino, reduzindo assim sua quantidade em nosso corpo. Porém, os estudos mostram mais sua ação na redução do LDL, considerado o colesterol ruim, e não no aumento do HDL, o colesterol bom. Além disso, outros polifenois chamados de taninos também estão relacionados a essa redução do LDL, de acordo com alguns estudos.

Outros compostos presentes aceleram o metabolismo por isso é muito conhecido como um ótimo termogênico, melhorando e aumentando a circulação sanguínea ajudando na diminuição do inchaço (retenção de líquidos) e na redução da celulite de grau baixo a moderado.

Mas ele pode ir além - um artigo publicado em 2011 no jornal científico Obesity Reviews sugere que os polifenois do chá inibem a ação de uma enzima, dessa forma agindo junto com a cafeína, aumentando sua ação de termogênese e a oxidação das gorduras. O primeiro mecanismo faz com que o metabolismo funcione mais rapidamente, o que queima mais energia do nosso corpo, evitando que ela se torne gordura e se acumule. Já o último faz com que a gordura seja utilizada e reduz seu acúmulo também.

Por conter caféina, dá mais energia para os praticantes de atividade física e acelerando o metabolismo contribui no emagrecimento aqueles que estão em tratamento para esse objetivo.

Além de promover o emagrecimento, as pessoas que tomam o chá verde obtém uma melhor redução na porcentagem de massa gorda no organismo quando comparadas com aquelas que não fazem uso da planta . Porém, são necessários mais estudos que comprovem mesmo essa ação pois falta relacionar seu consumo e a falta dele com o nível de atividade física, duração da mesma e o tipo de alimentação que realizam .

Muitos pacientes relatam que ao consumirem chá verde mais de duas vezes ao dia notam aumento da saciedade. O que comprova algumas pesquisas que indicam que as catequinas interagem com os receptores da leptina, hormônio relacionado à sensação de saciedade do nosso organismo. Ou seja, o consumo do chá nas quantidades recomendadas evita que você coma mais do que o necessário para seu organismo.

É um potente antioxidante tendo o poder de combater os radicais livres em nosso organismo. Por isso mesmo, a bebida atua na prevenção e/ou tratamento de doenças crônicas como câncer, doenças cardiovasculares e diabetes, além de ajudarem no antienvelhecimento da pele. Alguns especialistas chegam a mensurar que o poder antioxidante desses nutrientes é maior do que a vitamina C ou E.

Melhora o humor, pois existe um aminoácido no Chá Verde chamado L-teanina – que é exclusivo dessa planta. Quando ele é liberado em nosso corpo, vai para o cérebro e lá aumenta a produção de dopamina e serotonina, neurotransmissores que estão ligados à sensação de bem-estar. Ele também aumenta a produção de ondas alfa no cérebro, o que eleva a sensação de relaxamento, de acordo com um estudo feito no Japão em 2005. Como se tudo isso não bastasse, os flavonoides modulam a noradrenalina, hormônio que também está relacionado com a ansiedade. Por fim, a vitamina C, presente no chá mesmo que em baixas quantidades, atua no hormônio cortisol, que sempre é produzido no corpo em situações de estresse e está envolvida na produção da serotonina.

Otimiza a digestão, mas de forma diferente dos outros chás digestivos, que trabalham aumentando os sucos gástricos! Sua atuação nesse processo ocorre, possivelmente, devido a alguns compostos bioativos que ele traz em sua composição, e que estimulam a microbiota do intestino, também conhecida como flora intestinal. Essas bactérias são responsáveis por ajudar no trabalho de digestão, principalmente de algumas vitaminas. Como um benefício extra, estimular as bactérias do organismo também melhora a imunidade. Melhorando o funcionamento digestivo, mesmo que pouco já contribui para a diminuição do abdômen e a melhora do aspecto da pele se ali tiver presente celulite e flacidez.

Comparando com o café preto A quantidade de cafeína no chá verde é semelhante ao café. Enquanto o último têm 73 mg de cafeína em 60 ml, bem menos do que uma xícara, o chá verde pode conter até 80 mg do nutriente a cada 150 ml, ou seja, uma xícara de chá. Uma quantidade bem maior, e ainda com a vantagem de trazer outras propriedades benéficas para saúde e um efeito calmante que se equilibra com a cafeína. Porém, lembre-se que consumir o chá verde logo após as refeições, como fazemos com o cafezinho, pode prejudicar a absorção do ferro, pois ele contém uma quantidade baixa de taninos, como todo já, que se prende ao mineral dificultando sua absorção.

Riscos: Quando consumido em altas doses, o chá verde pode sim fazer mal. A grande quantidade de cafeína pode causar insônia, apesar dos efeitos calmantes do chá, e também levar à gastrite, por aumentar a secreção gástrica. Ultrapassar a ingestão recomendada também pode reduzir a absorção de diversos nutrientes, como o ferro e cálcio, sendo que a ausência do último é perigosa para mulheres na menopausa. Por isso, mesmo consumindo apenas essa quantidade, é muito importante não tomar o chá verde durante as refeições.

Contraindicações: Gestantes devem evitar tomar o chá verde, pois ele pode reduzir o fluxo da sangue para a placeta, dificultando o desenvolvimento do feto. Quem tem pressão alta, gastrite, úlcera e problemas cardiácos não devem fazer uso dessa planta. Pessoas com hipertireoidismo também devem evitar o chá, já que elas estão mais propensas à aceleração do metabolismo, devido a maior produção de hormônios da tireoide. Também é contraindicado a hipertensos, pessoas com glaucoma e irritações gástricas. O chá verde também pode ter interações medicamentosas com remédios que estimulam o sistema nervoso simpático, portanto ele não é indicado para quem os ingere mas o melhor é sempre conversar com seu médico e nutricionista.

Dicas: Nunca acrescente açúcar no seu chá verde, pois ele diminui e muito seus benefícios. Em contrapartida acrescentar rodelinhas de limão , canela, gengibre ou ginseng e cravo em  pó potencializam o efeito do chá principalmente. O efeito termogênico e anti-inflamatório ou antioxidante.

Porém, é preciso tomar muito cuidado com a procedência e o aspecto das folhas secas, sem muitos talos e outras partes, sem umidade, sem mofo. Se for em cápsulas nunca comprar sem a prescrição de um nutricionista pois somente este saberá a quantidade em mg necessária pra você e se há vantagens em associá-lo a outros fitoterápicos na fórmula. Quanto aos de saquinhos, se quer o efeito desejado recomendo 3 saquinhos para cada xícara de 200 mls de água. E quanto aos solúveis, olhar o rótulo para ver a porcentagem de chá pois muitas marcas misturam muitas outras coisas que acrescentam calorias e diminuem o efeito do mesmo por isso só adquira manipulado e de marcas confiáveis além de utilizar somente a dose recomendada no rótulo geralmente 2 colheres do pó solúvel para 200 mls de água.

Como consumir o chá verde?

CHÁ: O chá verde pode ser encontrado em folhas secas (a granel), em pó, saquinhos e solúvel.  A melhor versão é as folhas pois preservam os nutrientes originais e mais importantes do chá que devem ser preparadas em forma de infusão (1 a duas colheres de sopa cheias de sopa de folhas para 200 mls de água quente (não fervida). Ou seja  é preciso tomar alguns cuidados ao preparar seu chá verde em casa. Ao fazer a infusão é muito importante não deixar a água ferver. Coloque a água no fogo e espere formar as primeiras bolhas. Então, acrescente duas colheres de sopa na água, desligue o fogo e deixe por cinco a dez minutos, ao abafando. Depois de pronto, ele deve ser conservado em um recipiente de vidro na geladeira ou em garrafa térmica, e suas propriedades permanecem intactas por apenas 24 horas.

CÁPSULAS: manipuladas com o chá verde sozinho ou combinados com outros fitoterápicos.

SOLÚVEL: pó da erva do chá verde pronto pra dissolver em água ou sucos frios ou quentes

RECEITAS: receitas que levem como ingrediente principal o chá verde, o extrato ou o pó deste em quantidades suficientes para atingir o objetivo q que se propõe e para variar seu modo de consumo não deixando a pessoa enjoa e parar seu consumo.

Onde encontrar:Encontra-se em lojas de produtos naturais, farmácias supermercados e feiras com produtos naturais, plantas medicinais.

Para finalizar, que tal anotar duas receitinhas de chá verde? Fica uma delícia!

00a00a30044med

SORVETE DE CHÁ VERDE

Receita 1: com o chá em pó

Ingredientes:

2 copos de iogurte natural desnatado OU de creme de leite light

1 copo de leite desnatado

50 g chá verde em pó extrato, folhas hipertrituradas ou solúvel

adoçante e gengibre ralado a gosto

Preparação: Misturar todos os ingredientes numa tigela e mexer bem com uma colher ou batedeira até fazer alguma espuma. Despejar em uma vasilha de vidro com tampa e levar a congelar. De hora a hora mexer com um garfo para ficar com menos cristais ou bater alguns segundo com a batedeira.

Dica: pode acrescentar chá preto, raspas de limão ou hortelã para variar o gosto de gelo.

Rende: 4 porções de 80 calorias cada

Receita 2: com o chá em saquinhos

Ingredientes:

12 saquinhos de chá verde

500 ml de leite desnatado

125 g de adoçante culinário

5 gemas de ovos

1 caixinhas de creme de leite

Preparação: Ferva o leite com o chá verde, sem os saquinhos. Tire em seguida e deixe repousar durante 5 minutos. Coe a infusão. Bata as gemas e o adoçante até que ganhe uma cor dourada. Mistura-se o leite morno e aquece-se em banho-maria, sem parar de mexer, até que ganhe uma consistência espessa e uniforme. Tire do fogo e continua-se a mexer. Deixar amornar. Acrescente o creme de leite, misture muito bem e leve para o freezer. Após 2 horas retire e bata na batedeira e volte ao freezer. Faça isso mais umas duas vezes.

Rende: 6 porções (6 bolas de 115 g) de 140 a 15 calorias cada

Elissandra Cristina dos Santos00a0a0a0med

CRN6460

Nutricionista e Personal Diet. Consultoria e assessora em Nutrição

www.elissandranutri.com.br 

(55 )9655-9960

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

  • Drago Restaurante e Pizzaria
  • Vimesq
  • SCT Construtora e Incorporadora LTDA
  • Revista Spelho
  • Eficaz
  • Confecções Helenice
  • Estação Fitness